Copa São Paulo de Futebol Júnior de 1992

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa São Paulo de Futebol Júnior de 1992
Copinha
Bandeira do estado de São Paulo.svg
Dados
Participantes 24
Organização FPF e
Secretaria Municipal de Esportes
Anfitrião  São Paulo
Período 9 de janeiro – 25 de janeiro
Gol(o)s 157
Partidas 68
Média 2,31 gol(o)s por partida
Campeão Rio de Janeiro Vasco da Gama (1° título)
Vice-campeão São Paulo São Paulo
Melhor marcador Valdir (Vasco da Gama) - 8 gols [1]
Melhor ataque (fase inicial) 10 gols:
Melhor defesa (fase inicial) 1 gol:
Maior goleada
(diferença)
Juventus São Paulo 5 – 0 Santa Catarina Criciúma
14 de janeiro, grupo 2, 3ª rodada
◄◄ Copa SP 1991 Soccerball.svg Copa SP 1993 ►►

A Copa São Paulo de Futebol Júnior de 1992 foi a 23ª edição da competição. A famosa "copinha" é a maior competição de juniores do Brasil, e é disputada por clubes de todo o país. Ministrada em conjunto pela Federação Paulista de Futebol e a Secretaria Municipal de Esportes, foi disputada entre os dias 9 e 25 de janeiro. O campeão nesta oportunidade, foi o Vasco da Gama, conquistando a taça pela primeira vez, após vencer o São Paulo, nos pênaltis, por 5 a 3, após empate no tempo normal, por 1 a 1.[2] [3]

Tragédia nas semifinais[editar | editar código-fonte]

Tradicionalmente uma das sedes da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Estádio Nicolau Alayon foi palco de uma tragédia, em 23 de janeiro, durante partida entre São Paulo e Corinthians, válida pelas semifinais. Como o Estádio do Pacaembu estava indisponível, devido ao material usado em um show, no fim de semana anterior, o clássico estava marcado para a Rua Javari, mas optou-se por transferi-lo para o Nicolau Alayon, para permitir uma presença maior de público.[4] O "clima de guerra" entre as torcidas não ficou limitado a xingamentos e provocações: com bombas e rojões proibidos dentro do estádio, torcedores infiltravam-se por trás das arquibancadas, para jogar bombas sobre os adversários, por cima do muro.[4] Uma delas, provavelmente atirada por torcedores do São Paulo, atingiu Rodrigo de Gásperi, um torcedor corintiano de treze anos. Houve pânico entre boa parte dos doze mil torcedores, e o jogo ficou interrompido por 25 minutos, mas acabaria retomado até o fim da prorrogação.[4] "Este estádio é uma gaiola", protestou o técnico são-paulino, Oscar. "Daqui a pouco, a torcida invade o campo."[4] Rodrigo morreria quatro dias depois, no hospital, vítima de lesões cerebrais.[5]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A competição foi disputada em quatro fases: primeira fase, quartas de final, semifinais e final. Participaram da primeira fase um total de 24 clubes, divididos em quatro grupos, numerados de 1 a 4.

Na primeira fase, os clubes jogaram entre si, dentro do grupo, em turno único, classificando-se para as quartas de final os dois melhores clubes que obtiveram o maior número de pontos ganhos nos respectivos grupos.

Ao término da primeira fase, em eventual igualdade de pontos ganhos entre dois ou mais clubes, aplicou-se, sucessivamente, os seguintes critérios:

  • Confronto direto (somente no empate entre dois clubes)
  • Maior número de vitórias por três ou mais gols
  • Maior número de vitórias
  • Maior saldo de gols
  • Maior número de gols marcados
  • Sorteio

Nesta edição, manteve-se o sistema de pontuação da Copa São Paulo de 1991:[6]

  • As vitórias por três ou mais gols passaram a valer três pontos
  • As vitórias por dois ou menos gols passaram a valer dois pontos
  • Os empates com gols passaram a valer um ponto
  • Os empates sem gols passaram a ter disputa de pênaltis, com o vencedor recebendo um ponto e o perdedor, nenhum ponto
  • As derrotas continuaram a não somar pontos.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Estas são as 24 equipes que participaram desta edição:

Estado Equipe Estado Equipe
Bahia Bahia EC Bahia  São Paulo SC Corinthians P
 Goiás Vila Nova FC Guarani FC
 Minas Gerais C Atlético-MG CA Juventus
AE Santa Tereza Nacional AC
 Paraná Paraná C GE Novorizontino
 Pernambuco Santa Cruz FC SE Palmeiras
 Rio de Janeiro Fluminense FC AA Ponte Preta
CR Vasco da Gama A Portuguesa D
 Rio Grande do Sul Grêmio FPA EC Santo André
SC Internacional Santos FC
 Santa Catarina Criciúma EC EC São Bernardo
 São Paulo Botafogo FC São Paulo FC

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Equipes classificadas para
as quartas-de-final
Equipes eliminadas

Grupo 1[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V (3/2) E (S/N) D GP GS SG
Minas Gerais Santa Tereza 9 5 3 (2/1) 1 (1/0) 1 10 7 +3
São Paulo Corinthians 6 5 2 (1/1) 2 (1/1) 1 7 4 +3
São Paulo São Bernardo 6 5 1 (0/1) 4 (4/0) 0 2 1 +1
Rio de Janeiro Fluminense 5 5 2 (1/1) 1 (0/1) 2 9 6 +3
Goiás Vila Nova 3 5 1 (0/1) 1 (1/0) 3 5 13 -8
São Paulo Santo André 2 5 1 (0/1) 1 (0/1) 3 5 7 -2
11 de janeiro Santa Tereza Minas Gerais 3 – 2 Rio de Janeiro Fluminense


11 de janeiro São Bernardo São Paulo 0 – 0 São Paulo Corinthians

    Penalidades  
4 – 2  

11 de janeiro Vila Nova Goiás 2 – 1 São Paulo Santo André


13 de janeiro Fluminense Rio de Janeiro 4 – 0 Goiás Vila Nova


13 de janeiro Corinthians São Paulo 2 – 1 São Paulo Santo André


13 de janeiro São Bernardo São Paulo 1 – 0 Minas Gerais Santa Tereza


15 de janeiro Corinthians São Paulo 1 – 1 Minas Gerais Santa Tereza


15 de janeiro Santo André São Paulo 2 – 1 Rio de Janeiro Fluminense


15 de janeiro Vila Nova Goiás 1 – 1 São Paulo São Bernardo


17 de janeiro Corinthians São Paulo 3 – 0 Goiás Vila Nova


17 de janeiro São Bernardo São Paulo 0 – 0 Rio de Janeiro Fluminense

    Penalidades  
5 – 4  

17 de janeiro Santa Tereza Minas Gerais 2 – 1 São Paulo Santo André


19 de janeiro Santa Tereza Minas Gerais 4 – 2 Goiás Vila Nova


19 de janeiro Fluminense Rio de Janeiro 2 – 1 São Paulo Corinthians


19 de janeiro São Bernardo São Paulo 0 – 0 São Paulo Santo André

    Penalidades  
5 – 4  

Grupo 2[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V (3/2) E (S/N) D GP GS SG
São Paulo Juventus 6 5 2 (1/1) 2 (1/1) 1 6 1 +5
São Paulo Santos 6 5 2 (0/2) 2 (2/0) 1 4 3 +1
Santa Catarina Criciúma 5 5 2 (0/2) 2 (1/1) 1 3 6 -3
Paraná Paraná 5 5 1 (0/1) 3 (3/0) 1 2 2 0
Rio Grande do Sul Internacional 3 5 1 (0/1) 2 (1/1) 2 2 3 -1
São Paulo Novorizontino 1 5 0 3 (1/2) 2 1 3 -2
10 de janeiro Paraná Paraná 0 – 0 São Paulo Juventus

    Penalidades  
5 – 4  

10 de janeiro Santos São Paulo 0 – 0 Santa Catarina Criciúma

    Penalidades  
5 – 4  

10 de janeiro Novorizontino São Paulo 0 – 0 Rio Grande do Sul Internacional

    Penalidades  
5 – 3  

12 de janeiro Internacional Rio Grande do Sul 1 – 1 Santa Catarina Criciúma


12 de janeiro Santos São Paulo 1 – 1 Paraná Paraná


12 de janeiro Juventus São Paulo 0 – 0 São Paulo Novorizontino

    Penalidades  
5 – 4  

14 de janeiro Paraná Paraná 0 – 0 São Paulo Novorizontino

    Penalidades  
5 – 4  

14 de janeiro Santos São Paulo 1 – 0 Rio Grande do Sul Internacional


14 de janeiro Juventus São Paulo 5 – 0 Santa Catarina Criciúma


17 de janeiro Internacional Rio Grande do Sul 1 – 0 São Paulo Juventus


17 de janeiro Santos São Paulo 2 – 1 São Paulo Novorizontino


17 de janeiro Criciúma Santa Catarina 1 – 0 Paraná Paraná


19 de janeiro Criciúma Santa Catarina 1 – 0 São Paulo Novorizontino


19 de janeiro Juventus São Paulo 1 – 0 São Paulo Santos


19 de janeiro Paraná Paraná 1 – 0 Rio Grande do Sul Internacional

Grupo 3[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V (3/2) E (S/N) D GP GS SG
São Paulo Ponte Preta 9 5 4 (1/3) 1 (0/1) 0 8 2 +6
Pernambuco Santa Cruz 7 5 2 (1/1) 2 (2/0) 1 7 3 +4
São Paulo Guarani 7 5 2 (2/0) 1 (1/0) 2 9 8 +1
Rio Grande do Sul Grêmio 5 5 2 (0/2) 1 (1/0) 2 9 9 0
São Paulo Palmeiras 4 5 1 (1/0) 1 (1/0) 3 10 14 -4
São Paulo Botafogo-SP 3 5 1 (1/0) 0 4 4 11 -7
11 de janeiro Grêmio Rio Grande do Sul 1 – 0 São Paulo Botafogo-SP


11 de janeiro Ponte Preta São Paulo 3 – 1 São Paulo Palmeiras


11 de janeiro Santa Cruz Pernambuco 1 – 0 São Paulo Guarani


13 de janeiro Santa Cruz Pernambuco 4 – 0 São Paulo Botafogo-SP


13 de janeiro Ponte Preta São Paulo 2 – 1 Rio Grande do Sul Grêmio


13 de janeiro Guarani São Paulo 3 – 1 São Paulo Palmeiras


15 de janeiro Palmeiras São Paulo 2 – 2 Pernambuco Santa Cruz


15 de janeiro Guarani São Paulo 3 – 3 Rio Grande do Sul Grêmio


15 de janeiro Ponte Preta São Paulo 1 – 0 São Paulo Botafogo-SP


17 de janeiro Palmeiras São Paulo 4 – 3 Rio Grande do Sul Grêmio


17 de janeiro Guarani São Paulo 3 – 1 São Paulo Botafogo-SP


17 de janeiro Santa Cruz Pernambuco 0 – 0 São Paulo Ponte Preta

    Penalidades  
4 – 2  

19 de janeiro Botafogo-SP São Paulo 3 – 2 São Paulo Palmeiras


19 de janeiro Grêmio Rio Grande do Sul 1 – 0 Pernambuco Santa Cruz


19 de janeiro Ponte Preta São Paulo 2 – 0 São Paulo Guarani

Grupo 4[editar | editar código-fonte]

Time Pts J V (3/2) E (S/N) D GP GS SG
São Paulo São Paulo 8 5 3 (0/3) 2 (2/0) 0 10 7 +3
Rio de Janeiro Vasco da Gama 7 5 2 (1/1) 2 (2/0) 1 7 4 +3
São Paulo Nacional-SP 6 5 1 (1/0) 4 (3/1) 0 9 6 +3
Bahia Bahia 6 5 2 (1/1) 1 (1/0) 2 2 1 +1
São Paulo Portuguesa 3 5 1 (0/1) 2 (1/1) 2 5 13 -8
Minas Gerais Atlético Mineiro 0 5 0 1 (0/1) 4 5 7 -2
9 de janeiro Vasco da Gama Rio de Janeiro 4 – 0 São Paulo Portuguesa


10 de janeiro São Paulo São Paulo 2 – 0 Minas Gerais Atlético Mineiro


10 de janeiro Nacional-SP São Paulo 4 – 1 Bahia Bahia


12 de janeiro Portuguesa São Paulo 2 – 0 Minas Gerais Atlético Mineiro


12 de janeiro Bahia Bahia 3 – 0 Rio de Janeiro Vasco da Gama


12 de janeiro São Paulo São Paulo 0 – 0 São Paulo Nacional-SP

    Penalidades  
7 – 6  

14 de janeiro Nacional-SP São Paulo 0 – 0 São Paulo Portuguesa

    Penalidades  
5 – 3  

14 de janeiro São Paulo São Paulo 1 – 0 Bahia Bahia


14 de janeiro Vasco da Gama Rio de Janeiro 2 – 0 Minas Gerais Atlético Mineiro


16 de janeiro São Paulo São Paulo 1 – 0 São Paulo Portuguesa


16 de janeiro Nacional-SP São Paulo 1 – 1 Rio de Janeiro Vasco da Gama


16 de janeiro Bahia Bahia 2 – 1 Minas Gerais Atlético Mineiro


18 de janeiro Bahia Bahia 2 – 2 São Paulo Portuguesa


18 de janeiro Nacional-SP São Paulo 0 – 0 Minas Gerais Atlético Mineiro

    Penalidades  
4 – 2  

18 de janeiro São Paulo São Paulo 1 – 1 Rio de Janeiro Vasco da Gama

Fase final[editar | editar código-fonte]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Quartas de final Semifinais Final
                   
       
 Minas Gerais Santa Tereza  2
 São Paulo Santos  1  
 Minas Gerais Santa Tereza  0
   Rio de Janeiro Vasco da Gama  2  
 São Paulo Ponte Preta  1
 Rio de Janeiro Vasco da Gama  3  
 Rio de Janeiro Vasco da Gama (pen)  1 (5)
   São Paulo São Paulo  1 (3)
 São Paulo Corinthians (pen)  0 (4)
 São Paulo Juventus  0 (3)  
 São Paulo Corinthians  0 Terceiro lugar
   São Paulo São Paulo  1  
 São Paulo São Paulo  2  Minas Gerais Santa Tereza  1
 Pernambuco Santa Cruz  1    São Paulo Corinthians  0

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

21 de janeiro Corinthians São Paulo 0 – 0 São Paulo Juventus

    Penalidades  
4 – 3  

21 de janeiro Santa Tereza Minas Gerais 2 – 1 São Paulo Santos


21 de janeiro São Paulo São Paulo 2 – 1 Pernambuco Santa Cruz


21 de janeiro Ponte Preta São Paulo 1 – 3 Rio de Janeiro Vasco da Gama

Semifinais[editar | editar código-fonte]

23 de janeiro Santa Tereza Minas Gerais 0 – 2 Rio de Janeiro Vasco da Gama


23 de janeiro Corinthians São Paulo 0 – 1 São Paulo São Paulo Estádio Nicolau Alayon, São Paulo

Neste jogo houve o triste incidente que culminou com a morte do adolescente Rodrigo de Gásperi, de apenas 13 anos. Rodrigo estava na torcida do Corinthians e foi atingido por uma bomba caseira arremessada pela torcida do São Paulo. Desde então é proibida a entrada de bandeiras com mastro nos estádios de São Paulo. Ninguém foi preso pelo crime.

Disputa do terceiro lugar[editar | editar código-fonte]

25 de janeiro Santa Tereza Minas Gerais 1 – 0 São Paulo Corinthians Estádio Bruno José Daniel, Santo André

Leandro Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'

Final[editar | editar código-fonte]

25 de janeiro Vasco da Gama Rio de Janeiro 1 – 1 São Paulo São Paulo Estádio do Pacaembu, São Paulo

Valdir Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Andrei Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' Árbitro: São Paulo Roberto Perassi
    Penalidades  
Vítor Convertido
Tinho Convertido
Leandro Convertido
Vianna Convertido
Fábio Convertido
5 – 3 Erro (chute para fora) Mona
Convertido Doriva
Convertido Pereira
Convertido Gilmar
 

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa São Paulo de Futebol Júnior de 1992
Rio de Janeiro
VASCO DA GAMA
Campeão
(1º título)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Acervo Folha de S.Paulo,acessado em 5 de Fevereiro de 2014
  2. Site RSSSF Brasil, acessado em 5 de fevereiro de 2014
  3. Acervo Folha 1992 pg.5, acessado em 5 de fevereiro de 2014
  4. a b c d Paulo Guilherme (24 de janeiro de 1992). «Inferno nas semifinais da Taça». Jornal da Tarde. São Paulo: S.A. O Estado de S. Paulo. 23 páginas. ISSN 1516-294X 
  5. Vinícius Segalla (28 de março de 2012). «Morte de corintiano há 20 anos segue sem culpado e com família à espera de indenização». Bol Notícias. Consultado em 8 de julho de 2013. 
  6. Site RSSSF Brasil, acessado em 4 de fevereiro de 2014