Parque Rodrigo de Gásperi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Parque Rodrigo de Gásperi
Localização Avenida Miguel Castro, 321 (Vila Zatt - Pirituba) São Paulo, SP
Tipo Público
Área 39 mil m²
Administração SVMA

O Parque Rodrigo de Gásperi, anteriormente chamado de Parque da Lagoa ou Parque de Zatt é um parque localizado no distrito de Pirituba, na zona norte da cidade de São Paulo.

Recebeu este nome devido à morte de um adolescente de apenas 13 anos, de mesmo nome, em um confronto entre torcidas organizadas em um clássico jogo de futebol entre São Paulo e Corinthians no ano de 1992. O adolescente foi atingido por uma bomba caseira atirada na torcida onde estava e não resistiu.

O Parque Rodrigo de Gásperi recebeu esse nome como um alerta ao poder público para a crescente onda de violência no futebol brasileiro.

Antes da formação do parque, era conhecido como Parque da Lagoa, onde as pessoas pescavam e nadavam. A lagoa foi aterrada e o córrego foi parcialmente canalizado, devido ao grande número de afogamentos e ao avançado assoreamento. A pedido da comunidade foram construídas quadras poliesportivas, campo de futebol, quadra de bocha, malha, mesas com tabuleiros de xadrez e damas e mesas de pingue-pongue. Atualmente o Parque Rodrigo de Gásperi também conta com bancos, bebedouros, sanitários e vestiários.

Visando atrair pássaros foram instalados ninhos artificiais, comedouros e árvores frutíferas.