Instituto Federal de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
IFSP
Fundação 23 de setembro de 1909 (107 anos) (Escola de Aprendizes e Artífices de São Paulo)
29 de dezembro de 2008 (7 anos) (IFSP)
Tipo de instituição Pública Federal
Localização Brasão da cidade de São Paulo.svg São Paulo (Sede), Brasão do estado de São Paulo.svg São Paulo
Reitor(a) Eduardo Modena
Página oficial http://www.ifsp.edu.br/

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia São Paulo (IFSP), antigo Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo (CEFET/SP) e antiga Escola Técnica Federal de São Paulo (ETFSP), é uma instituição pública federal que compõe a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, vinculada diretamente ao Ministério da Educação (Brasil). É uma instituição multicampi, especializada na oferta de educação nas diferentes modalidades de ensino, básico, superior e profissional, com base na conjugação de conhecimentos técnicos e tecnológicos às suas práticas pedagógicas. Possui excelência em seus cursos técnicos e de graduação, reconhecidos internacionalmente pelo alto nível de qualidade.

Atualmente, o IFSP possui 24 mil alunos matriculados nos 38 campi e mais 4 mil alunos nos 19 polos de educação a distância distribuídos pelo estado de São Paulo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A história do IFSP registra, em suas diversas fases, além da manutenção de educação pública de qualidade a oferta de formação profissional orientada ao desenvolvimento econômico brasileiro, especialmente no Estado de São Paulo.

Criação[editar | editar código-fonte]

O IFSP foi criado originalmente como a Escola de Aprendizes e Artífices de São Paulo, por meio do Decreto-lei nº 7.566, assinado pelo presidente Nilo Peçanha em 23 de setembro de 1909. O decreto determinou a criação em cada uma das capitais dos Estados da República uma "Escola de Aprendizes Artífices", para que ali fosse ministrado ensino profissional primário.

O início efetivo de suas atividades ocorreu no ano de 1910. Nos primeiros meses, a escola funcionou provisoriamente em um galpão instalado na Avenida Tiradentes, no Bairro da Luz, sendo transferida no mesmo ano para o bairro de Santa Cecília, na Rua General Júlio Marcondes Salgado, onde permaneceu até o final de 1975. Os primeiros cursos foram de Tornearia, Mecânica e Eletricidade, além das oficinas de Carpintaria e Artes Decorativas, sendo o corpo discente composto de quase uma centena de aprendizes. A Escola teve seu projeto voltado para a formação de operários e contramestres.

A partir de 1937 houve uma série de mudanças, quando a escola se transformou em Liceu Industrial de São Paulo. Logo em seguida, a Escola Industrial de São Paulo (1942) veio a substituí-lo, e, no transcorrer do tempo, foi transformada em Escola Técnica de São Paulo (1942). Ainda nesse processo de mudança, houve uma nova alteração para Escola Técnica Federal de São Paulo (1965).

Escola Técnica Federal de São Paulo[editar | editar código-fonte]

Estabelecida em 1965, a Escola Técnica Federal de São Paulo formou, entre os anos 60 a 90, técnicos de nível médio, inicialmente para as áreas de Mecânica e Edificações, depois para Eletrotécnica, Eletrônica, Telecomunicações, Processamento de Dados e Informática Industrial.

Em 1987 a Escola inaugurou sua segunda unidade, localizada no município de Cubatão, litoral paulista, e, em 1996, a terceira unidade, em Sertãozinho, no interior do Estado.[1]

Nesse período, houve o reconhecimento público da Escola Técnica Federal de São Paulo pelo excelente preparo profissional de seus alunos. Registre-se o fato de que, até hoje, ela ainda é conhecida popularmente como Escola Técnica Federal ou Federal de São Paulo.

Transformação em Centro Federal[editar | editar código-fonte]

Em 1994, a Lei Federal nº 8.948, de 8 de dezembro, estabeleceu a transformação gradativa das escolas técnicas federais (ETFs) em centros federais de educação tecnológica (CEFETs), mediante decreto específico para cada instituição e em função de critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação, levando em conta as instalações físicas, os laboratórios e equipamentos adequados, as condições técnico-pedagógicas e administrativas, e os recursos humanos e financeiros necessários ao funcionamento de cada centro. Com isso, em 1998, a Escola Técnica Federal de São Paulo tornou-se o Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo (CEFET/SP).

A partir do ano 2000, já consolidada sua transformação em Centro Federal, houve a remodelação e a expansão da oferta de ensino da instituição.

Em 2005 houve a implantação da Unidade de Guarulhos, 2006 as Unidades de Caraguatatuba e São João da Boa Vista, 2007 as Unidades de Salto e Bragança Paulista e em 2008 as Unidades de São Carlos e São Roque.

Transformação em Instituto Federal[editar | editar código-fonte]

Em 2007 o Governo Federal lançou a Chamada Pública MEC/SETEC n.º 002/2007, com o objetivo de analisar e selecionar propostas de constituição de Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFETs. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou dia 16 de julho de 2008 o Projeto de Lei 3775/2008 que cria  institutos federais de educação, ciência e tecnologia no país. A matéria seguiu para aprovação no Congresso Nacional e foi sancionada pelo presidente em 29 de dezembro de 2008, criando então o IFSP de acordo com a Lei 11.892/2008.

Com a transformação, o IFSP, assim como os demais institutos federais, deve ter uma forte inserção na área de pesquisa e extensão, visando estimular o desenvolvimento de soluções técnicas e tecnológicas e estendendo seus benefícios à comunidade. Metade das vagas agora são destinadas à oferta de cursos técnicos de nível médio, em especial cursos de currículo integrado e, no mínimo, 20% das vagas para os cursos de licenciatura, sobretudo nas áreas de Ciências e da Matemática. Complementarmente, são oferecidos cursos de formação inicial e continuada, tecnologias, engenharias e pós-graduação.

O IFSP passou a ter autonomia, nos limites de sua área de atuação territorial, para criar e extinguir cursos, bem como para registrar diplomas dos cursos por ele oferecidos, mediante autorização do seu Conselho Superior. Ainda exerce o papel de instituição acreditadora e certificadora de competências profissionais. Organizado em estrutura multicampi, tem proposta orçamentária anual identificada para cada campus e reitoria, equiparando-se com as universidades federais.

No ano de 2009, o ensino médio alcançou a 35º posição das melhores escolas do país no ENEM, e ficou como a melhor escola pública do Estado de São Paulo.

O IFSP passou a oferecer os cursos Técnicos em Administração e em Informática para Internet na modalidade de Ensino a Distância (EaD).

Em 2011, aderiu o SiSU como meio exclusivo de ingresso para os cursos superiores. O curso de Arquitetura e Urbanismo, do campus São Paulo, foi o mais concorrido do Brasil no sistema em 2014 e 2015.

Ensino[editar | editar código-fonte]

Formação Profissional Inicial e Continuada[editar | editar código-fonte]

Cursos de Qualificação Profissional nas áreas de
  • Informática Básica
  • Construção Civil
  • Metal-Mecânica
  • Eletrônica
  • Eletrotécnica
  • Também são oferecidos alguns cursos de curta duração, ministrados em parceria com a iniciativa privada.

Nível técnico[editar | editar código-fonte]

São oferecidos Cursos Técnicos nas diversas áreas:
  • Alimentos (Barretos e São Roque)
  • Automação Industrial (Salto, São José dos Campos e Sertãozinho)
  • Construção Civil
  • Edificações (Votuporanga e São Paulo)
  • Eletrônica (São João da Boa Vista e São Paulo)
  • Eletroeletrônica (Bragança Paulista)
  • Eletrotécnica (São José dos Campos e São Paulo)
  • Eventos (Avaré, Barretos, Campos do Jordão)
  • Indústria
  • Informática (Cubatão, Salto, São João da Boa Vista e São Paulo)
  • Informática para Internet (São Carlos)
  • Manutenção e Suporte em Informática (Barretos e Votuporanga)
  • Mecânica (Bragança Paulista, São José dos Campos e São Paulo)
  • Mecatrônica (Avaré)
  • Química (Sertãozinho)
  • Agroindústria (Avaré e São Roque)
  • Agropecuária (Barretos)
  • Agronegócio (Avaré e Barretos)
  • Hospedagem (Campos do Jordão)

Em 11/10/2016, o Instituto abriu inscrições do processo seletivo para cursos técnicos com início em 2017.[2]

Nível superior[editar | editar código-fonte]

Bacharelados
  • Administração
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Controle e Automação
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia Mecânica
Licenciaturas
  • Licenciatura em Ciências Biológicas/Biologia
  • Licenciatura em Física
  • Licenciatura em Geografia
  • Licenciatura em Letras
  • Licenciatura em Matemática
  • Licenciatura em Química
Tecnólogos
  • Tecnologia em Alimentos
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Tecnologia em Automação Industrial
  • Tecnologia em Biocombustível
  • Tecnologia em Eletrônica Industrial
  • Tecnologia em Fabricação Mecânica
  • Tecnologia em Gestão Ambiental
  • Tecnologia em Gestão da Produção Industrial
  • Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos
  • Tecnologia em Gestão de Turismo
  • Tecnologia em Mecatrônica Industrial
  • Tecnologia em Manutenção de Aeronaves
  • Tecnologia em Processos Gerenciais
  • Tecnologia em Sistemas Elétricos
  • Tecnologia em Sistemas Eletrônicos
  • Tecnologia em Sistemas para Internet

Pós Graduação[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento de Pesquisa Tecnológica[editar | editar código-fonte]

O IFSP realiza pesquisas aplicadas, estimulando o desenvolvimento de soluções tecnológicas, o empreendedorismo, o desenvolvimento científico e tecnológico e o pensamento reflexivo através de programas de:

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Reitoria[editar | editar código-fonte]

A Reitoria é o órgão executivo que representa o IFSP, cabendo-lhe a administração, a coordenação e a supervisão de todas as atividades da autarquia. Para o exercício das suas atividades, a Reitoria conta com o reitor, as Pró-Reitorias de Ensino, Extensão, Pesquisa e Inovação, Administração e Desenvolvimento Institucional além das Diretorias, Auditoria Interna e Procuradoria Federal.

A sede fica localizada no campus de São Paulo, na Rua Pedro Vicente, 625.

Campi[editar | editar código-fonte]

Campus[editar | editar código-fonte]

Araraquara (ARQ)[editar | editar código-fonte]

Rua Doutor Aldo Benedito Pierri, 250, Jardim dos Manacás, Araraquara – SP

Licenciatura em Matemática

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Mecatrônica Industrial

Avaré (AVR)[editar | editar código-fonte]

Avenida Professor Celso Ferreira da Silva, 1333, Jardim Europa, Avaré – SP

Tecnologia em Agronegócio

Licenciatura em Ciências Biológicas.

Barretos (BRT)[editar | editar código-fonte]

Avenida C-1, 250, Ide Daher, Barretos – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Gestão de Turismo

Licenciatura em Ciências Biológicas

Birigui (BRI)[editar | editar código-fonte]

Rua Pedro Cavalo, 709, Residencial Portal da Pérola II, Birigui – SP

Licenciatura em Matemática

Licenciatura em Física

Tecnologia em Mecatrônica Industrial

Tecnologia em Sistemas para Internet

Curso de Formação Pedagógica de Docentes da Educação Profissional em Nível Médio. 

Boituva (BTV)[editar | editar código-fonte]

Avenida Zélia de Lima Rosa, 100, Portal dos Pássaros, Boituva – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 

Bragança Paulista (BRA)[editar | editar código-fonte]

Avenida Francisco Samuel Lucchesi Filho, 770, Penha, Bragança Paulista – SP

Licenciatura em Matemática

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Eletrônica Industrial

Tecnologia em Mecatrônica Industrial

Campinas (CMP)

Rodovia D. Pedro I (SP-65) Km 143,6, Amarais, Campinas – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Campos do Jordão (CJO)

Rua Monsenhor José Vita, 280, Vila Abernéssia, Campos do Jordão – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Licenciatura em Matemática

Capivari (CPV)[editar | editar código-fonte]

Avenida Ênio Pires de Camargo, 2971, São João Batista, Capivari – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Processos Químicos

Licenciatura em Química

Caraguatatuba (CAR)[editar | editar código-fonte]

Av. Rio Grande do Norte, 450, Indaiá, Caraguatatuba – SP

Licenciatura em Matemática

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Processos Gerenciais

Catanduva (CTD)[editar | editar código-fonte]

Av. Pastor José Dutra de Moraes, 239, Distrito Industrial Antônio Zácaro, Catanduva – SP

Licenciatura em Química

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Mecatrônica Industrial

Cubatão (CBT)[editar | editar código-fonte]

Rua Maria Cristina, 50, Jardim Casqueiro, Cubatão – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Automação Industrial

Tecnologia em Gestão de Turismo

Licenciatura em Matemática

Guarulhos (GRU)[editar | editar código-fonte]

Avenida Salgado Filho, 3501, Vila Rio de Janeiro, Guarulhos – SP

Licenciatura em Matemática

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Automação Industrial

Especialização em Gestão de Projetos em Desenvolvimento de Sistemas de Software

Hortolândia (HTO)[editar | editar código-fonte]

Avenida Thereza Ana Cecon Breda, s/n.º, Vila São Pedro, Hortolândia – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 

Itapetininga (ITP)[editar | editar código-fonte]

Avenida João Olímpio de Oliveira, 1561, Vila Asem, Itapetininga – SP

Licenciatura em Física 

Licenciatura em Matemática

Lato Sensu em Informática Aplicada à Educação

Jacareí (JCR)[editar | editar código-fonte]

Rua Antonio Fogaça de Almeida, s/n, Jardim Elza Maria, Jacareí – SP

Administração

Matão (MTO)[editar | editar código-fonte]

R. Stéfano D'Avassi, 625, Nova Cidade, Matão - SP 

Tecnologia em Alimentos

Tecnologia em Biocombustível

Licenciatura em Química

Especialização em Álcool e Açúcar

Piracicaba (PRC)[editar | editar código-fonte]

Rua Diácono Jair de Oliveira, 1005, Santa Rosa, Piracicaba – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Automação Industrial

Licenciatura em Física

Bacharelado em Engenharia Mecânica

Pirituba (PTB)[editar | editar código-fonte]

Av. Mutinga, 951, Jardim Santo Elias, São Paulo – SP

Presidente Epitácio (PEP)[editar | editar código-fonte]

Rua José Ramos Júnior, 27-50, Jardim Tropical, Presidente Epitácio – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Registro (RGT)[editar | editar código-fonte]

Estrada Municipal do Bairro Agrochá - RGT 265, 5180, Agrochá, Registro – SP

Licenciatura em Física

Salto (SLT)[editar | editar código-fonte]

Rua Rio Branco, 1780, Vila Teixeira, Salto – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Gestão da Produção Industrial

São Carlos (SCL)[editar | editar código-fonte]

Rodovia Washington Luís, km 235, prédio AT-6, Salas 119, 131, 132-2, 134, 136, 138, 139 e 140, dentro do campus da UFSCar, São Carlos – SP

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Manutenção de Aeronaves

Tecnologia em Processos Gerencias

Especialização Lato Sensu em Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis

São João da Boa Vista (SBV)[editar | editar código-fonte]

Acesso Dr. João Batista Merlin, Jardim Itália, São João da Boa Vista – SP

Tecnologia em Eletrônica Industrial

Tecnologia e Sistemas para Internet

Engenharia de Controle e Automação

Especialização em Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis

São José dos Campos (SJC)[editar | editar código-fonte]

Rodovia Presidente Dutra - do km 145 (lado direito), Jardim Diamante, São José dos Campos – SP

Licenciatura em Matemática

Licenciatura em Química

Engenharia de Controle e Automação

São Paulo (SPO)[editar | editar código-fonte]

Rua Pedro Vicente, 625, Canindé, São Paulo – SP

Licenciatura em Ciências Biológicas

Licenciatura em Física

Licenciatura em Geografia

Licenciatura em Letras

Licenciatura em Matemática

Licenciatura em Química

Arquitetura e Urbanismo

Engenharia Civil

Engenharia de Controle e Automação

Engenharia de Produção

Engenharia Eletrônica

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnologia em Automação Industrial

Tecnologia em Gestão da Produção Industrial

Tecnologia em Gestão de Turismo

Tecnologia em Sistemas Elétricos

LATO SENSU

Especialização em Formação de Professores – Ênfase Ensino Superior

Especialização em Educação Profissional Integrada à Educação Básica na Modalidade EJA - Proeja

Especialização em Aeroportos – Projeto e construção

Especialização em Gestão da Tecnologia da Informação

STRICTO SENSU

Mestrado Profissional em Automação e Controle de Processos

Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática

Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT)

Mestrado Acadêmico em Engenharia Mecânica

São Roque (SRQ)[editar | editar código-fonte]

Rodovia Prefeito Quintino de Lima, nº 2100, Goiana, Canguera, São Roque – SP

Licenciatura em Ciências Biológicas

Tecnologia em Gestão Ambiental

Tecnologia em Viticultura e Enologia

Bacharelado em Administração

Sertãozinho (SRT)[editar | editar código-fonte]

Rua Américo Ambrósio, 269, Jardim Canaã, Sertãozinho – SP

Licenciatura em Química

Tecnologia em Automação Industrial

Tecnologia em Fabricação Mecânica

Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Engenharia Mecânica

Suzano (SZN)[editar | editar código-fonte]

Avenida Mogi da Cruzes, 1501, Parque Suzano, Suzano – SP

Licenciatura em Química

Tecnologia em Processos Químicos

Lato Sensu em Logística e Operações

Votuporanga (VTP)[editar | editar código-fonte]

Av. Jerônimo Figueira da Costa, 3014, Pozzobon, Votuporanga – SP

Bacharelado em Engenharia Civil

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Licenciatura em Física

Campus Avançado[editar | editar código-fonte]

Ilha Solteira (ISA)[editar | editar código-fonte]

Alameda Tucuruí, 164, Zona Norte, Ilha Solteira – SP

Jundiaí (JND)[editar | editar código-fonte]

Av. Dr. Cavalcanti, 396, Complexo Argos, Vila Arens, Jundiaí – SP

Sorocaba (SOR)[editar | editar código-fonte]

Rua Maria Cinto de Biaggi, 130, Santa Rosália, Sorocaba – SP

Tupã[editar | editar código-fonte]

Avenida dos Universitários, 145, Jardim Ipiranga, Tupã – SP

Núcleo Avançado[editar | editar código-fonte]

Assis [editar | editar código-fonte]

Avenida Getúlio Vargas, 1200, Vila Nova Santana, Assis – SP

Ingresso[editar | editar código-fonte]

Vestibulinho[editar | editar código-fonte]

O Vestibulinho do IFSP para ingresso aos cursos técnicos é realizado duas vezes ao ano. As inscrições ocorrem, normalmente, nos meses de maio e outubro e a aplicação das provas acontece em junho e dezembro. Dependendo das especificidades do curso, podem ocorrer outros processos de classificação.

Cursos Superiores[editar | editar código-fonte]

Desde 2011, o IFSP seleciona seus alunos dos cursos superiores exclusivamente pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificado), duas vezes ao ano.

Para concorrer às vagas, o candidato interessado deve ter realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) do ano anterior. O candidato que não alcança a nota mínima para a primeira chamada, mas declara interesse, tem seu nome relacionado na lista de espera e deve comparecer pessoalmente no campus em data divulgada para concorrer a uma das vagas remanescentes.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências