Instituto Federal de Sergipe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
IFS
Fundação 23 de setembro de 1909
29 de dezembro de 2008 (transformação em IFS)
Tipo de instituição Autarquia Pública Federal
Localização Aracaju (sede)
, Sergipe
Reitor(a) Ailton Ribeiro de Oliveira
Total de estudantes 8000 alunos
Página oficial http://www.ifs.edu.br - https://www.facebook.com/institutofederaldesergipe/

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe foi criado, de acordo com o Projeto de lei 3775/2008, mediante integração do Centro Federal de Educação Tecnológica de Sergipe e da Escola Agrotécnica Federal de São Cristóvão. Sua Reitoria está instalada em Aracaju. O Instituto Federal é composto pela seguinte estrutura: Reitoria, Campus Aracaju, Campus Estância, Campus Itabaiana, Campus Lagarto, Campus Nossa Senhora da Glória, Campus São Cristovão, Campus Tobias Barreto, Campus Propríá, Campus Socorro e Campus Poço Redondo (em construção).

A Instituição foi fundada em 1909 e já possuiu vários nomes: do lado do ensino técnico industrial, as denominações foram Escola de Aprendizes e Artífices, Liceu Industrial de Aracaju, Escola Industrial de Aracaju, Escola Técnica Federal de Sergipe, Unidade Descentralizada de Lagarto e Centro Federal de Educação Tecnológica; já no ensino técnico agrícola, as nomenclaturas foram Patronato São Maurício, Patronato de Menores Francisco de Sá, Patronato de Menores Cyro de Azevedo, Aprendizado Agrícola de Sergipe, Aprendizado Agrícola Benjamin Constant, Escola de Iniciação Agrícola Benjamin Constant e Escola Agrotécnica Federal de Sergipe. Durante muito tempo, os caminhos institucionais do ensino técnico industrial e do técnico agrícola foram separados em Sergipe. Porém, desde 2008, os dois caminhos se uniram em torno de apenas um nome: Instituto Federal de Sergipe (IFS).

De acordo com a revista Veja, veiculada em 9 de novembro de 2011, o IFS é a 10ª melhor instituição de ensino superior do Brasil, segundo dados em divulgação na matéria ‘Na rota da excelência’.[1][2]

Outro dado de relevância sobre o IFS foi divulgado no final de 2015 pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com as notas no Índice Geral de Cursos (IGC), o IFS aparece em primeiro lugar em Sergipe com conceito 4 na avaliação e como 6º melhor entre os Institutos Federais. A classificação também apontou o curso de Engenharia Civil do Campus Aracaju como o 7º melhor do país. Os resultados referem-se ao ciclo de avaliação de 2014 das instituições e dos cursos nas áreas de exatas, humanas e biológicas.

Cursos ofertados[editar | editar código-fonte]

Os cursos são ofertados nos diferentes níveis: Técnico, Tecnológico, Bacharelado, Licenciatura e Pós-Graduação. Os cursos técnicos que predominam no instituto são divididos em diferentes formas: Integrado (Ensino Médio e Curso Técnico), Subsequente (Curso Técnico), Concomitante (Alternado entre Integrado e Subsequente) e PROEJA (Educação de Jovens e Adultos).

Campus Aracaju[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Hospedagem (PROEJA Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Pesca (PROEJA Integrado)

- Curso Técnico em Desenho de Construção Civil (PROEJA e Integrado)

- Curso Técnico em Guia de Turismo (Subsequente)

- Curso Técnico em Segurança do Trabalho (Subsequente)

- Curso Técnico em Alimentos (Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Petróleo e Gás (Subsequente)

- Curso Técnico em Química (Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Eletrotécnica (Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Edificações (Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Informática (Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Eletrônica (Integrado e Subsequente)

- Curso de Tecnologia em Gestão de Turismo

- Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

- Curso de Tecnologia em Saneamento Ambiental

- Engenharia Civil (Bacharelado)

- Licenciatura em Química

- Licenciatura em Matemática

Campus Estância[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Edificações

- Curso Técnico em Eletrotécnica

- Curso Técnico em Recursos Pesqueiros (subsequente)

- Bacharelado em Engenharia Civil

Campus Glória[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Agroecologia

- Curso Técnico em Alimentos

- Curso de Tecnologia em Laticínios

Campus Itabaiana[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática (integrado e subsequente)

- Curso Técnico em Agronegócio (integrado e subsequente)

- Curso de Tecnologia em Logística

- Curso de Bacharelado em Ciência da Computação

Campus Lagarto[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Suporte e Manutenção de Informática (PROEJA Integrado)

- Curso Técnico em Rede de Computadores (Integrado)

- Curso Técnico em Desenho de Construção Civil (PROEJA Integrado)

- Curso Técnico em Eletromecânica (Integrado e Subsequente)

- Curso Técnico em Edificações (Integrado e Subsequente)

- Curso de Tecnologia em Automação Industrial

- Bacharelado em Sistemas de Informação

- Licenciatura em Física

- Engenharia Elétrica

Campus São Cristóvão[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Agroindústria (Integrado, Subsequente e Concomitante)

- Curso Técnico em Agrimensura (subsequente)

- Curso Técnico em Agropecuária (Integrado, Subsequente e Concomitante)

- Curso Técnico em Suporte e Manutenção de Informática (PROEJA Integrado)

- Curso de Tecnologia em Agroecologia

- Curso de Tecnologia em Alimentos

O Instituto também oferece cursos de Pós-Graduação:

- Mestrado em Modelagem Computacional de Conhecimento (Parceria entre IFS/UFAL através do MINTER)

- Mestrado em Filosofia (Parceria entre IFS/IFBA/UFSC)

- Mestrado em Educação (Parceria entre IFS/UFPA)[3]

Campus Tobias Barreto[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Comércio (subsequente)

- Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática (subsequente)

Campus Propriá[editar | editar código-fonte]

- Curso Técnico em Redes de Computadores (subsequente)

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

- Mestrado Profissional em Gestão do Turismo

Referências

  1. IFS (14 de novembro de 2011). «Revista Veja - IFS é a 10ª melhor instituição de ensino superior do Brasil». If-se.blogspot.com. Consultado em 18 de novembro de 2011 [ligação inativa]
  2. SE notícias (10 de novembro de 2011). «Ranking da Veja: IFS é 10ª melhor instituição de ensino superior do Brasil». Archive.is. Consultado em 18 de novembro de 2011 
  3. «(Página do IFS na internet». Ifs.edu.br 
Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.