Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas
FMU
Lema Qualidade, Tradição e Inovação há mais de 40 anos
Fundação 11 de julho de 1968 (53 anos)
Tipo de instituição Privada
Localização São Paulo, SP
Funcionários técnico-administrativos 2118 (2018) [1]
Reitor(a) Prof. Manuel Nabais da Furriela[2]
Docentes 918 (2018)[1]
Total de estudantes 68 mil
Afiliações Faculdades Integradas Alcântara Machado
Instituto Metropolitano de Altos Estudos
Faculdades Integradas São Paulo
Instituto Metropolitano de Saúde
Faculdades de Artes Alcântara Machado
Laureate International Universities
Página oficial www.fmu.br

Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) é uma instituição de ensino superior brasileira sediada no município de São Paulo. Foi fundada em 1968 pelo professor Edevaldo Alves da Silva, em conjunto com os professores Onésimo Silveira, então Procurador de Justiça do Estado de São Paulo, Arnold Fioravante e Paulo Guaracy Silveira [3].[4][5]

História[editar | editar código-fonte]

A FMU iniciou suas atividades em de 11 de julho de 1968, e o primeiro vestibular aconteceu no mesmo mês[4] A FMU transformou-se em Centro Universitário, pelo decreto sem número, de 23 de março de 1999.[6]

Em agosto de 2013, a instituição foi adquirida pelo grupo americano Laureate International Universities,[7] pertencendo ao mesmo até maio de 2021, quando a instituição foi vendida para o grupo Ânima Educação.[8]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2012, a FMU foi vetada pelo MEC de realizar novos vestibulares do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, por ter um desempenho insatisfatório em 2008 e em 2011 no Conceito Preliminar de Curso (CPC). Após novas avaliações, em 2013 o Ministério da Educação vetou o vestibular de vários outros cursos para o vestibular de 2014.[9]

Ex-alunos notáveis[editar | editar código-fonte]

O governador Natel visita a sede das Faculdades Metropolitanas Unidas, sendo acompanhado pelo professor Edevaldo Alves da Silva (à esquerda), 1972.
Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Referências

  1. a b «Relatório Social» (PDF). FMU. 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2020 
  2. FMU. «Corpo diretivo». Consultado em 5 de fevereiro de 2018 
  3. http://www.metodista.org.br/faleceu-paulo-guaracy-silveira
  4. a b FMU. «Sobre a instituição». Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  5. Academia Paulista de Educação. «Cadeira no 9». Consultado em 12 de outubro de 2018 
  6. FMU. «Sobre Instituto Metropolitano de Altos Estudos». Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  7. Estadao. «Grupo americano Laureate compra FMU por R$ 1 bi». Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  8. «Grupo Ânima confirma aquisição de ativos da Laureate». Extra Classe. 14 de maio de 2021. Consultado em 14 de outubro de 2021 
  9. «Em SP, 24 cursos universitários são reprovados pelo MEC». Folha de S. Paulo. 20 de dezembro de 2012. Consultado em 4 de janeiro de 2013 
  10. a b c d «30 famosos que já fizeram faculdade | Revista Quero». querobolsa.com.br. Consultado em 14 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.