Avenida Tiradentes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
'
País
Avenida Tiradentes, vista da passarela de pedestres, do lado esquerdo se encontra a Pinacoteca do Estado de São Paulo.
Extensão aprox. 1.800
Início Avenida Prestes Maia
Subprefeitura(s) Subprefeitura da Sé
Distrito(s) Bom Retiro
Bairro(s) Luz, Bom Retiro e Ponte Pequena
Fim Marginal Tietê.

A Avenida Tiradentes é uma das principais artérias do trânsito de São Paulo. Inicia-se na Estação da Luz e termina na Marginal Tietê, em continuidade ao eixo criado pela Avenida Prestes Maia.

Faz parte do corredor de ligação norte-sul da cidade, em conjunto com as avenidas 23 de Maio e Santos Dumont.[1]

Sua construção se deu no mandato de Antonio da Silva Prado, primeiro prefeito paulistano. Em sua extensão, além da Estação da Luz, localizam-se a Pinacoteca do Estado, o Parque da Luz, a Praça Coronel Fernando Prestes, o Museu de Arte Sacra de São Paulo contíguo ao Mosteiro da Luz (no qual residem as Irmãs da Ordem da Imaculada Conceição, as Concepcionistas), o Arco Remanescente do Presídio Tiradentes (onde muitos foram presos, incluindo Dilma Roussef e Monteiro Lobato) e o 1°BPChoq da Polícia Militar, a ROTA (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar). Também nela está a Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP), figurando neste panteão de grandes instituições. Neste mesmo local, funcionou por mais de 60 anos a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, que foi finalmente transferida deste local para o bairro do Butantã em 1973, dando lugar a atual FATEC.

Também se encontram na avenida as estações Luz, Tiradentes e Armênia do metrô, pertencentes à Linha 1 do Metrô de São Paulo.

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Até 1990, os desfiles de carnaval das principais escolas de samba da capital paulistana eram realizados na Avenida Tiradentes. Depois de luta, em 1991, na gestão da secretária de Cultura Marilena Chauí, as escolas de samba de São Paulo conseguem uma "casa própria", no Parque Anhembi, às margens do Rio Tietê. Desde então o sambódromo do Anhembi, virou o palco principal do certame carnavalesco.

Referências

  1. «Corredor Norte-Sul». Consultado em 14 de julho de 2009