Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020
Copinha 2020
Dados
Participantes 127[nota 1]
Organização FPF
Anfitrião São Paulo
Período 2 de janeiro25 de janeiro
Gol(o)s 769
Partidas 251
Média 3,06 gol(o)s por partida
Melhor marcador Felipe Micael (Mirassol) – 10 gols
Melhor ataque (fase inicial) 13 gols marcados:
Melhor defesa (fase inicial) Nenhum gol sofrido:
Maior goleada
(diferença)
Palmeira 1–9 São Paulo
BaetãoSão Bernardo do Campo
7 de janeiro, 2ª rodada
◄◄ Copa SP 2019 Soccerball.svg Copa SP 2021 ►►

A Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020 é a 51ª edição da "Copinha", a maior competição de futebol júnior do Brasil, disputada por clubes juniores de todo o país. Organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), de 2 a 25 de janeiro de 2020, a final será disputada na data do aniversário da cidade de São Paulo (25 de janeiro). A competição será disputada por 127 times[nota 1], divididos em 32 grupos. Apenas os dois primeiros de cada grupo avançaram para a fase seguinte, que foi composta por rodadas mata-matas.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

A grande novidade do torneio é que, pela primeira vez na história da competição, todos os jogos vão ser transmitidos. Os jogos serão transmitidos na televisão, em TV fechada pelo Sportv, e em TV aberta pelas emissoras Rede Vida, TV Cultura e Rede Globo (esta última transmitindo apenas a final). Já na internet, é possível assistir pelo site e aplicativo Globoplay, em transmissão nos sites da Rede Vida e TV Cultura, pelo canal de streaming MyCujoo e pelo Facebook da Federação Paulista e da Copinha.[3]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Copinha ocorrerá entre 2 e 25 de janeiro. A competição será disputada em sete fases: primeira, segunda, terceira, quarta, quinta, sexta (semifinal) e sétima (final).

Participarão da primeira fase um total de 127[nota 1] clubes que serão divididos em 32 grupos de 1 à 32 e que jogarão entre si, dentro do grupo em turno único, classificando-se para a segunda fase os 2 clubes com o maior número de pontos ganhos em cada grupo, considerados exclusivamente os resultados obtidos nesta fase, observando-se, caso necessário, os critérios de desempate previsto pelo regulamento.

A segunda fase será disputada por 64 clubes classificados na primeira fase, e as partidas serão disputadas pelo sistema de eliminatória simples.

A terceira fase será disputada por 32 clubes classificados na segunda fase, e as partidas serão disputadas pelo sistema de eliminatória simples.

A quarta fase (oitavas de final) será disputada por 16 clubes classificados na terceira fase, e as partidas serão disputadas pelo sistema de eliminatória simples.

A quinta fase (quartas de final) será disputada por 8 clubes classificados na quarta fase, e as partidas serão disputadas pelo sistema de eliminatória simples.

A sexta fase (semifinal) será disputada por 4 clubes classificados na quinta fase, e as partidas serão disputadas pelo sistema de eliminatória simples.

A sétima fase (final) será disputada pelos 2 vencedores da sexta fase.

Caso ocorresse igualdade de pontos entre duas ou mais equipes na primeira fase, os seguintes critérios técnicos de desempate, nessa ordem:[4]

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Número de gols marcados;
  4. Menor número de cartões vermelhos;
  5. Menor número de cartões amarelos;
  6. Confronto direto (somente no empate entre dois times)
  7. Sorteio

Para efeitos de classificação será adotada a seguinte forma de pontuação: 3 pontos por vitória; 1 ponto por empate; 1 ponto, além do conquistado no tempo regulamentar, para vitória por penalidades desde a marca do ponto penal.

Cidades Sedes[editar | editar código-fonte]

Localização das cidades[editar | editar código-fonte]

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Estas são as 128 equipes que participarão nesta edição:

Primeira fase
NORTE SUL CENTRO-OESTE SUDESTE
Primeira fase
NORDESTE SÃO PAULO SÃO PAULO

Calendário[editar | editar código-fonte]

O calendário de cada fase foi divulgado em 30 de novembro de 2019 e compreende as seguintes datas:[4]

Fase Partidas
Primeira Fase 02 a 10 de janeiro
Segunda Fase 11 e 12 de janeiro
Terceira Fase 13 e 14 de janeiro
Oitavas de Final 15 e 16 de janeiro
Quartas de Final 17 a 19 de janeiro
Semifinal 21 a 23 de janeiro
Final 25 de janeiro

Tabela e Resultados[editar | editar código-fonte]

A primeira fase consiste com as 128 equipes participantes divididas em 32 grupos de 4 clubes cada, os grupos foram revelados em 28 de novembro de 2019.

Segunda Fase[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2
P1 Londrina Paraná 2–1 Maranhão Timon
P2 Santos São Paulo 1–1 (2–3 p) São Paulo Ponte Preta
P3 Botafogo-SP São Paulo 2–0 Rio de Janeiro Botafogo
P4 Novorizontino São Paulo 0–2 Goiás Atlético Goianiense
P5 Vitória Bahia 0–0 (4–5 p) Paraná Paraná
P6 Red Bull Brasil São Paulo 4–0 Espírito Santo (estado) Serra
P7 Internacional Rio Grande do Sul 1–0 Rio de Janeiro Volta Redonda
P8 Desportivo Brasil São Paulo 2–1 São Paulo Capivariano
P9 Votuporanguense São Paulo 1–2 São Paulo Mirassol
P10 Joinville Santa Catarina 1–0 São Paulo Tanabi
P11 Corinthians São Paulo 3–1 Mato Grosso Cuiabá
P12 Juventude Rio Grande do Sul 2–2 (4–2 p) São Paulo Francana
P13 Tupi Minas Gerais 1–1 (6–5 p) Distrito Federal (Brasil) Gama
P14 Athletico Paranaense Paraná 1–1 (4–2 p) Bahia Bahia
P15 Fluminense Rio de Janeiro 1–1 (5–6 p) Alagoas CRB
P16 Taboão da Serra São Paulo 3–3 (2–1 p) São Paulo Ituano
P17 Ferroviária São Paulo 0–0 (4–5 p) Goiás Goiás
P18 Sertãozinho São Paulo 0–3 São Paulo Palmeiras
P19 Vasco da Gama Rio de Janeiro 1–0 Pernambuco Náutico
P20 Criciúma Santa Catarina 1–1 (3–4 p) São Paulo Itapirense
P21 Grêmio Rio Grande do Sul 1–0 Mato Grosso do Sul União ABC
P22 Chapecoense Santa Catarina 1–0 Distrito Federal (Brasil) Real
P23 Atlético Mineiro Minas Gerais 4–0 Rio Grande do Norte ABC
P24 São Bernardo São Paulo 3–1 Piauí River-PI
P25 Água Santa São Paulo 2–0 Ceará Atlético Cearense
P26 Avaí Santa Catarina 6–1 Amapá Trem
P27 Cruzeiro Minas Gerais 1–0 Pernambuco Sport
P28 Desportiva Paraense Pará 1–3 São Paulo Oeste
P29 São Paulo São Paulo 5–0 São Paulo Flamengo de Guarulhos
P30 Santa Cruz Pernambuco 1–1 (3–2 p) Paraná Operário-PR
P31 Ceará Ceará 1–3 Paraná Coritiba
P32 São Bento São Paulo 2–0 São Paulo São Caetano

Terceira Fase[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2
P33 Londrina Paraná 1–0 São Paulo Ponte Preta
P34 Botafogo-SP São Paulo 1–1 (3–0 p) Goiás Atlético Goianiense
P35 Paraná Paraná 0–3 São Paulo Red Bull Brasil
P36 Internacional Rio Grande do Sul 2–1 São Paulo Desportivo Brasil
P37 Mirassol São Paulo 2–0 Santa Catarina Joinville
P38 Corinthians São Paulo 3–1 Rio Grande do Sul Juventude
P39 Tupi Minas Gerais 1–2 Paraná Athletico Paranaense
P40 CRB Alagoas 0–1 São Paulo Taboão da Serra
P41 Goiás Goiás 1–0 São Paulo Palmeiras
P42 Vasco da Gama Rio de Janeiro 1–0 São Paulo Itapirense
P43 Grêmio Rio Grande do Sul 4–0 Santa Catarina Chapecoense
P44 Atlético Mineiro Minas Gerais 4–1 São Paulo São Bernardo
P45 Água Santa São Paulo 1–2 Santa Catarina Avaí
P46 Cruzeiro Minas Gerais 0–0 (1–3 p) São Paulo Oeste
P47 São Paulo São Paulo 2–0 Pernambuco Santa Cruz
P48 Coritiba Paraná 1–0 São Paulo São Bento

Fase Final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
           
 Paraná Londrina  1(1)
 São Paulo Botafogo-SP (pen)  1(3)  
 São Paulo Botafogo-SP  0
   Rio Grande do Sul Internacional  2  
 São Paulo Red Bull Brasil  1(5)
 Rio Grande do Sul Internacional (pen)  1(6)  
 Rio Grande do Sul Internacional  3
   São Paulo Corinthians  1  
 São Paulo Mirassol  1
 São Paulo Corinthians  2  
 São Paulo Corinthians  1
   Paraná Athletico Paranaense  0  
 Paraná Athletico Paranaense  2
 São Paulo Taboão da Serra  1  
 Rio Grande do Sul Internacional  
   Rio Grande do Sul Grêmio  
 Goiás Goiás  2
 Rio de Janeiro Vasco da Gama  4  
 Rio de Janeiro Vasco da Gama  1(3)
   Rio Grande do Sul Grêmio (pen)  1(4)  
 Rio Grande do Sul Grêmio  4
 Minas Gerais Atlético Mineiro  1  
 Rio Grande do Sul Grêmio  1
   São Paulo Oeste  0  
 Santa Catarina Avaí  0(2)
 
 São Paulo Oeste (pen)  0(4)  
 São Paulo Oeste  2
   São Paulo São Paulo  1  
 São Paulo São Paulo  3
 Paraná Coritiba  1  

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020
Rio Grande do Sul
A definir
Campeão
(?º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols Jogador Time
10 Brasil Felipe Micael Mirassol
7 Brasil Sandrinho São Bernardo
6 Brasil Elias Grêmio
Brasil Foguinho Chapecoense
Brasil Riquelme Atlético Goianiense
5 Brasil Adiel Avaí
Paraguai Galeano São Paulo
Brasil Paulo Victor Athletico Paranaense
Brasil Patrick Tupi

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Brasil Felipe Micael Mirassol Linhares 4–1 3 de janeiro [7]
Brasil Ronaldo São Caetano Nacional-SP 3–1 4 de janeiro [8]
Brasil Riquelme Atlético Goianiense Assisense 4–0 9 de janeiro [9]
Brasil Calebe Atlético Mineiro São Bernardo 4–1 14 de janeiro [10]

Poker-tricks [nota 4][editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Brasil Foguinho Chapecoense União ABC 5–1 3 de janeiro [11]

Técnicos[editar | editar código-fonte]

Equipe Técnico
Osvaldo Cruz Brasil PC (1ª—3ª)
Londrina Brasil Silvinho (1ª—Oitavas de final)
São José-RS Brasil Rodrigo (1ª—3ª)
Ponte Preta Brasil Sandro Forner (1ª—Terceira Fase)
Marília Brasil Tupãzinho (1ª—3ª)
Santos Brasil Márcio Zanardi (1ª—Segunda Fase)
Timon Brasil Jairo Nascimento (1ª—Segunda Fase)
Olímpico Brasil Adeílson Santos (1ª—3ª)
Assisense Brasil Alceu Rodrigues (1ª—3ª)
Atlético Goianiense Brasil Raphael Miranda (1ª—Terceira Fase)
Dimensão Saúde Brasil Genivaldo (1ª—3ª)
Botafogo-SP Brasil Fernando Braghin (1ª—Quartas de final)
Noroeste Brasil Luciano Sato (1ª—3ª)
Botafogo Brasil Marcos Soares (1ª—Segunda Fase)
Visão Celeste Brasil Hélio Florêncio (1ª—3ª)
Novorizontino Brasil William Sander (1ª—Segunda Fase)
XV de Jaú Brasil Sérgio Caetano (1ª—3ª)
Vitória Brasil Rodrigo Chagas (1ª—Segunda Fase)
Serra Brasil Alan Muzi (1ª—Segunda Fase)
Guarani Brasil Sérgio Baresi (1ª—3ª)
Velo Clube Brasil Leandro Samarone (1ª—3ª)
Paraná Brasil Jorge Ferreira (1ª—Terceira Fase)
Nacional-AM Brasil José Ribamar (1ª—3ª)
Red Bull Brasil Brasil Alexandre Lemos (1ª—Oitavas de final)
Capivariano Brasil Erick Martins (1ª—Segunda Fase)
Internacional Brasil Fábio Matias (1ª—)
Confiança-PB Brasil César Wellington (1ª—3ª)
Linense Brasil Edivan Coelho (1ª—3ª)
Desportivo Brasil Brasil Leonardo Galbes (1ª—Terceira Fase)
América Mineiro Brasil Paulo Ricardo (1ª—3ª)
Volta Redonda Brasil Neto Colucci (1ª—Segunda Fase)
Galvez Brasil Oziel Moreira (1ª—3ª)
Tanabi Brasil Aílton Modesto (1ª—Segunda Fase)
Fortaleza Brasil Laelson Lopes (1ª—3ª)
Brasil de Pelotas Brasil Yuri Salenave (1ª—3ª)
Votuporanguense Brasil Rainer Oliveira (1ª—Segunda Fase)
Mirassol Brasil Mário Henrique (1ª—Oitavas de final)
Joinville Brasil Pedrinho Maradona (1ª—Terceira Fase)
Nova Iguaçu Brasil Hermes Júnior (1ª—3ª)
Linhares Brasil Jean Paulista (1ª—3ª)
Francana Brasil Cocão (1ª—Segunda Fase)
Corinthians Brasil Dyego Coelho (1ª—)
Retrô Brasil Thiago Souza (1ª—3ª)
Fluminense-PI Brasil Carlos Alberto (1ª—3ª)
Comercial Brasil Gustavo Marciano (1ª—3ª)
Juventude Brasil Lucas Zanella (1ª—Terceira Fase)
Cuiabá Brasil Eduardo Henrique (1ª—Segunda Fase)
Desportiva Perilima Brasil Dinho (1ª—3ª)
Primavera Brasil Elton Mota (1ª—3ª)
Bahia Brasil Pablo Fernandez (1ª—Segunda Fase)
Tupi Brasil Wesley Assis (1ª—Terceira Fase)
XV de Piracicaba Brasil Dênis Augusto (1ª—3ª)
Paulista Brasil Thiago Laurindo (1ª—3ª)
Athletico Paranaense Brasil Rafael Guanaes (1ª—Quartas de final)
Gama Brasil Leonardo Roquete (1ª—Segunda Fase)
Rio Claro Brasil Wagner Salino (1ª—3ª)
Ituano Brasil Zé Sérgio (1ª—Segunda Fase)
Fluminense Brasil Eduardo Oliveira (1ª—Segunda Fase)
Socorro Japão Yasutoshi Miura (1ª—3ª)
Vilhenense Brasil Edilsinho (1ª—3ª)
Taboão da Serra Brasil Diego Souza (1ª—Oitavas de final)
CRB Brasil Bebeto Moraes (1ª—Terceira Fase)
Vila Nova Brasil Marcelo Gaúcho (1ª—3ª)
Inter de Limeira Brasil Marcos Bruno (1ª—3ª)
Ferroviária Brasil Leonardo Mendes (1ª—Segunda Fase)
Palmeiras Brasil Wesley Carvalho (1ª—Terceira Fase)
União Rondonópolis Brasil Edmar Pereira (1ª—3ª)
Petrolina Brasil William Lima (1ª—3ª)
Sertãozinho Brasil Lúcio Borges (1ª—Segunda Fase)
Goiás Brasil Augusto César (1ª—Oitavas de final)
Confiança-SE Brasil Erik Luchesi (1ª—3ª)
Penapolense Brasil Plínio Godoy (1ª—3ª)
Itapirense Brasil Eduardo Clara (1ª—Terceira Fase)
Vasco da Gama Brasil Alexandre Grasseli (1ª—Quartas de final)
Carajás Brasil Klésio Borges (1ª—3ª)
Jacuipense Brasil Vicente Grillo (1ª—3ª)
Jaguariúna Brasil Rodriguinho (1ª—3ª)
Criciúma Brasil Lalo (1ª—Segunda Fase)
Náutico Brasil Levi Gomes (1ª—Segunda Fase)
Santo André Brasil Milton Cacioli Júnior (1ª—3ª)
União Mogi Brasil Ewerton Guimarães (1ª—3ª)
Grêmio Brasil César Lopes (1ª—)
Real-DF Brasil Gérson Ramos (1ª—Segunda Fase)
Juventus-SP Brasil Marcel Barbosa (1ª—3ª)
União Suzano Brasil Felipe Freitas (1ª)
Brasil Sérgio Veloso (2ª—3ª)
Chapecoense Brasil Max Sandro (1ª—Terceira Fase)
União ABC-MS Brasil Daniel Franklin (1ª—Segunda Fase)
São Raimundo-RR Brasil Beto Vieira (1ª—3ª)
Taubaté Brasil Douglas Leite (1ª—3ª)
Atlético Mineiro Brasil Marcos Valadares (1ª—Oitavas de final)
River-PI Brasil José Roberto Silva (1ª—Segunda Fase)
Capital-TO Brasil Ricardo Pagani (1ª—3ª)
Manthiqueira Brasil Thiago Ferri (1ª—3ª)
ABC Brasil Gilmar Oliveira (1ª—Segunda Fase)
Resende Brasil Sérgio Sargentim (1ª—3ª)
São Bernardo Brasil Leandro Mehlich (1ª—Terceira Fase)
Água Santa Brasil Douglas Neves (1ª—2ª)
Brasil Adriano Piemonte (3ª—Terceira Fase)
Flamengo Não participou
Trem Brasil Sandro Macapá (1ª—Segunda Fase)
Vitória da Conquista Brasil Guilhermino Lima (1ª—3ª)
Mauá Brasil Fernando Silva (1ª—3ª)
Avaí Brasil Fabrício Bento (1ª—Oitavas de final)
Nova Andradina Brasil Éder Baratella (1ª—3ª)
Atlético Cearense Brasil Michel Lima (1ª—Segunda Fase)
Oeste Brasil Mirandinha (1ª—)
Cruzeiro Brasil Célio Lúcio (1ª—Terceira Fase)
Trindade Brasil Muriel Fernandes (1ª—3ª)
Sergipe Brasil Rodrigo Matos (1ª—3ª)
Osasco Audax Brasil Jean Paulista (1ª—3ª)
Sport Brasil César Lucena (1ª—Segunda Fase)
Desportiva-PA Brasil Matheus Lima (1ª—Segunda Fase)
Moto Club Brasil Raimundinho Lopes (1ª—3ª)
EC São Bernardo Brasil Galego (1ª—3ª)
São Paulo Brasil Orlando Ribeiro (1ª—Quartas de final)
Operário-PR Brasil Joel Preisner (1ª—Segunda Fase)
Palmeira-RN Brasil João Paulo (1ª—3ª)
Flamengo-SP Brasil Raphael Laruccia (1ª—Segunda Fase)
Santa Cruz Brasil Felipe Alves (1ª—Terceira Fase)
América-RJ Brasil André Silva (1ª—3ª)
Guarulhos Brasil Fábio Cunha (1ª—3ª)
Nacional-SP Brasil Ricardo Perpétuo (1ª—3ª)
Ceará Brasil Fábio Caponi (1ª—Segunda Fase)
Canaã-BA Brasil João Carlos (1ª—3ª)
São Caetano Brasil Ânderson Lima (1ª—Segunda Fase)
Portuguesa Brasil Wendell Freitas (1ª—3ª)
CSA Brasil Adriano Cabeça (1ª—3ª)
Coritiba Brasil Ricardo Quandt (1ª—Oitavas de final)
São Bento Brasil Kike Andrade (1ª—Terceira Fase)

Mudança de Técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Bandeira Suzano.png União Suzano Brasil Felipe Freitas Demitido 3 de janeiro União Suzano 0–3 São Raimundo-RR 3° (Grupo 22) Brasil Sérgio Veloso [12]
Bandeira de Diadema-SP, Brasil.png Água Santa Brasil Douglas Neves Demitido 9 de janeiro Água Santa 2-0 Vitória da Conquista 1° (Grupo 25) Brasil Adriano Piemonte [13] [14]

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Oficialmente a FPF não reconhece uma classificação geral na Copa São Paulo de Futebol Júnior. A tabela a seguir classifica as equipes de acordo com a fase alcançada e considerando os critérios de desempate.

Notas

  1. a b c d Inicialmente a competição teria 128 times. Contudo o Flamengo-RJ anunciou que não disputará a competição.[1] A Federação Paulista de Futebol decidiu não substituir o time carioca e todos os adversários do clube na primeira fase ganharão por W.O.[2]
  2. a b A sede oficial do Grupo 7 é Capivari porém os jogos foram realizados no Estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara d'Oeste porque a Federação Paulista de Futebol interditou a Arena Capivari após parte da arquibancada ceder. Os times permaneceram hospedados em Capivari e o Capivariano permaneceu como clube sede do grupo.[5]
  3. a b A sede oficial do Grupo 16 é Taboão da Serra porém os jogos foram realizados no Estádio Municipal Hermínio Espósito, em Embu das Artes porque a Federação Paulista de Futebol interditou o Estádio Municipal Vereador José Ferez. Os times permaneceram hospedados em Taboão da Serra e o Taboão da Serra permaneceu como clube sede do grupo.[6]
  4. Poker-trick é o nome dado quando o jogador faz 4 gols na mesma partida.

Referências

  1. «Após impasse com Federação Paulista, Flamengo comunica que não disputará a Copinha em 2020». Globoesporte.com. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  2. «Federação Paulista decide não substituir Flamengo na Copinha, e rivais no grupo vencerão por WO». Globoesporte.com. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  3. «O Estadão:Copinha terá todos os jogos com transmissão». Consultado em 13 de novembro de 2019 
  4. a b «Regulamento Específico da 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020» (PDF). Federação Paulista. Consultado em 1 de janeiro de 2020 
  5. «Interdição de estádio provoca mudança no local dos jogos do grupo do Inter na Copinha». Globoesporte.com. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  6. «Interdição de estádio provoca mudança no local dos jogos do grupo do Inter na Copinha». Globoesporte.com. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  7. «Com hat-trick de Filipe Micael, Mirassol goleia o Linhares na estreia da Copa SP». GloboEsporte.com. 3 de janeiro de 2019. Consultado em 3 de janeiro de 2019 
  8. «São Caetano estreia com vitória sobre o Nacional com três gols de Ronaldo». BocainaInforma.com.br. 4 de janeiro de 2019. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  9. «Com hat-trick de Riquelme, Atlético-GO elimina Assisense e se classifica no Grupo 3 da Copinha». GloboEsporte.com. 9 de janeiro de 2019. Consultado em 9 de janeiro de 2019 
  10. «Com hat-trick de Calebe, Atlético goleia São Bernardo e encara o Grêmio nas oitavas da Copa São Paulo». Mg.SuperEsportes.com. 14 de janeiro de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2019 
  11. «Em tarde do artilheiro Foguinho, Chapecoense goleia o União ABC-MS na estreia na Copinha». GloboEsporte.com. 3 de janeiro de 2019. Consultado em 3 de janeiro de 2019 
  12. «Após derrota na estreia da Copa SP, USAC define a saída do técnico Felipe Freitas e anuncia substituto» 
  13. «Diretoria do Água Santa anuncia desligamento de treinador do Sub-20» 
  14. «Adriano Piemonte assume Netuno na Copa São Paulo» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]