Dodanim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O mundo como era conhecido pelos Hebreus

Dodanim, Rodanim ou Doranim é um personagem do Antigo Testamento, o quarto filho de Javã.[1] Javã foi o quarto filho de Jafé,[2][3] filho de Noé.[4]

Dodanim (em hebraico: דודנים) ou Rodanim (em hebraico: רודנים, em grego: Ρόδιοι) foi, no Livro de Gênesis um bisneto de Noé. Os irmãos de Dodanim, de acordo com Gênesis 10:4, foram Elisa, Társis e Quitim[5]. Ele é frequentemente associado com as pessoas da ilha de Rodes como seu progenitor. "-im" é um sufixo de plural em hebraico, os habitantes de Rodes[6] foram também chamados de Rodanim ou Dodanim. Manuscritos hebreus tradicionais são divididos entre as pronúncias Dodanim e Rodanim — onde uma é um provável erro do copista, como as letras hebraicas para R e D são praticamente idênticas. O Pentateuco samaritano tem Rodanim.

Assim como Javã foi identificado como o ancestral dos gregos [7][8] ou dos jônios,[9] seus filhos foram identificados a grupos de gregos.

No Livro da Abelha, atribuído a Salomão, bispo de Baçorá,[10] os filhos de Javã se distribuíram com Elisá ficando na Grécia (os helenos), Társis na Cilícia, Quitim em Chipre e Doranim sendo ancestral dos macedônios.[10]

Nas Crônicas de Jerameel, uma coleção de eventos bíblicos misturados com história romana, dados geográficos e genealogias,[11] os filhos de Dodanim são Iteb, Bēath e Faneg, de acordo com a Pseudo-Philo (c. 70), o último destes é tido como príncipe dos Jafetitas no tempo da Torre de Babel.[12], que dividiram entre si as terras da Pérsia, Media e as ilhas do mar.[3] Faneg, filho de Dodanim, foi o primeiro a navegar com barcos no mar.[13]

Eles têm também sido conectados[14] com o Dardanoi troiano. Dodanim foi considerado outro parente dos gregos[15] ou simplesmente gregos[16][17].

Kenneth Kitchen discute duas etimologias possíveis adicionais[18]. Em uma possibilidade ele sugere que "ambos, Dodanim e Rodanim foram reduzidos de Dordanim -- pela perda de um "R" médio em Gênesis 10:4 (Dordanim > Dodanim) e de um "D" inicial em I Crônicas 1:7 (<Do>rdanim > Rodanim). O Dardanayu ocorre em uma lista egípcia de nomes egeus sob Amenophis III ... e a maioria dos aliados hititas contra Ramesses II na Batalha de Qadesh em 1275; alguns poderiam ligar estes com o clássico Dardanoi."[19] Ele também sugere que o nome Dodanium deve ser uma forma alterada de Danunim, um antigo povo do Oriente Próximo mencionado nas cartas de Amarna, cuja origem e identidade é até agora cercado por uma "dúvida considerável".[20].

Árvore genealógica baseada em Gênesis[editar | editar código-fonte]

Noé
Sem
Cam
Jafé
Gômer
Magogue
Madai
Javã
Tubal
Mesech
Tiras
Elisá
Társis
Quitim
Dodanim

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gênesis 10:4
  2. Gênesis 10:2
  3. a b Crônica de Jerameel, 27.2, tr. Mose Gaster (1899) [em linha]
  4. Gênesis 10:1
  5. Historical Origins by Robert Shaw
  6. The International Standard Bible Encyclopedia
  7. Salomão, Bispo de Baçorá, Livro da Abelha, Capítulo XXII, Sobre as gerações de Noé [em linha]
  8. Easton's Bible Dictionary, Javan [em linha]
  9. Robert Jamieson, A. R. Fausset e David Brown, A Commentary, Critical, Practical, and Explanatory on the Old and New Testaments (1882) [em linha]
  10. a b Livro da Abelha, prefácio do tradutor E. A. Wallis Budge, 23 de outubro de 1886 [em linha]
  11. J. B. Hare, autor do site www.sacred-texts.com, Index, Chronicles of Jerahmeel, tr. Moses Gaster (1899) [em linha]
  12. James, M.R. The Biblical Antiquities of Philo. S.P.C.K. London. 1917, chapter IV.
  13. Crônica de Jerameel, 27.3, tr. Moses Gaster (1899)
  14. Paul and the nations
  15. The Bible Knowledge Commentary: Old Testament
  16. HistoricalOrigins
  17. The western paradise: Greek and Hebrew traditions by James E. Miller, 1996, "Os quatro filhos de Javã, Quitim, Elisa, Társis e Dodanim, não dividem os gregos ao longo das linhas que eles dividiram eles mesmos,"
  18. Kitchen, K.A. On the Reliability of the Old Testament. Grand Rapids and Cambridge: William B. Eerdmans Publishing Company, pg. 593.
  19. ibid.
  20. Boardman, John. The Cambridge Ancient History: Volume 3, Part 1. Cambridge University Press, 1982, pg. 430.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Barker, Burdick, Stek, Wessel, Youngblood (Eds.). (1995). The New International Version Study Bible. (10th Ann ed). Grand Rapids, MI: Zondervan.
  • Bright, John. (2000). A History of Israel. (4th ed.). Louisville, KY: Westminster John Knox Press.
  • DeVaux, Roland. (1997). Ancient Israel. (John McHugh, Trans.) Grand Rapids, MI: Eerdmans.
  • Freedman, David Noel (Ed.). (2000). Eerdmans Dictionary of the Bible. (pp. 597) Grand Rapids, MI: Eerdmans.
  • Wood, Millard, Packer, Wiseman, Marshall (Eds.). (1996). New Bible Dictionary (3rd ed.) (pp. 477). Downers Grove, IL: Intervarsity Press.