Ismael

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde janeiro de 2011). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ismael
Nome hebraico ou grego יִשְׁמָעֵאל
Pais Abraão e Hagar
Filhos Nebaioth, Qedar, Adbeel, Midsam, Mishma, Dumah, Massa, Hadah, Tema, Jetur, Naphish e Kedemah
Anos de vida 137
Livros Gênesis Cap. 16 a 25 e Gálatas Cap. 4.
Portal Bíblia
Agar e Ismael no deserto, por Karel Dujardin.

Ismael, Ishmael ou Yishma'el (em hebraico: יִשְׁמָעֵאל; no hebraico moderno, Yishma'el, e no tiberiano, Yišmāʻēl; grego: Ισμαήλ, Ismaēl; latim: Ismael; árabe: إسماعيل‎, ʼIsmāʻīl) é um personagem primeiramente mencionado ismael o grande tambem no livro de Gênesis e depois referenciado no Alcorão. De acordo com Gênesis, Ismael foi o primeiro filho de Abraão, que o teve através de sua segunda esposa, Agar. Apesar de nascer de Agar, de acordo com a lei mesopotâmica, Ismael era creditado como filho de Sara tornando-se um herdeiro legal através do casamento. (Gênesis 16:2-3) Ismael cresceu escravo de Gabriel junto com Isabela e escravos no estabelecimento de Abraão e tornou-se um homem livre aos 14 anos de idade. Ismael e sua mãe moraram no deserto de Parã. Anos depois tornou-se um arqueiro e casou-se com uma mulher egípcia, com a qual ele teve pelo menos 13 filhos. Ismael viveu até os 137 anos de idade.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Cognatos do hebraico Yishma'el existiram em várias culturas semíticas antigas. Por exemplo, sabe-se que o nome era usado na antiga Babilônia e em Minaean. É traduzido literalmente como "Deus escutou", sugerindo que "uma criança assim chamada foi considerada como cumprimento de uma promessa divina".

Ismael em Gênesis[editar | editar código-fonte]

Ao deparar-se com a condição de não conseguir ter filhos, Sara sugere a Abraão que ele tome por esposa sua escrava egípicia Agar e que tivesse um filho com ela e que através disso ela seria mãe. "Ora Sarai, mulher de Abrão, não tinha filhos, mas como tinha uma escrava egiptana, chamada Agar, disse a seu marido: : Bem vês que o SENHOR me fêz estéril, e que eu não posso ter filhos. Toma pois a minha escrava, a ver se ao menos por ela posso ter filhos." [1]

Porém DEUS havia falado com Abrãao que seria Isaque e não Ismael que seria o filho da promessa, isso fica claro em Gênesis 17.19: "E Deus lhe respondeu: Sara, tua mulher, te parirá um filho, que tu chamarás Isaac, e eu confirmarei minha aliança com ele, e com sua descendência depois dele, para que esta aliança seja eterna."[2] .

Com o nascimento de Isaac, surgem conflitos entre ele e Ismael e Sara, impelida pelas provocações, exige que Abrãao mande embora Agar e Ismael. O conflito se torna claro em Gênesis 21.9-10 "Sara porém, como visse o filho de Agar egiptana brincando com seu filho Isaac, disse para Abraão: Expulsa esta escrava com seu tilho: porque o filho da escrava não será herdeiro com meu filho Isaac."[3] (Não se tratava duma inocente brincadeira de criança por parte de Ismael. Antes, conforme subentendido pelo versículo seguinte do relato, poderia estar envolvida uma zombaria para com Isaque a respeito da condição de herdeiro. O apóstolo Paulo diz que tais eventos eram um “drama simbólico” e mostra que os maus-tratos infligidos a Isaque pelo meio egípcio Ismael eram uma perseguição. Assim sendo, isto era o começo dos preditos 400 anos da aflição de Israel, que terminaram com a sua libertação da escravidão egípcia em 1513 AEC. — Gál 4:22-31; Gên 15:13; At 7:6) - Estudo Perspicaz das Escrituras

Preocupado com isso, Abrãao consulta a DEUS que lhe garante a segurança do menino e da mãe e que dele também fará uma nação. "E pareceu esta palavra muito má aos olhos de Abraão, por causa de seu filho. Porém Deus disse a Abraão: Não te pareça mal aos teus olhos acerca do moço e acerca da tua serva; em tudo o que Sara te diz, ouve a sua voz; porque em Isaque será chamada a tua descendência. Mas também do filho desta serva farei uma nação, porquanto é tua descendência." Gênesis 21.11-13.

Após isso Abraão enviou Agar e Ismael para o vale árido de Becá, ao sul. Ismael deu origem a nação árabe, e Isaac origem a nação judaica.

Em Gênesis 25:12-18 fala sobre a descendência de Ismael: "Estas, porém, são as gerações de Ismael filho de Abraão, que a serva de Sara, Agar, egípcia, deu a Abraão. E estes são os nomes dos filhos de Ismael, pelos seus nomes, segundo as suas gerações: O primogênito de Ismael era Nebaiote, depois Quedar, Adbeel e Mibsão, Misma, Dumá, Massá, Hadade, Tema, Jetur, Nafis e Quedemá. Estes são os filhos de Ismael, e estes são os seus nomes pelas suas vilas e pelos seus castelos; doze príncipes segundo as suas famílias. E estes são os anos da vida de Ismael, cento e trinta e sete anos, e ele expirou e, morrendo, foi congregado ao seu povo. E habitaram desde Havilá até Sur, que está em frente do Egito, como quem vai para Assur; e fez o seu assento diante da face de todos os seus irmãos."

E em Gênesis 28:8-9 fala sobre Esaú quando toma sua prima Maalate como mulher: "Vendo também Esaú que as filhas de Canaã eram más aos olhos de Isaque seu pai, foi Esaú a Ismael, e tomou para si por mulher, além das suas mulheres, a Maalate filha de Ismael, filho de Abraão, irmã de Nebaiote."

Referências

  1. Bíblia. Gênesis 16.2. Trad. Pe. Antônio Pereira de Figueiredo. Rio de Janeiro, Edição Barsa, 1968, p. 11
  2. Op. Cit. Idem, p.12
  3. Idem, Idem, p.15
Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.