Fausto Sampaio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Fausto Sampaio (Anadia, 4 de Abril de 18931956) foi um pintor impressionista e paisagista português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fausto Sampaio nasceu em Alféolas, Anadia a 4 de Abril em 1893. A incapacidade auditiva que o atingiu ao 22 meses de idade tornou-o surdo-mudo e dotou-o, de certa forma, de uma grande sensibilidade para se exprimir através da pintura.

Possuidor de grande mestria técnica e de uma sensibilidade inigualável, Fausto Sampaio foi um impressionista de grande versatilidade e um paisagista nato; realizou obras únicas em que a rápida pincelada e a extrema facilidade de manejar a espátula, lhe permitiram captar a impressão dos momentos que viveu, instantes quase palpáveis, fazendo-os perdurar para sempre.

Foi inexcedível na representação das terras do Vale do Rio Vouga. Imbuído no espírito da procura de uma identidade nacional, Fausto Sampaio atinge o auge da sua carreira artística nas décadas de 30 e 40 do século XX, época em que realizou grande parte das suas obras nas províncias ultramarinas e que lhe valeram o título de "Pintor do Império". As suas obras, fruto da vivência nas terras por onde viajou, como Goa, Diu, Damão ou Timor, mas também daquelas em que viveu, como Macau, exprimem a atmosfera, os contrastes, a paisagem, a luz, as figuras e as formas próprias de cada uma.

Foi discípulo de Jules Renard, tendo frequentado as academias de Paris. Foi um dos mestres do pintor ilhavense Cândido Teles, a partir de 1939, que dele terá perfilhado o gosto pelas representações pictóricas dos coloridos moliceiros da Ria de Aveiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Lista de pintores de Portugal

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.