Gorgeous

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o filme de 1999, veja Boh lee chun.
"Gorgeous"
Single de Taylor Swift
do álbum Reputation
Lançamento 1 de dezembro de 2017 (2017-12-01)
Formato(s)
Gravação MXM Studios
(Estocolmo; Los Angeles, Califórnia)
Gênero(s) Pop
Duração 3:29
Gravadora(s) Big Machine
Composição
Letrista(s)
  • Max Martin
  • Shellback
Cronologia de singles de Taylor Swift
"New Year's Day"
(2017)
"Delicate"
(2018)

"Gorgeous" é uma canção gravada pela cantora e compositora norte-americana Taylor Swift para o seu sexto álbum de estúdio Reputation (2017). A faixa foi inicialmente lançada como o segundo single promocional do disco, em 20 de outubro de 2017, e posteriormente foi enviada às rádios mainstream britânicas, em 1º de dezembro seguinte, servindo como o quinto single oficial do álbum.[1] A canção chegou ao top 10 na Austrália e no Canadá, e ao top 20 no Reino Unido, Estados Unidos, Irlanda e Escócia.

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento de "...Ready for It?", os fãs começaram a especular que Swift lançaria uma nova canção em 13 de outubro de 2017. Em vez disso, ela realizou uma festa de escuta secreta, onde ela tocou seu sexto álbum de estúdio, Reputation, para 100 fãs de todo o mundo.[2][3] Alguns dias depois, no dia 19, a cantora anunciou o lançamento de uma canção intitulada "Gorgeous" através de sua conta no Instagram, juntamente com uma breve amostra da faixa, a qual continha "uma voz de bebê dizendo 'gorgeous' sobre um base musical eletro-pop", conforme descrito pela revista Billboard.[4][5] Ela foi, então, lançada um dia depois, em 20 de outubro de 2017, como o segundo single promocional de Reputation.[6] No mesmo dia, um lyric video da canção foi lançado.[7]

Composição[editar | editar código-fonte]

"Gorgeous" foi escrita por Swift, juntamente com Max Martin e Shellback, que também produziram a faixa.[8] Ela foi descrita como um canção "pop feita para as rádios".[9] Em relação à letra, a canção descreve "a busca por um par romântico irritante", o qual Swift descreve como "gorgeous" (lindo). Hugh McIntyre, da revista Forbes, caracterizou a produção da canção como "simultaneamente uma bateria 808 básica e uma tentativa de algo que empurra o eletro-pop para um território mais interessante do que o Top 40 está acostumado".[10] Maeve McDermott do jornal USA Today comparou o refrão da canção ao som de Katy Perry.[11] De acordo com a revista Elle, o homem mencionado na canção é o ator britânico Joe Alwyn, que é o namorado atual de Swift.[12] A canção foi composta no tom de Dó maior com um ritmo de 92 batidas por minuto, com os vocais de Swift abrangendo de Sol3 a 5.[13]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Maeve McDermott, do jornal USA Today, elogiou a canção, chamando-a de "prova adicional da dominação do pop da rainha deles", para os fãs de Taylor Swift, e "um presságio promissor de que a velha Taylor pode não estar morta ainda" para os "ouvintes que até agora têm estado céticos sobre a nova direção de Swift ".[11] A revista Glamour afirmou que a canção era prova de que Swift estava "solitariamente salvando a música pop em 2017", chamando-a de "efervescente" e "deliciosa", devido a ela ser "ligeiramente à esquerda do estilo central".[14] Em uma crítica positiva, na revista Variety, Chris William chamou-a de uma "canção mais convencional de Taylor Swift" que "traz alguns dos convencionais prazeres que apenas uma canção pop sobre apaixonar-se profundamente consegue trazer".[15] Jon Blistein, da revista Rolling Stone achou que a canção é "o yang para o vingativo e raivoso yin de "Look What You Made Me Do", pois Swift canta "saudosamente" sobre um homem com um "pop gentil e feito para as rádios".[9]

Clayton Purdom do website The A.V. Club chamou-a de "seu primeiro single bom, após uma eternidade", afirmando que a canção "limpa o baixo padrão deixado por seus dois antecessores ["Look What You Made Me Do" e "...Ready for It?"]" e se iguala facilmente às melhores canções presentes em 1989.[16] Eric Renner Brown da revista Entertainment Weekly deu à canção uma nota B+.[17] Richard S. He da revista Billboard começou dizendo que os versos da canção são "os mais sem graça de Swift", afirmando que a protagonista "não é uma boa pessoa", ao mesmo tempo percebendo que ela estava interpretando um personagem e que "nunca fora mais inteligente".[18] Spencer Kornhaber, da revista The Atlantic, disse que a canção é "na superfície, a mais similar à 1989 das três canções de Reputation, até agora" e afirmou que "a canção é muito cativante e refrescantemente direta".[19] Em uma crítica mista, Frank Guan do site Vulture afirmou que a canção "não é terrível", mas é "mais uma canção de Reputation que não está à altura do seu título".[20]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, a canção estreou na posição de número treze na parada Billboard Hot 100, que combina dados de streaming, airplay e vendas, também chegou à 16ª posição na parada Streaming Songs, com 16,9 milhões de streams nos EUA. Esta tornou-se a 14ª canção número 1 da cantora na parada Digital Songs, com vendas iniciais de 68 mil cópias, e com "Gorgeous" estreando no topo desta parada, Swift empatou com Rihanna como artista com mais canções numero um na história da parada: 14 cada. Swift também ampliou o seu recorde de canções que estrearam na posição de numero 1 a 13.[21]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2017) Melhor
posição
 Alemanha (Media Control Charts)[22] 45
 Austrália (ARIA Charts)[23] 9
 Canadá (Canadian Hot 100)[24] 9
 Coreia do Sul (Gaon Music Chart)[25] 94
Escócia (The Official Charts Company)[26] 12
 Eslováquia (IFPI Slovenská Republika)[27] 17
 Estados Unidos (Billboard Hot 100)[28] 13
 Finlândia (IFPI Finlândia)[29] 22
 França (Syndicat National de l'Édition Phonographique)[30] 64
 Grécia (Greece Digital Songs)[31] 7
 Irlanda (Irish Recorded Music Association)[32] 18
 Itália (Federazione Industria Musicale Italiana)[33] 66
 Noruega (VG-lista)[34] 28
 Nova Zelândia (NZ Top 40 Singles)[35] 19
 Países Baixos (MegaCharts)[36] 60
 Reino Unido (UK Singles Chart)[37] 15
 Suécia (Sverigetopplistan)[38] 41
União Europeia (Euro Digital Songs)[39] 15

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora(s)
Vários[6][8] 20 de outubro de 2017 Big Machine

Certificações[editar | editar código-fonte]

País (Empresa) Certificação
 Estados Unidos (RIAA)[40] Ouro

Referências

  1. Lars Brandle (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift's 'Gorgeous' New Single Has Arrived: Watch the Lyric Video». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  2. Amy Mackelden (14 de outubro de 2017). «Taylor Swift Just Hosted Her First 'Reputation' Listening Party in London». Elle (em inglês). Hachette Filipacchi Médias. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  3. Jennifer Drysdale (13 de outubro de 2017). «Taylor Swift Holds First Secret 'Reputation' Listening Party for Fans in the UK and Swifties Are Freaking Out». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 20 de outubro de 2017 
  4. Alissa Bailey (19 de outubro de 2017). «Taylor Swift Announces a New "Gorgeous" Taylor Swift Song Is Coming». Elle (em inglês). Hachette Filipacchi Médias. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  5. Shira Karsen (19 de outubro de 2017). «Taylor Swift Teases New Track 'Gorgeous' Before Release». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  6. a b «Gorgeous - Single» (em inglês). E.U.A.: iTunes Store. 20 de outubro de 2017. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  7. «Taylor Swift - Gorgeous (Lyric Video)» (em inglês). Vevo. 20 de outubro de 2017. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  8. a b «Gorgeous». TIDAL (em inglês). 20 de outubro de 2017. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  9. a b Jon Blistein (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift Plays Nice on Romantic New Song 'Gorgeous'». Rolling Stone (em inglês). Wenner Media LLC. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  10. Hugh McIntyre (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift Drops New Single 'Gorgeous' From Upcoming Album 'Reputation'». Forbes (em inglês). Consultado em 20 de outubro de 2017 
  11. a b Maeve McDermott (19 de outubro de 2017). «Taylor Swift's 'Gorgeous' is her best new 'Reputation' single so far». USA Today (em inglês). Gannett Company. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  12. Alissa Bailey (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift's "Gorgeous" Song Lyrics Seem to Tell Her and Joe Alwyn's Love Story». Elle (em inglês). Hachette Filipacchi Médias. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  13. Taylor Swift, Max Martin, Shellback. «Gorgeous by Taylor Swift - Digital Sheet Music». Musicnotes.com (em inglês). Consultado em 20 de outubro de 2017 
  14. Christopher Rosa (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift Just Released an Insanely Catchy New Song Called 'Gorgeous'». Glamour (em inglês). Condé Nast. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  15. Chris Willman (20 de outubro de 2017). «Song Review: Taylor Swift's 'Gorgeous'». Variety (em inglês). Penske Media Corporation. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  16. Clayton Purdom (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift releases "Gorgeous," her first good single in forever». The A.V. Club (em inglês). Onion, Inc. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  17. Eric Renner Brown (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift's 'Gorgeous' reveals she lied to you about the Old Taylor: EW review». Entertainment Weekly (em inglês). Time Inc. Consultado em 20 de outubro de 2017 
  18. Richard S. He (20 de outubro de 2017). «Taylor Swift's 'Gorgeous' Turns Love Into Slapstick Romantic Comedy». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 21 de outubro de 2017 
  19. Spencer Kornhaber (20 de outubro de 2017). «'Gorgeous' Doubles Down on Taylor Swift's New Attitude». The Atlantic (em inglês). Emerson Collective. Consultado em 1 de novembro de 2017 
  20. Frank Guan (20 de outubro de 2017). «The Odd Timing and Faulty Logic of Taylor Swift's 'Gorgeous'». Vulture (em inglês). Consultado em 22 de outubro de 2017 
  21. S Gary Trust (30 de outubro de 2017). «Taylor Swift Ties Rihanna for Most Digital Song Sales No. 1s With Debut of 'Gorgeous'». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 1 de novembro de 2017 
  22. «Taylor Swift – Gorgeous (Media Control Charts)» (em inglês). Media Control Charts. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  23. «Taylor Swift – Gorgeous (ARIA Charts)» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  24. «Taylor Swift – Gorgeous (Canadian Hot 100)» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  25. «Taylor Swift – Gorgeous (Gaon Music Chart)» (em inglês). Gaon Music Chart. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  26. «Taylor Swift – Gorgeous (The Official Charts Company)» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  27. «Taylor Swift – Gorgeous (IFPI Slovenská Republika)» (em inglês). IFPI Slovenská Republika. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  28. «Taylor Swift – Gorgeous (Billboard Hot 100)» (em inglês). Billboard Hot 100. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  29. «Taylor Swift – Gorgeous (IFPI Finlândia)» (em inglês). IFPI Finlândia. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  30. «Taylor Swift – Gorgeous (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em inglês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  31. «Taylor Swift – Gorgeous (Greece Digital Songs)» (em inglês). Greece Digital Songs. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  32. «Taylor Swift – Gorgeous (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  33. «Taylor Swift – Gorgeous (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  34. «Taylor Swift – Gorgeous (VG-lista)» (em inglês). VG-lista. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  35. «Taylor Swift – Gorgeous (NZ Top 40 Singles)» (em inglês). NZ Top 40 Singles. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  36. «Taylor Swift – Gorgeous (MegaCharts)» (em inglês). MegaCharts. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  37. «Taylor Swift – Gorgeous (UK Singles Chart)» (em inglês). UK Singles Chart. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  38. «Taylor Swift – Gorgeous (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  39. «Taylor Swift – Gorgeous (Euro Digital Songs)» (em inglês). Euro Digital Songs. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  40. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome cert