Guerra de Independência da Eritreia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra de Independência da Eritreia
Parte da(o) Conflitos no Chifre da África
Eritrean Independence War.gif
Mapa da Eritreia
Data 1 de setembro de 1961 - 25 de maio de 1991
Local Eritreia
Desfecho Derrota etíope
Independência da Eritreia
Combatentes
FLE

EPLF
Apoiados por:
 Somália[1]
 Cuba[2][3] (até 1975)
Líbia Libia[2][4] (até 1977)

Etiópia Império da Etiópia (1961-1974)
Flag of Ethiopia (1975–1987) (02).svg Derg (1974-1987)
Flag of Ethiopia (1987–1991).svg RDPE (1987-1991)
Cuba Cuba (1975-1989)[5][6][7][8]
Suporte logístico:
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas União Soviética (1974-1990)[5][9][10][11]

Apoiados por:
 Alemanha Oriental[12] (1977-1990)
 Iêmen do Sul[12] (1977-1990)

Principais líderes
Hamid Idris Awate

Isaias Afewerki
Ramadan Mohammed Nour

Etiópia Haile Selassie (era monárquica)
Etiópia Aklilu Habte-Wold
Etiópia Tafari Benti
Etiópia Mengistu Haile Mariam (era comunista)
Forças
Flag of the EPLF.svg EPLF:
500 (1962)[13]
2.000 (1971)[14]
15.000-20.000 (1971-1974)[15]
10.000[16]-15.000 (1975)
20.000 (1976)[13]
22.000 (1982)[17]
20.000[13]-30.000[15](1988)
Flag of the ELF.jpg FLE:
250 (1963)[18]
800 (1964)[18]
1.500-2.000 (1971)[19]
2.000 (1971)[20]
15.000-25.000 (1975)[21]
Etiópia Etiópia:
20.000 (1971)[15]
25.000 (1974)[22]
20.000 (1977)[23]
100.000 (1978)[15]

84.000 (1982)[17]
120.000 (1982-1991)[15]
Cuba Cuba:
11.500 tropas (1977)[25]
6.000 assessores (1977)[25]
3.000-4.000 tropas (1978)
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas URSS:
1.000 assessores (1978)

Vítimas
~60,000 soldados[26]
~90,000 civis[26]
Etíopes: 75.000 soldados[27]
500.000 civis
Cubanos: 5.000[27]
Soviéticos:
1 morto, 3 capturados[28]

A Guerra de Independência da Eritreia (1 de setembro de 1961 - 25 de maio de 1991) foi um conflito em que o governo da Etiópia lutou contra forças separatistas da Eritreia antes e durante a guerra civil etíope.

A guerra começou quando a autonomia da Eritreia pela Etiópia, onde as tropas já estavam estacionadas, foi unilateralmente revogada. A Eritreia tornou-se parte da Etiópia após a Segunda Guerra Mundial, quando os dois territórios foram libertados da ocupação italiana. A Etiópia alegou que a Eritreia era parte da Etiópia, especialmente querendo manter o acesso ao Mar Vermelho. Após o golpe marxista-leninista na Etiópia em 1974, que derrubou a antiga monarquia, os etíopes contaram com o apoio da União Soviética até o final da década de 1980, quando a glasnost e a perestroika começaram a afetar as políticas externas de Moscou, resultando em uma retirada da ajuda. A guerra durou 30 anos até que a Frente de Libertação do Povo da Eritreia (EPLF), depois de ter derrotado as forças etíopes na Eritreia, assumiram o controle do país. Em abril de 1993, num referendo apoiado pela Etiópia, o povo eritreu votou quase por unanimidade pela independência. O reconhecimento formal do Estado independente e soberano da Eritreia aconteceu nesse ano.

Os dois principais grupos travaram duas guerras civis durante a guerra de libertação da Eritreia.

Referências

  1. Spencer C. Tucker, A Global Chronology of Conflict: From the Ancient World to the Modern Middle East, page 2402
  2. a b Fauriol, Georges A; Loser, Eva (1990). Cuba: the international dimension Transaction Publishers [S.l.] ISBN 0-88738-324-6. 
  3. Schoultz, Lars (2009). That infernal little Cuban republic: the United States and the Cuban Revolution The University of North Carolina Press [S.l.] ISBN 978-0-8078-3260-8. 
  4. Connell, Dan; Killion, Tom (2011). Historical Dictionary of Eritrea Scarecrow Press, Inc. [S.l.] ISBN 978-0-8108-5952-4. 
  5. a b Connell, Dan (March 2005). Building a New Nation: Collected Articles on the Eritrean Revolution (1983–2002) Red Sea Press [S.l.] ISBN 1569021996. 
  6. «Eritrean War of Independence 1961-1993». Consultado em 2007-09-06. 
  7. «A Little Help from Some Friends». Consultado em 2007-09-06. 
  8. «F-15 Fight: Who Won What». Consultado em 2007-09-06. 
  9. «Communism, African-Style». Consultado em 2007-09-06. 
  10. «Ethiopia Red Star Over the Horn of Africa». Consultado em 2007-09-06. 
  11. «Ethiopia a Forgotten War Rages On». Consultado em 2007-09-06. 
  12. a b Keneally, Thomas (1987-09-27). «In Eritrea». The New York Times [S.l.: s.n.] Consultado em 2009-08-14. 
  13. a b c Eritrea - History En 1988 el FLPE tenía 200 tanques.
  14. Woldemariam, 2011: 177
  15. a b c d e Ethiopia - The Eritreans
  16. Woldemariam, 2011: 198
  17. a b Woldemariam, 2011: 209
  18. a b Woldemariam, 2011: 100
  19. Woldemariam, 2011: 110
  20. Woldemariam, 2011: 114-115. Más 10.000 reclutas en entrenamiento.
  21. Ethiopia: Civil War And Liberation from Encyclopedia of African: History Volume 1 A–G | BookRags.com
  22. Alexander De Waal (1991). Evil Days: Thirty Years of War and Famine in Ethiopia. Nueva York: Human Rights Watch, pp. 49. ISBN 978-1-56432-038-4.
  23. Woldemariam, 2011: 116
  24. Woldemariam, 2011: 131
  25. a b Woldemariam, 2011: 125
  26. a b Cousin, Tracey L. «Eritrean and Ethiopian Civil War». ICE Case Studies. Consultado em 2007-09-03. 
  27. a b «Eritrean War of Independence 1961–1993». Consultado em 2007-09-03. 
  28. «Attempts to distort history». Consultado em 2008-01-22. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]