Guerra de Ogaden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra de Ogaden
Parte da(o) Guerra Fria
Ethiopia-Somali.png
Em vermeho, o território etíope de maioria étnica somali (Ogaden).
Data 13 de Julho de 1977 – 15 de Março de 1978
Local Ogaden, Etiópia
Desfecho
  • Intervenção militar soviética e cubana[1]
  • Retirada somali[2]
Combatentes
Flag of Ethiopia (1975–1987) (02).svg Etiópia
Flag of Cuba Cuba


Flag of República Democrática do Iémen Iêmen do Sul
Flag of União Soviética União Soviética

Somália Somalia
Flag of Ogaden.svg Frente de Libertação da Somália Ocidental
Principais líderes
Flag of Ethiopia (1975–1987) (02).svg Mengistu Haile Mariam[3]
Flag of Ethiopia (1975–1987) (02).svg Aberra Haile Mariam[4]
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Vasily Petrov[5]
Cuba Arnaldo Ochoa[6]
Somália Siad Barre
Somália General Muhammad Ali Samatar
Forças
borde 47.000 (1977)[7]
Bandeira da Etiópia (1975-1987, 1991-1996) 75.000 (1978)[8]
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas 1.500 assessores (1978)
Cuba 18.000 (1978)[9]
borde 2.000 (1978)
Somália 35.000 (1977)[10]
Somália 63.200 (1978)[11]
borde 15.000 (1978)[11] [12]
Vítimas
Etiopia:
6.133 mortos
10.563 feridos
3.867 capturados ou desaparecidos (incluidos 1.362 desertores)
Cuba:
400 mortos
Iemen:
100 mortos
Perdas de Equipamentos:
23 aeronaves
139 tanques
108 veículos blindados
1.399 veículos
6.453 mortos
2.409 feridos
275 capturados ou desaparecidos
Perdas de Equipamentos:
28 aeronaves (1/2 de da força Aérea)
72 tanques
30 veículos blindados
90 veículos

A Guerra de Ogaden foi uma guerra ocorrida entre 1977 e 1978 entre a Etiópia e Somália na disputa do território de Ogaden. Em uma ilustração notável da natureza das alianças da Guerra Fria, a União Soviética mudou o fornecimento de ajuda à Somália para apoiar a Etiópia, que anteriormente tinha sido apoiada pelos Estados Unidos, o que levou os EUA a começar a apoiar a Somália.

O conflito começou com a invasão de Ogaden pelas tropas de Siad Barre, que pretendia constituir a Grande Somália. Após o início do conflito em favor do exército somali, a situação se inverte, e em fevereiro de 1978 a guerra termina quando as forças somalis recuam através da fronteira e uma trégua é declarada.

Este confronto, aparentemente confinado ao Corno de África, voltou-se à órbita da Guerra Fria fazendo os dois blocos a intervir: o Derg (a junta comunista etíope) foi apoiado pelos governos marxistas de três estados (além da URSS, Cuba e Iêmen do Sul) enquanto o projeto de criação da "Grande Somália" de Siad Barre obteve o consentimento dos Estados Unidos.[13]

A Etiópia obteve êxito e Ogaden ainda continua sob a jurisdição de Addis Abeba, mas há focos de resistência: os nacionalistas chamam a região de Ogaden de Ogadenia e declaram que é uma nação distinta sob a ocupação da Etiópia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Richard Crockat, The fifty years war: the United States and the Soviet Union in World Politics, p. 283
  2. Robert F. Gorman, Political conflict on the Horn of Africa, p. 208
  3. Gebru Tareke, "The Ethiopia-Somalia War of 1977 Revisited," International Journal of African Historical Studies, 2000 (33), p. 648.
  4. Gebru Tareke, "Ethiopia-Somalia War," p. 645.
  5. Payton, Gary D.. "The Soviet-Ethiopian Liaison: airlift and beyond", Air University Review, novembro–December 1979. Página visitada em 2008-02-10.
  6. Gebru Tareke, "Ethiopia-Somalia War," p. 656.
  7. Gebru Tareke, "The Ethiopia-Somalia War", p. 638. Las tropas en el frente somalí eran: 4 brigadas de infantería (una mecanizada), 2 batallones de tanques, 2 de artillería y 3 de paracaídistas al inicio de la guerra.
  8. Fred Halliday & Maxine Molyneux, "Ethiopia's Revolution from Above" en MERIP Reports, No. 106, Horn of Africa: The Coming Storm. (Jun., 1982), p. 14
  9. Gebru Tareke, "Ethiopia-Somalia War," p. 656
  10. Gebru Tareke, "The Ethiopia-Somalia War", p. 638. Las tropas se componían de 23 batallones motorizados y mecanizados, 9 de tanques, 9 de artillería y 4 de paracaidistas.
  11. a b Gebru Tareke, "Ethiopia-Somalia War," p. 640.
  12. Ethiopian Armed Groups. Ethiopian Armed Groups since World War II, por David H. Shin, 2009.
  13. R. Fabiani, Somalia 1977. La guerra dell'Ogaden e la fine della Distensione, Gan editions 2010