Guerras Clônicas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerras Clônicas
Data 22 BBY-19 BBY
Local Galáxia
Desfecho Derrota da República, criação do [Império Galático (Star Wars)
Combatentes
Galactic Republic.svg República Galáctica Confederacy of Independent Systems.svg CIS
Principais líderes
Conselho Jedi:
Mestre Yoda
Mestre Windu
Darth Sidious
Nute Gunray
Conde Dooku
General Grievous

As Guerras Clônicas ou Guerra dos Clones foi um tenso conflito de aproximadamente 3 anos entre a República Galáctica e a Confederação dos Sistemas Independentes da série Star Wars. A guerra ocorreu entre os filmes Star Wars Episódio II - O Ataque dos Clones, Star Wars: A Guerra dos Clones e Star Wars Episódio III - A Vingança dos Sith, e também sendo mencionado em Star Wars Episódio IV - Uma Nova Esperança e Star Wars Episódio VII - O Despertar da Força, Inclusive nas séries animadas de TV, como Star Wars: The Clone Wars e Star Wars: Guerras Clônicas 

As Guerras Clônicas têm esse nome porque o exército da República era composto por milhares de clones do caçador de recompensas Jango Fett, produzidos no planeta Kamino.

As Guerras tiveram início na batalha de Geonosis e tiveram fim com a morte do General Grievous, no planeta Utapau.

Durante as Guerras, muitos personagens foram introduzidos na saga, como a 501ª Legião, Asajj Ventress, Durge e o próprio General Grievous. Alguns dos heróis e vilões principais foram os Cavaleiros Jedi a serviço da República : Obi-Wan Kenobi, Anakin Skywalker, Mace Windu, Yoda, Shaak Ti, Kit Fisto, Aayla Secura, Ki-Adi-Mundi, Plo Koon; e os sith e caçadores de recompensas a serviço da Confederação: Darth Sidious, Durge, Darth Maul, Asajj Ventress, General Grievous e Conde Dookan.

As Guerras, na verdade, foram apenas parte do plano do maléfico Chanceler Palpatine (também conhecido como o Lorde Sith Darth Sidious, ou ainda como O Imperador), para aumentar a confiança dos Jedi nos clones, que mais tarde os trairiam, aumentar a fúria do Padawan Anakin Skywalker, entre outros motivos.

Ao fim das Guerras, nasceu o Império Galáctico, com Palpatine como imperador, Anakin Skywalker traiu os Jedi e passou a ser o servo de maior confiança do imperador, com a nova identidade de Darth Vader; os Jedi foram quase extintos e a República desmoronou. Houve também muitas mortes como as de: Conde Dookan, General Grievous, Durge, Padmé Amidala, Kit Fisto, Ki-Adi-Mundi, Adi Gallia, Mace Windu, Aayla Secura, Plo Koon, Agen Kolar, Saesee Tiin, Stass Allie, entre outros.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Episódio II - O Ataque dos Clones[editar | editar código-fonte]

10 Anos após os acontecimentos de A Ameaça Fantasma, o mandato de Palpatine como Supremo Chanceler da República estava chegando ao fim e alguns sistemas planetários estavam interessados em abandonar a República Galáctica e gerar novos governos autônomos. No planeta lixão Raxus Prime, o misterioso Conde Dooku pretende fundar uma organização oposta a República, chamada Confederação de Sistemas Independentes. Com o passar do tempo a CIS, como era conhecida, ganhou força e cresceu, trazendo temor aos senadores republicanos. Temendo a força da rebelião, o Senado Galáctico reuniu seus representantes para votarem criação de um força militar que desse apoio aos Jedi caso a rebelião chegasse a Coruscant, capital da República.

A senadora de Naboo, Padmé Amidala, ao chegar em Coruscant, sofreu um atendado que acabou por matar alguns tripulantes de sua nave. Por precaução o Chanceler Palpatine designou dois Cavaleiros Jedi bem instruídos, Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker, para protegê-la. Com o intuito de descobrir a origem do assassino que tentou matar Padmé, Obi-Wan chega até o planeta Kamino, onde um exército de clones de Jango Fett encomendados pela Ordem Jedi para servir a República. Ao descobrir que Kenobi era um Jedi, Jango Fett e seu filho, Boba Fett, fugiram para Geonosis. Obi-Wan os seguiu até Geonosis, mas foi capturado enquanto tentava contactar o Conselho Jedi. Em Tatooine, Anakin e Padmé recebem ordens para não abandonarem o planeta enquanto a República não localizar Obi-Wan, mas o casal desebedece as ordens do Conselho e seguem para Geonosis na expectativa de capturar Obi-Wan, mas também são pegos e feitos refens.

Após descobrirem a existência de uma fábrica de dróides em Geonosis, o representante Jar Jar Binks sugere que seja concedidos poderes emergenciais ao Chanceler Palpatine para que se resolva a crise de votação. Palpatine, então, votou pela criação de um Exército da República. Em Geonosis, Mace Windu e outros Jedi chegam, com a autorização do Conselho, para resgatar Obi-Wan. Desde então estava iniciada a Guerra dos Clones.

Episódio III - A Vingança dos Sith[editar | editar código-fonte]

Três anos depois uma épica batalha ocorre sobre Coruscant, onde Obi-Wan e Anakin Skywalker vão para salvar o Chanceler Palpatine. Anakin e Obi-Wan lutam com Conde Dookan, que é decapitado por Anakin. Depois disso, o General Grievous escapa e vá para o planeta Utapau. Lá em Utapau, Palpatine ordena o General que mandasse o líderes separatistas para Mustafar, alegando que a Guerra está muito próximo do fim. Enquanto isso, a República acredita que General Grievous está em Utapau, e Obi-wan é escolhido e vai partir para o planeta Utapau em perseguição ao General Grievous para capiturá-lo, enquanto o Mestre Yoda vai para Kashyyyk, sendo que o exercíto de dróides estão prestes a atcar aquela local. Depois disso Anakin denuncia Palpatine, que na verdade é um Lorde Sith chamado Darth Sidious.

Enquanto isso, Obi-wan confronta com General Grievous no duelo de Sabre de luz e durante o duelo, o exército da República chega e a Confederação fica numa emboscada. General Grievous que tenta fugir da batalha, é perseguido por Kenobi enquanto Dróides de Batalha e Soldados Clones guerreavam em volta deles. Obi-Wan consegue destruir o General Grievous, dando alguns tiros bem-colocados de uma pistola laser em seu peito, fazendo-o pegar fogo por inteiro, e matando-o. Depois disso, Anakin conta pro Mace Windu que o Chanceler Palpatine é um Lorde Sith no qual os jedi estavam procurando. Mace Windu tenta prender Palpatine, mas Anakin ama tanto sua esposa Padmé que acaba interrompendo a luta e cortando a mão de Mace Windu pois esse mataria Palpatine, o único que poderia ensinar Anakin como salvar Padmé.

Em seguida, Palpatine/Darth Sidious solta uma descarga de raios elétricos, o que faz Mace Windu cair do prédio. Sidious rebatiza Anakin como Darth Vader e lhe ordena a matar a todos no Templo Jedi, incluindo as crianças. Vader assim o faz. Enquanto isso, palpatine executa a "Ordem 66", que é matar os Jedis, é repassada aos Soldados Clones do Grande Exército da República, que exterminam aproximadamente 10.000 Jedi pela Galáxia, menos de 100 Jedis que sobreviveram da ordem. Obi-Wan Kenobi e o grande Mestre Yoda, mesmo também sofrendo atentados, sobreviveram, e constatam a traição de Anakin ao regressarem ao Templo. Sob ordens de Sidious, Anakin vai para o sistema Mustafar, mas antes, ele despede-se de Amidala, prometendo um pronto regresso onde tudo terminaria bem. Ao ir para Mustafar, Anakin acaba com todos os líderes separatistas, incluindo o vice-rei da Federação de Comércio, Nute Gunray.

Com isso, as Guerras Clônicas tecnicamente chega ao fim, começando o início ao Império Galáctico.

Episódio IV - Uma Nova Esperança[editar | editar código-fonte]

É mencionado em Uma Nova Esperança, quando Obi-Wan conversa com o Luke sobre o passado de seu pai, Anakin Skywalquer. Ele conta também que já foi um dos Cavaleiros Jedi e que já havia lutado bravamente nas Guerras Clônicas, bem antes dos dias sombrios e antes do Império Galáctico reenstabeler e governar a galáxia.

Episódio VIII - O Despertar da Força[editar | editar código-fonte]

Também é mencionado em O Despertar da Força, porém numa cena que foi cortada em que Kylo Ren e o líder supremo Snoke, tinham uma longa conversa, dizendo à respeito dos acontecimentos passivos nas Guerras Clônicas.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Batalhas das guerras clônicas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre animação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.