Jardim Europa (bairro de São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jardim Europa
Bairro de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg
Nova 017.jpg
Jardim Europa
Fundação 1922
Distrito Pinheiros
Região Administrativa Oeste

O Jardim Europa é um bairro nobre da zona oeste da cidade de São Paulo, Brasil. Forma parte da região da cidade conhecida como Jardins, de predomínio da classe-alta. O bairro faz parte do distrito do Pinheiros.

É delimitado pela Avenida Brigadeiro Faria Lima, Alameda Gabriel Monteiro da Silva, Rua Groenlândia e Avenida Nove de Julho. Limita-se com os bairros: Jardim América, Jardim Paulistano e Itaim Bibi.

História[editar | editar código-fonte]

Propaganda veiculada no jornal O Estado de S. Paulo em 11 de novembro de 1928:
"Além de fazer um passeio agradável pelo bosque, terá um ensejo de apreciar o grande desenvolvimento deste belíssimo e saudável bairro.
A iluminação pública está sendo ampliada e brevemente será feita a inauguração.
PALACETES E LOTES DE TERRENO
a prestações suaves e pequenas entradas."

A região onde se encontra o bairro era, originalmente, uma várzea do rio Pinheiros. A retificação deste rio e a reversão de suas águas para alimentar a Usina Hidrelétrica Henry Borden, na década de 1920, fez cessarem os alagamentos na região.

Graças ao sucesso de vendas do bairro vizinho Jardim América, o engenheiro-arquiteto carioca Hipólito Gustavo Pujol Jr. desenvolveu, em 1922, um projeto para a área que seguia as mesmas diretrizes de cidade-jardim: ruas curvilíneas com intensa arborização e integradas a praças e a jardins internos.

O projeto inicial cobria uma área de 900 mil metros quadrados, dividida em 49 quadras.[1] Suas praças conservam, ainda hoje, diversas espécies arbóreas, como ipês, sibipirunas, flamboyants, jacarandás e palmeiras. Suas ruas foram batizadas com os nomes de países e cidades do continente europeu.[2] Anteriormente esses terrenos pertenciam a Manoel Garcia da Silva.

Em 1987, foi transferido para o bairro o Monumento aos Heróis da Travessia do Atlântico, escultura patrocinada pela Sociedade Dante Alighieri que homenageou os aviadores italianos Francesco De Pinedo e Carlo Del Prete, mas foi retida e movida para o distrito do Socorro, Zona Sul, em 2010.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Vista do Esporte Clube Pinheiros e dos edifícios de luxo na área sul ao clube.
Escultura de Domenico Calabrone em uma das praças do bairro.

O bairro é um dos mais valorizados da cidade, seu metro quadrado vale cerca de R$ 14.000.[3] Nas ruas Tucumã, Professor Artur Ramos , Fréderic Chopin, Seridó e Franz Schubert; o metro quadrado chega a valer R$ 28.000. Alguns edifícios destas vias são voltados para o Esporte Clube Pinheiros.[4] É classificado pelo CRECI como "Zona de Valor A", mesmo grau de: Moema, Vila Nova Conceição e Higienópolis.[5]

Bairro-jardim formado majoritariamente por grandes residências de alto padrão, abriga diversos estabelecimentos culturais em suas principais avenidas. Na Avenida Faria Lima, conhecida por seus numerosos edifícios financeiros, encontra-se o Museu da Casa Brasileira, que expõe exemplares do mobiliário dos séculos XVII ao XXI, e promove exposições, palestras e cursos. Na mesma via situam-se o edifício Dacon e o Esporte Clube Pinheiros, o maior clube poliesportivo do Hemisfério Sul.[6]

A Avenida Europa possui três importantes museus de arte, como: a Fundação Cultural Ema Gordon Klabin, instituição que conserva e divulga o acervo artístico, histórico e científico de Ema Gordon Klabin; o Museu da Imagem e do Som de São Paulo, que porta um acervo de mais de 200 mil itens entre fotografias, filmes, vídeos, cartazes, discos de vinil e registros sonoros. Seus destaques são os depoimentos de Tarsila do Amaral, Tom Jobim, registros em áudio sobre a Companhia Cinematográfica Vera Cruz, Memória do Rádio e Memória Paulo Emílio Salles Gomes. E o Museu Brasileiro da Escultura, que desenvolve extensa e diversificada programação cultural, com exposições, cursos, seminários e palestras, recitais de piano. Além de instituições de cultura a via também é conhecida pelo comércio de carros esportivos de luxo.[7]

Em seu território encontra-se o Consulado do México.[8][9]

A Paróquia São José do Jardim Europa fica na Rua Dinamarca (esquina com Rua Áustria).[10]

Moradores e ex-moradores[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Jardim Europa em ALTA» 
  2. «Bairro Jardim Europa» 
  3. «Os endereços milionários» 
  4. «Os endereços de ouro». Consultado em 30 de abril de 2010. Arquivado do original em 15 de junho de 2011 
  5. «Pesquisa CRECI» (PDF). 11 de julho de 2009. Consultado em 2 de agosto de 2009. Arquivado do original (PDF) em 6 de julho de 2011 
  6. «Esporte Clube Pinheiros». Página oficial 
  7. «Avenida de SP é um salão do automóvel permanente e a céu aberto» 
  8. «Consulados». Consultado em 7 de julho de 2010. Arquivado do original em 31 de maio de 2009 
  9. «Consulados Internacionais». Consultado em 7 de julho de 2010. Arquivado do original em 25 de outubro de 2011 
  10. «Paróquia São José do Jardim Europa» 
  11. «João Paulo Diniz planeja fim de ano em Maresias e Aspen em 2010» 
  12. «John Herbert ontem» 
  13. a b «Casa nova 1» 
  14. «Ronaldo compra imóvel de 17 milhões de reais» 
Jardins

Cerqueira César (parcialmente)Jardim AméricaJardim EuropaJardim PaulistaJardim Paulistano