Língua zaza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Zazaki
Falado em: Turquia
Região: Leste
Total de falantes: 3 a 6 milhões
Família: Línguas indo-europeias
 Línguas indo-iranianas
  Línguas iranianas
   Línguas iranianas ocidentais
    Línguas iranianas do noroeste
     Zaza-Gorani
      Zazaki
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: zza
ISO 639-3: zza

O zazaki, zaza ou dimili (em zazaki: zazakî, kirmanckî, kirdkî ou dimilkî) é a língua do povo zaza (dimlī), uma minoria étnica que habita no leste da Turquia. O nome zazaki surgiu com conotação pejorativa[carece de fontes?] e há muitos zazas que chamam à sua língua dimlī.[1]

Falantes[editar | editar código-fonte]

O zazaki é falada por 1,5 a 2,5 milhões de pessoas em áreas centrais e do leste da Turquia. Pertence ao ramo iraniano das línguas indo-iranianas e apresenta muito em comum com as línguas gilaki, talish, gorani, tati, mazandarani e semnani. Considerando a diáspora zazaki na Suécia e Alemanha, esse número pode chegar a 3 ou 5 milhões de falantes. Não é língua oficial em nenhum país. Há hoje uma boa quantidade de livros e revistas publicados em zazaki, havendo ainda programas de rádio e de televisão.

Escrita[editar | editar código-fonte]

O zazaki foi pela primeira vez escrito em 1860 usando alfabeto árabe. Nos anos 1990 cresceu o uso do alfabeto latino devidamente modificado (Elifba Zazaki) para escrever a língua, em especial entre a diáspora da Europa. São as 26 letras padrão do latino, mas o conjunto rr e as letras c, e, g, i, s, u com diacríticos.

Referências

  1. Asatrian, Garnik S. (1995), «Dimlī», Londres, Encyclopædia Iranica, edição online. iranicaonline.org (em inglês), VI Fasc. 4, consultado em 24 de setembro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Língua zaza
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.