La loba (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
La loba
A loba (PT)
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Criador(es) Patricia Palmer
País de origem  México
Idioma original espanhol
Produção
Produtor(es) María del Carmen Marcos
Elenco Ivonne Montero
Mauricio Islas
Regina Torné
Gabriela Roel
Omar Fierro
Ana Belena
Rossana Nájera
Mauricio Barcelata
Anna Ciocchetti
ver mais
Tema de abertura "Las leyes del corazón", por Ana Gabriel
Exibição
Emissora original México Azteca
Transmissão original 8 de fevereiro de 20108 de outubro de 2010
Episódios 175
Cronologia
Pasión Morena
Entre el amor y el deseo

La loba (trad.: A Loba) é uma telenovela mexicana produzida por María del Carmen Marcos e exibida pela Azteca Trece entre 8 de fevereiro e 8 de outubro de 2010

Foi protagonizada por Ivonne Montero e Mauricio Islas com antagonização de Regina Torné, Omar Fierro, Ana Belena, Rossana Nájera e Mauricio Barcelata.[1] Reprisada no seu canal original de 2 de novembro de 2015 a 29 de janeiro de 2016, em 63 capítulos, ao meio-dia, com 2 horas de duração, substituindo o programa Ellas Arriba e sendo substituída pela novela Pobre Rico Pobre.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Maria Segovia é condenada injustamente a 25 anos de prisão por assassinar um homem, crime que não cometeu. Ela estava grávida do político mais cobiçado do México, Ignacio Alcázar, que a abandona e a rejeita por seu suposto crime. Na prisão, Maria sofre todos os tipos de horror, mas é ajudada por Carmen, uma outra presidiária. Quando Maria da à luz sua filha, sua sogra Prudencia Alcázar se encarrega de desaparecer com a neta, contando com a ajuda de Esther, uma das carcereiras, que deu ordem a uma enfermeira para matar a menina. Desesperada, a enfermeira não comete o crime e entrega a menina a Luis Fernández, o entregador de legumes da cadeia. Naquele mesmo dia, Ignacio decide se casar com Eugenia Torres Velázquez, uma mulher rica e de boa família, sem imaginar que Prudencia e Eugenia foram as responsáveis por destruíram a vida de Maria.

25 anos se passam e Maria sai da prisão, sem antes descobrir por Carmen que sua filha está viva, e que a notícia da morte da menina havia sido uma mentira forjada por Esther. A partir daí, Maria passa a ter dois objetivos: encontrar sua filha e se vingar da família Alcazar.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

TV Adicto Golden Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Nomeação Resultado
2010 Melhor telenovela de TV Azteca María del Carmen Marcos Venceu[2]

Prêmio Bravo[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Personagem Resultado
2011 Melhor atriz antagônica Regina Torné Venceu
2011 Melhor atriz protagonista Ivonne Montero Indicado[3][4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]