Saltar para o conteúdo

Norman Angell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ralph Norman Angell Lane Medalha Nobel
Norman Angell
Nascimento 26 de dezembro de 1872
Holbeach
Morte 7 de outubro de 1967 (94 anos)
Croydon
Cidadania Reino Unido
Alma mater
Ocupação lecturer, jornalista, político, pedagogo, escritor, economista, cientista político, jornalista de opinião
Prêmios Nobel da Paz (1933)

Ralph Norman Angell Lane (Holbeach, 26 de dezembro de 1872Croydon, 7 de outubro de 1967) foi um escritor e político britânico.

Em 1910 escreveu o livro "The Great Illusion" (A Grande Ilusão) no qual defendeu que, perante a interdependência econômica global (especialmente entre as grandes potências) e a situação de as verdadeiras fontes de riqueza que envolvem o comércio internacional não poderem ser controladas, a guerra empreendida para obter vantagem material é inócua e sem sentido:

  • "É absolutamente certo - e até os militaristas (...) o admitem - que a tendência natural do homem médio seja se afastar cada vez mais da guerra." ("The Great Illusion: A study of the relations of military power in nations to their economic and social advantage", London:William Heinemann, 1910, p. 301)

Curiosamente, apenas quatro anos depois, rebentaria o pior evento bélico visto até então: a Primeira Guerra Mundial.

Foi condecorado com o Nobel da Paz de 1933,[1] membro do comité executivo da Liga das Nações e do Conselho Nacional da Paz.

Referências

  1. Nobelprize.org. «All Nobel Peace Prizes» (em inglês). Consultado em 21 de janeiro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jane Addams e Nicholas Murray Butler
Nobel da Paz
1933
Sucedido por
Arthur Henderson
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.