Denis Mukwege

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Denis Mukwege
Nascimento 1 de março de 1955 (63 anos)
Bukavu
Cidadania República Democrática do Congo
Ocupação médico, ativista, ginecologista
Prêmios Prémio Olof Palme, Cavaleiro da Legião de Honra, Prémio Sakharov, Prémio Nobel Alternativo, Prêmio das Nações Unidas no Campo dos Direitos Humanos

Denis Mukwege (1 de março de 1955) é um médico ginecologista congolês, célebre pela ação humanitária na República Democrática do Congo, onde gere um hospital em Bukavu. Especializou-se no tratamento de mulheres que foram violadas por milícias na guerra civil do Congo, sendo um dos maiores especialistas mundiais na reparação e tratamento de danos físicos provocados por violação. Tratou mais de 21 000 mulheres durante os 12 anos de guerra, algumas mais do que uma vez, chegando a fazer mais de 10 cirurgias por dia em dias de trabalho de mais de 18 horas.[1]

Recebeu o Prémio Olof Palme em 2008[2] e o Prémio Sakharov em 2014.[3]

Foi escolhido como Africano do Ano (2008), prémio do Daily Trust.[2]

Denis Mukwege 2014
Denis Mukwege

Referências

  1. Nolen, Stephanie. "Where repairing rape damage is an expertise," The Globe and Mail, 22 de outubro de 2008.
  2. a b «DR Congo doctor is 'top African'». 10 de dezembro de 2008. Consultado em 1 de fevereiro de 2009. 
  3. publico.pt (21 de outubro de 2014). «Ginecologista congolês vence prémio Sakharov». 21-10-2014. Consultado em 21 de outubro de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.