Perda de peso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Perda de peso
Before and after comparison of weight loss 2015-06-25.png
Classificação e recursos externos
CID-10 R63.4 Perda anormal de peso
R64 Caquexia
CID-9 783.21
DiseasesDB 28440
MeSH D015431
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

A perda de peso, no contexto da medicina, saúde ou aptidão física, refere-se a uma redução da massa corporal total, por uma perda média de líquido, gordura corporal (tecido adiposo) ou massa magra (nomeadamente depósitos minerais ósseos, músculo, tendão e outros tecidos conjuntivos). A perda de peso pode ocorrer involuntariamente devido à desnutrição ou a uma doença subjacente, ou a partir de um esforço consciente para melhorar um estado real ou percebido de sobrepeso ou obesidade. A perda de peso "inexplicável" que não é causada pela redução na ingestão calórica ou exercício é chamada de caquexia e pode ser um sintoma de uma condição médica grave. A perda de peso intencional é comumente referida como emagrecimento.

Mitos[editar | editar código-fonte]

Algumas crenças populares ligadas à perda de peso demonstraram ter menos efeito na perda de peso do que se acredita ou são ativamente insalubres. De acordo com a Harvard Health, a ideia de que a taxa metabólica é a "chave para o peso" é "parte verdade e parte mito", pois embora o metabolismo afete a perda de peso, forças externas, como dieta e exercício, têm um efeito igual.[1] Eles também comentaram que a ideia de mudar a taxa de metabolismo de uma pessoa está em debate.[1] Planos de dieta em revistas de fitness também são frequentemente considerados eficazes, mas podem realmente ser prejudiciais, limitando a ingestão diária de calorias e nutrientes importantes que podem ser prejudiciais dependendo da pessoa e são até capazes de afastar os indivíduos da perda de peso.[2]

Efeitos na saúde[editar | editar código-fonte]

A obesidade aumenta os riscos à saúde, incluindo diabetes, câncer, doenças cardiovasculares, pressão alta e doença hepática gordurosa não alcoólica, para citar alguns. A redução da obesidade reduz esses riscos. Uma perda de 1 kg de peso corporal foi associada a uma queda de aproximadamente 1 mmHg na pressão arterial.[3] A perda de peso intencional está associada a melhorias no desempenho cognitivo em indivíduos com sobrepeso e obesos.[4]

Referências

  1. a b «Does Metabolism Matter in Weight Loss?». Harvard Health (em inglês). Consultado em 18 de junho de 2018 
  2. Long, Jacqueline (2015). The Gale Encyclopedia of Senior Health. Detroit, MI: Gale. ISBN 978-1573027526 
  3. Harsha, D. W.; Bray, G. A. (2008). «Weight Loss and Blood Pressure Control (Pro)». Hypertension. 51 (6): 1420–25. CiteSeerX 10.1.1.547.1622Acessível livremente. ISSN 0194-911X. PMID 18474829. doi:10.1161/HYPERTENSIONAHA.107.094011 
  4. Veronese, N; Facchini, S; Stubbs, B; Luchini, C; Solmi, M; Manzato, E; Sergi, G; Maggi, S; Cosco, T; Fontana, L (janeiro de 2017). «Weight loss is associated with improvements in cognitive function among overweight and obese people: A systematic review and meta-analysis.» (PDF). Neuroscience & Biobehavioral Reviews. 72: 87–94. PMID 27890688. doi:10.1016/j.neubiorev.2016.11.017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Perda de peso