PlayStation 5

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
PlayStation 5
PS5 logo.svg
PlayStation 5 and DualSense with transparent background.png
O PlayStation 5 em modo de repouso com o controlador DualSense
Desenvolvedor Sony Interactive Entertainment
Fabricante Sony
Família do
produto
PlayStation
Tipo Console
Geração Nona
Lançamento América do Norte, Austrália, Coreia do Sul, Japão, Nova Zelândia & Singapura:
12 de novembro de 2020
Resto do Mundo:
19 de novembro de 2020
Filipinas:
11 de dezembro de 2020[1]
Preço
inicial
Base / Digital
US$ 499 / US$ 399
GB£ 449 / GB£ 359
499 / € 399
¥ 49980 / ¥ 39980
27990 / ₱ 23990
R$ 4.699 / R$ 4.199[2]
Mídia Ultra HD Blu-ray, Blu-ray, DVD, CD
CPU 8-core AMD Zen 2, frequência variável até 3.5 GHz[3]
Capacidade de
armazenamento
SSD customizado de 825 GB[3]
Memória 16GB GDDR6 SDRAM[3]
Exibição Formatos de saída de vídeo HDMI: 480p, 720p, 1080p, 4K UHD, 8K UHD
Gráficos GPU customizada AMD RDNA 2, 36 CUs @ frequência variável até 2.23 GHz[3]
Controladores DualSense[4]
Conectividade Wi-Fi IEEE 802.11ax, Bluetooth 5.1, Gigabit Ethernet, 2x USB 3.1, 1x USB 2.0, 1x USB-C, HDMI 2.1
Serviços
on-line
PlayStation Network
PlayStation Now
Dimensões Base: 390 mm × 260 mm × 104 mm
Digital: 390 mm × 260 mm × 92 mm
Peso Base: 4,5 kg
Digital: 3,9 kg
Retrocompa-
tibilidade
PlayStation 4, PlayStation VR[5]
Antecessor PlayStation 4
Página oficial playstation.com/ps5

O PlayStation 5, oficialmente abreviado como PS5, é um console de jogos eletrônicos de nona geração, desenvolvido pela Sony Interactive Entertainment. Foi anunciado em outubro de 2018[6] e confirmado em outubro de 2019[7] como o quinto da série PlayStation e sucessor do PlayStation 4. O console foi lançado em 12 de novembro de 2020 na América do Norte, Austrália, Coreia do Sul, Japão, Nova Zelândia e Singapura. E em 11 de dezembro de 2020 foi lançado nas Filipinas.[1] 19 de novembro para o resto do mundo.[8][9] A plataforma foi lançada em duas versões, um sistema com entrada para disco óptico compatível com Blu-ray Ultra HD para suporte a jogos lançados em mídia física ou baixados através da PlayStation Store e uma versão digital de menor custo sem a unidade de disco, utilizando apenas o download digital.

O PlayStation 5 possui uma unidade de estado sólido personalizada projetada para a leitura de dados de alta velocidade para permitir melhorias significativas no desempenho gráfico. O hardware também possui uma GPU AMD personalizada capaz de fornecer suporte a Ray-tracing, displays de resolução 4K e até 120 quadros por segundo, um novo hardware de áudio para efeitos de áudio 3D em tempo real e retrocompatibilidade com a maioria dos jogos do PlayStation 4 e PlayStation VR.

História[editar | editar código-fonte]

As primeiras notícias e informações oficiais sobre o PlayStation 5 vieram do arquiteto principal Mark Cerny, em entrevista à revista Wired em abril de 2019.[10] No início de 2019, o relatório financeiro da Sony para o trimestre encerrado em 31 de março de 2019, afirmou que o novo hardware de próxima geração estava em desenvolvimento, mas não seria lançado antes de abril de 2020.[11] Em uma segunda entrevista à revista Wired em outubro de 2019, a Sony disse que pretende lançar seu console de próxima geração em todo o mundo até o final de 2020.[7] As especificações de hardware atuais foram lançadas em outubro de 2019.[12][13] Na CES 2020, a Sony apresentou o logotipo oficial da plataforma, que segue o estilo minimalista semelhante dos consoles anteriores da marca PlayStation.[14] As especificações completas do console foram fornecidas em uma apresentação on-line de Cerny e publicadas pela Sony e Digital Foundry em 18 de março de 2020.[15][16][17] A Digital Foundry conversou com Cerny em detalhes e publicou um "mergulho profundo" na arquitetura interna do console em 2 de abril.[18]

Um grande evento digital focado na biblioteca de jogos do PlayStation 5 havia sido planejado para 4 de junho de 2020, mas foi adiado e ocorreu em 11 de junho devido aos protestos de George Floyd.[19][20][21][22] Além dos jogos, o visual do console também foi revelado nesse evento.[23]

Hardware[editar | editar código-fonte]

O PlayStation 5 usa a microarquitetura Zen 2 de 7nm da AMD com uma CPU de 8 núcleos rodando em uma frequência variável limitada a 3.5 GHz.[17] A GPU é um sistema personalizado em um chip (SoC) baseado no RDNA 2 da AMD, com 36 unidades de computação em execução em uma frequência variável, limitada a 2.23 GHz e com capacidade de 10.28 TFLOPS.[17] Tanto a CPU quanto a GPU são monitoradas por um sistema de impulso especial que incorpora a tecnologia SmartShift da AMD, que ajusta a frequência desses sistemas com base nas atividades atuais de ambos os chips, para atingir o consumo de energia constante ideal e um perfil de desempenho do modelo SoC. Por exemplo, se a CPU estiver executando em atividade mais baixa, o sistema de reforço poderá reduzir sua frequência e aumentar a frequência da GPU para permitir que ela funcione com desempenho superior sem afetar o uso de energia ou o resfriamento.[17] A GPU suporta a aceleração por hardware da renderização rastreada por ray tracing em tempo real.[12] Ele possui uma nova tecnologia de áudio chamada Tempest Engine, que permite não apenas que centenas de fontes de som em um jogo sejam contabilizadas na produção de saída de áudio em comparação com 50 no PlayStation 4, mas também como esse áudio é apresentado com base no usuário final.[17] O sistema possui 16 GB de GDDR6 SDRAM com uma largura de banda de 448 GB/s.[17]

Uma solução de armazenamento em um SSD personalizado foi projetado para o PlayStation 5 para aumentar as taxas de entrada/saída de dados, proporcionando tempos de carregamento rápidos. Essa velocidade permite que os jogos sejam mais imersivos e suportem resolução 8K.[10] O sistema base possui um SSD de 825 GB conectado por meio de uma interface de 12 canais ao sistema principal, atingindo uma taxa de transferência de 5,5 GB/s sem compressão e entre 8 a 9 GB/s usando compressão com o protocolo Oodle Kraken da RAD Game Tools. Esse tamanho de unidade atípico foi considerado ideal para o caminho de 12 canais do sistema, em vez das unidades mais comuns de 500 GB ou 1 TB. O armazenamento direto para jogos é expansível através de uma porta NVM Express (NVMe) M.2, enquanto o armazenamento adicional pode ser disponibilizado através de unidades compatíveis com USB. O sistema suporta uma unidade óptica Ultra HD Blu-ray compatível com 4K.[17] Embora a instalação do jogo a partir de um disco seja obrigatória para tirar proveito do SSD, o usuário tem algum controle de quanto instalar, como instalar apenas os componentes multijogador de um jogo.[7]

A Sony está desenvolvendo um suporte aprimorado para o estado de jogo suspenso, para o PlayStation 5 consumir menos energia que o PlayStation 4.[24]

Comparação de versões[editar | editar código-fonte]

Característica PlayStation 4 PlayStation 5 Ref
Velocidade de leitura HDD com até 100 MB por segundo SSD com até 5,5 GB por segundo [25]
Armazenamento interno HDD com 500 GB SSD com 667 GB [25]
Saída de vídeo 1080p De 4K à 8k com frequência de 60fps à 120hz [25]
Processador principal AMD Jaguar com oito núcleos com arquitetura x86-64 e frequência de 1,6 GHz AMD Zen 2 com oito núcleos com frequência de 3,5 GHz [25][26]
Processador gráfico Radeon 1,84 Teraflops por segundo Radeon frequência de 2,23 GHz com 10,28 Teraflops e tecnologia Ray Tracing via hardware [25][26]
Memória RAM 8 GB com tecnologia GDDR5 16 GB com tecnologia GDDR6 [25]
Taxa de frequência 120 quadros por segundo com HDR [26]

Controle DualSense[editar | editar código-fonte]

O controle Dualsense.

O novo controle sem fio DualSense do PlayStation 5 foi revelado em 7 de abril de 2020.[4] O DualSense é baseado nos controles DualShock, mas com modificações influenciadas por discussões com designers e jogadores.[4] O DualSense possui gatilhos adaptáveis ​​que podem alterar a resistência ao jogador conforme necessário, suportando uma experiência como virtualmente atirar uma flecha de um arco.[7] O DualSense possui forte feedback háptico por meio de atuadores de bobina de voz, que, juntamente com um alto-falante aprimorado no controle, pretendem fornecer um melhor feedback no jogo.[7] Enquanto o DualSense mantém a maioria dos mesmos botões que o DualShock 4, o botão "Compartilhar" foi renomeado para "Criar" com outros meios para que os jogadores compartilhem e criem conteúdo com outros. Uma nova matriz de microfone embutida foi adicionada para que os jogadores possam falar com outras pessoas usando apenas o controle.[4] Ele possui uma coloração bicolor, principalmente branca com uma face preta. A barra de luz foi movida para os lados do touchpad.[4] Possui conectividade USB-C, uma bateria com duração mais alta e uma tomada de áudio.[7][27]

Software de sistema[editar | editar código-fonte]

A interface de usuário redesenhada do PlayStation 5 é caracterizada pela Sony como "acessível e informativa", fornecendo atualizações em tempo real das atividades dos amigos, atividades multijogador disponíveis e missões e recompensas para um jogador. Cerny afirmou que "não queremos que o jogador tenha que inicializar o jogo para ver o que está acontecendo", então todas essas opções são "visíveis na IU".[10] Matt MacLaurin, o atual vice-presidente de design UX da PlayStation, descreveu a interface do usuário redesenhada como uma "evolução muito interessante do sistema operacional" e uma "revisão de 100 por cento da interface do usuário do PS4 e alguns novos conceitos muito diferentes".[28] MacLaurin afirmou que a IU é extremamente rápida com uma linguagem visual nova e robusta.[29]

A Eurogamer disse que a interface do usuário foi concebida para responsividade, acessibilidade aprimorada, clareza e simplicidade.[30] É renderizada em resolução 4K e high dynamic range (HDR). Os usuários são recebidos com uma animação estilística de inicialização e uma nova tela de login. Os conceitos e motivos centrais de design introduzidos no PS4 foram redesenhados em uma nova interface de usuário da tela inicial. A parte superior da tela possui uma linha de aplicativos e duas guias superiores para jogos e aplicativos de mídia. Selecionar um jogo revela diretamente atividades individuais, como um nível específico ou modo multijogador. A PlayStation Store não é mais um aplicativo independente e agora está totalmente integrado à interface do usuário da tela inicial.[31]

A mudança mais significativa em relação à interface do PS4 é a introdução do Centro de Controle, instantaneamente convocado da parte inferior da tela ao pressionar o botão PS. O Centro de Controle é dividido em duas seções. A parte superior é uma linha de cards sugerindo ações com base no jogo atual ou ações recentes, como um bate-papo em grupo. Os cards relacionados ao jogo podem apresentar aos jogadores informações sobre o mesmo, como um relatório de progresso para completar missões específicas, ou listar os desafios do jogo com a opção de pular diretamente para ele. Os assinantes da PlayStation Plus veem os cards de atividades do jogo com dicas, capturas de tela ou vídeos detalhando como concluir uma certa tarefa. Os itens de nível de sistema podem apresentar ao jogador opções como informações de venda da PlayStation Store ou capturas de tela recentes feitas pelo usuário para serem compartilhadas. Esses recursos estão disponíveis para jogos de PS5 ou para jogos de PS4 atualizados. A parte inferior do Centro de Controle contém uma linha horizontal personalizável de ícones, incluindo notificações, atualizações de status, lista de amigos e configurações do sistema.[32]

O PS5 suporta YouTube, Twitch, Netflix, Disney+, Spotify, Apple TV+, Crunchyroll, Amazon Prime Video, MyCanal, Hulu e Peacock, enquanto o suporte para outros serviços de streaming foi prometido para o futuro.[33][34]

Jogos[editar | editar código-fonte]

Cada unidade do PlayStation 5 vem pré-instalada com Astro's Playroom, um jogo projetado para servir como uma demonstração do controle DualSense.[35] Os jogos do PlayStation 5 não usam nenhum bloqueio de região, permitindo que os jogadores joguem jogos cujo lançamento pode ser limitado em uma região diferente.[36]

A Sony anunciou a responsabilidade simultânea de apoiar a comunidade do PlayStation 4 e abraçar o PlayStation 5 como um grande avanço tecnológico. Em uma entrevista para GamesIndustry.biz, Ryan afirmou: "Sempre dissemos que acreditamos em gerações. Acreditamos que quando você se dá ao trabalho de criar um console de última geração, ele deve incluir recursos e benefícios que a geração anterior não inclui. E que, em nossa opinião, as pessoas deveriam fazer jogos que possam tirar o máximo proveito desses recursos."[37] Discutindo sobre as capacidades do controle DualSense com Geoff Keighley, o gerente geral Eric Lempel afirmou que a Sony "quer evoluir cada parte da experiência", mas para que isso aconteça "não podemos levar todos conosco de consoles anteriores para [uma experiência de próxima geração]. Você precisa de um novo hardware, de novos dispositivos para experimentar o que esses desenvolvedores desejam que você experimente."[38][39] Ratchet & Clank: Rift Apart foi destacado como um jogo de próxima geração que não é tecnicamente possível em um hardware mais antigo. Lempel garantiu a Keighley que o interesse no PlayStation 4 não terminará abruptamente, com mais jogos estando por vir.[38]

Em 12 de setembro de 2020, Jim Ryan anunciou que Spider-Man: Miles Morales, Sackboy: A Big Adventure e Horizon Forbidden West serão lançados para o PlayStation 4, além das versões previamente confirmadas para PlayStation 5. A crença da Sony nas gerações foi amplamente interpretada como uma mudança que definiu a era para os jogos apenas para PS5, que exploram totalmente as capacidades aprimoradas do console, em vez de lançar jogos de geração cruzada para os dois consoles do PlayStation. Ryan disse que ninguém deve ficar desapontado, pois as versões de PS5 tirarão vantagem do conjunto de recursos avançados do console e que as versões de PS4 podem ser atualizadas gratuitamente.[40] A Sony oferece suporte a qualquer editor que deseja oferecer versões aprimoradas de jogos de PS4 sem custo adicional.[41] A Electronic Arts afirmou que seus jogos de PS4, como FIFA 21 e Madden NFL 21, incluirão uma atualização gratuita para a versão de PlayStation 5, se os usuários atualizarem antes do lançamento sucessivo.[42] A Bungie também disse que Destiny 2 pode ser atualizado para a versão de PS5 sem nenhum custo adicional,[43] e a CD Projekt RED também oferece isso para Cyberpunk 2077 e The Witcher 3: Wild Hunt.[44][45]

A Eurogamer informou que o programa de certificação da Sony em maio de 2020 exigia que os jogos de PS4, submetidos à certificação após 13 de julho de 2020, fossem nativamente compatíveis com o PlayStation 5.[46]

Referências

  1. a b «PLAYSTATION®5 LAUNCHES IN THE PHILIPPINES ON 11th DECEMBER 2020». PlayStation (em inglês). 11 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de janeiro de 2021 
  2. dos Reis, Daniel (3 de novembro de 2020). «Sony anuncia redução no preço do PlayStation 5 no Brasil». meuplaystation. Consultado em 3 de novembro de 2020 
  3. a b c d Leadbetter, Richard (18 de março de 2020). «Inside PlayStation 5: the specs and the tech that deliver Sony's next-gen vision». Eurogamer. Consultado em 18 de março de 2020 
  4. a b c d e Nishino, Hideaki (7 de abril de 2020). «Introducing DualSense, the New Wireless Game Controller for PlayStation 5». PlayStation Blog. Consultado em 7 de abril de 2020 
  5. Wales, Matt (20 de março de 2020). «Sony clarifies "overwhelming majority" of PS4 games will be backward compatible on PS5». Eurogamer (em inglês). Consultado em 21 de março de 2020 
  6. Hopkins, Matt (10 de outubro de 2018). «Sony Has Announced It's Officially Working On The PlayStation 5». Pedestrian TV (em inglês). Consultado em 8 de outubro de 2019 
  7. a b c d e f Rubin, Peter (8 de outubro de 2019). «Exclusive: A Deeper Look at the PlayStation 5». Wired. Consultado em 8 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 8 de outubro de 2019 
  8. «Corrida pela próxima geração de videogames já começou». Agência Brasil. 26 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de janeiro de 2020 
  9. «PlayStation 5 (PS5): preço e data de lançamento são revelados pela Sony». 16 de setembro de 2020. Consultado em 16 de setembro de 2020 
  10. a b c Rubin, Peter (16 de abril de 2019). «Exclusive: What to Expect From Sony's Next-Gen PlayStation». Wired. Consultado em 16 de abril de 2019. Cópia arquivada em 21 de abril de 2019 
  11. Warren, Tom (26 de abril de 2019). «Sony: PlayStation 5 won't launch in the next 12 months». The Verge (em inglês). Consultado em 7 de março de 2020. Cópia arquivada em 3 de março de 2020. The next-gen battle is set for 2020 
  12. a b «次世代コンソールゲーム機 「プレイステーション 5」に名称決定» (em japonês). Sony Interactive Entertainment. 8 de outubro de 2019. Consultado em 13 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 20 de outubro de 2019 
  13. «PS5の気になるポイントをソニーに直撃! PS4互換は検証中。Ultra HD Blu-rayの再生&新コントローラーの詳細も». Famitsu. 10 de outubro de 2019. Consultado em 9 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 22 de novembro de 2019 
  14. Makuch, Eddie Makuch (6 de janeiro de 2020). «PS5 Logo Revealed At CES 2020». gamespot.com. Consultado em 13 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2020 
  15. The Road to PS5. PlayStation. 18 de março de 2020. Consultado em 3 de abril de 2020 – via YouTube 
  16. Nishino, Hideaki (18 de março de 2020). «Unveiling New Details of PlayStation 5: Hardware Technical Specs». PlayStation Blog. Consultado em 20 de março de 2020 
  17. a b c d e f g Leadbetter, Richard (18 de março de 2020). «Inside PlayStation 5: the specs and the tech that deliver Sony's next-gen vision». Eurogamer. Consultado em 18 de março de 2020 
  18. Leadbetter, Richard (2 de abril de 2020). «PlayStation 5 uncovered: the Mark Cerny tech deep dive». Eurogamer. Consultado em 3 de abril de 2020 
  19. Powell, Stephen (29 de maio de 2020). «PlayStation 5: Sony confident coronavirus won't change release plans». BBC. Consultado em 29 de maio de 2020 
  20. Dornbush, Jonathon (1 de junho de 2020). «Sony Delays PS5 June Reveal Event». IGN. Consultado em 1 de junho de 2020 
  21. Shuhman, Sid (8 de junho de 2020). «This Thursday, See the Future of Gaming on PS5». PlayStation Blog. Consultado em 8 de junho de 2020 
  22. Sherr, Ian (4 de junho de 2019). «Sony's PlayStation CEO wants a seamless transition to its next-generation console». CNet. Consultado em 30 de maio de 2020 
  23. Kelion, Leo; Molloy, David (12 de junho de 2020). «PS5: Como é o novo PlayStation 5 e o que a Sony revelou sobre seu próximo lançamento». BBC Brasil. Consultado em 14 de junho de 2020 
  24. Yin-Poole, Wesley (25 de setembro de 2019). «PS5 won't waste as much energy as PS4, Sony says». Eurogamer. Consultado em 9 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2019 
  25. a b c d e f Pocket-lint (19 de novembro de 2020). «PlayStation 5 vs PS4 / PS4 Pro: o PS5 é muito mais poderoso?». Pocket-lint. Consultado em 25 de novembro de 2020 
  26. a b c Tibério, Vitor. «PS4 x PS5: quais as diferenças entre os consoles». Showmetech. Consultado em 25 de novembro de 2020 
  27. Gravelle, Cody (8 de abril de 2020). «Don't Worry, The PlayStation 5 Controller Has An Audio Jack». Screen Rant. Consultado em 8 de abril de 2020 
  28. Warren, Tom (15 de junho de 2020). «Sony promises redesigned PS5 dashboard with 'no pixel untouched'». The Verge. Consultado em 15 de junho de 2020 
  29. Barker, Sammy (15 de junho de 2020). «PS5's User Interface Is Lightning Fast, A Complete Overhaul of PS4 with Very New Concepts». PushSquare. Consultado em 15 de junho de 2020 
  30. Leadbetter, Richard (15 de outubro de 2020). «Our first look at the PlayStation 5 user interface - and it could be a game-changer». Eurogamer. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  31. Diaz, Justin (15 de outubro de 2020). «Why Sony's PS5 UI Is A Masterclass In Design». Android Headlines. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  32. Gartenberg, Chaim (15 de outubro de 2020). «Sony gives in-depth look at PlayStation 5 UI in new video». The Verge. Consultado em 15 de outubro de 2020 
  33. Lyles, Taylor (22 de outubro de 2020). «Sony confirms Disney Plus, Netflix, and Twitch will be on the PS5 at launch». The Verge. Consultado em 22 de outubro de 2020 
  34. Orland, Kyle (23 de outubro de 2020). «Clearing up which media apps will be available on PS5 at launch [Updated]». Ars Technica. Consultado em 30 de outubro de 2020 
  35. Gartenberg, Chaim (17 de julho de 2020). «PlayStation 5 pack-in Astro's Playroom is a DualSense controller demo». The Verge. Consultado em 17 de julho de 2020. Cópia arquivada em 17 de julho de 2020 
  36. Peters, Jay (9 de novembro de 2020). «Sony reveals PS5 games will be region free, and the console will support PS Now». The Verge. Consultado em 9 de novembro de 2020. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2020 
  37. Dring, Christopher (29 de maio de 2020). «Sony to develop PS5 exclusives which will not be playable on PS4». GamesIndustry.biz. Consultado em 29 de maio de 2020. Cópia arquivada em 30 de maio de 2020 
  38. a b «PlayStation 5: DualSense Controller Hands-On Livestream». IGN. 17 de julho de 2020. Consultado em 10 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2020 – via YouTube 
  39. McAloon, Alissa (17 de julho de 2020). «'We believe in generations:' PlayStation argues cross-gen games risk stifling innovation». Gamasutra. Consultado em 17 de julho de 2020. Cópia arquivada em 17 de julho de 2020 
  40. Park, Gene (17 de setembro de 2020). «PlayStation CEO Jim Ryan says more PlayStation 5 units will be available than PS4s in 2013». Washington Post. Consultado em 10 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 3 de outubro de 2020 
  41. Sinha, Ravi (17 de junho de 2020). «PS4 to PS5 Game Upgrades Up to Publisher's Discretion». GamingBolt. Consultado em 17 de junho de 2020. Cópia arquivada em 18 de junho de 2020 
  42. Saed, Sherif (6 de maio de 2020). «EA's cross-gen games this year will offer free upgrades to PS5 and Xbox Series X». VG247. Consultado em 6 de maio de 2020 
  43. Ramsey, Robert (9 de junho 2020). «Destiny 2 on PS5 Is a Free Upgrade, Runs at 60 FPS, Has Cross-Play with PS4». Push Square. Consultado em 9 de junho de 2020. Cópia arquivada em 9 de junho de 2020 
  44. Phillips (19 de junho de 2020). «Cyberpunk 2077 PS4 will get a free upgrade for PlayStation 5». Eurogamer. Cópia arquivada em 19 de junho de 2020 
  45. Vincent, James (4 de setembro de 2020). «The Witcher 3 is getting a free next-gen upgrade for PS5, Xbox Series X, and PC». The Verge (em inglês). Consultado em 11 de setembro de 2020. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2020 
  46. Phillips, Tom (29 de maio de 2020). «New PS4 games must also run on PlayStation 5 from July, Sony tells devs». Eurogamer. Consultado em 29 de maio de 2020. Cópia arquivada em 29 de maio de 2020