Província de Nova Jérsei Ocidental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde outubro de 2019). Ajude e colabore com a tradução.
   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"
   


Província de Nova Jérsei Ocidental

Colônia da Inglaterra

Colonial-Red-Ensign.svg
1674 – 1702 Colonial-Red-Ensign.svg
Localização de {{{nome_comum}}}
Continente América do Norte
Capital Burlington
Governo Monarquia constitucional subordinada à Inglaterra
História
 • 1674 Ação quinquipartite
 • 1702 Reunificação da Província de Nova Jérsei
Atualmente parte de  Estados Unidos
   Nova Jérsei

A Província de Nova Jérsei Ocidental (Province of West Jersey), juntamente com a Província de Nova Jérsei Oriental, entre 1674 e 1702, de acordo com a "ação quinquipartite", eram duas divisões políticas distintas da Província de Nova Jérsei, que, por sua vez, veio a se tornar o Estado americano de Nova Jérsei. As duas províncias foram reunificadas em 1702. A capital de West Jersey estava localizada em Burlington. A determinação de uma fronteira exata e definitiva entre Nova Jérsei Ocidental e Nova Jérsei Oriental foi motivo de disputa enquanto durou a separação entre elas.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O vale do Delaware havia sido habitado pelos índios Lenape (ou Delaware) antes da exploração e colonização europeia a partir de 1609, realizada pelos holandeses, suecos e ingleses. A Companhia Holandesa das Índias Ocidentais havia estabelecido um ou dois assentamentos no rio Delaware, mas no final da década de 1620, havia transferido a maioria de seus habitantes para a ilha de Manhattan. Este se tornou o centro da Nova Holanda.[1]

O desenvolvimento da colônia da Nova Suécia, no baixo vale do Delaware, começou em 1638. A maioria da população sueca estava no lado Oeste do Delaware. Depois que os ingleses restabeleceram o Fort Nassau da Nova Holanda para desafiar os suecos, que haviam construído o Fort Nya Elfsborg no atual Condado de Salem. O Fort Nya Elfsborg estava situado entre as atuais cidades de Salem e Alloway Creek. A colônia da Nova Suécia estabeleceu dois assentamentos principais em Nova Jérsei: Sveaborg, atual Swedesboro, e Nya Stockholm, atual Bridgeport. A "Trinity Church", localizada em Swedesboro, representava a Igreja da Suécia na área.[2][3]

Os holandeses derrotaram a Nova Suécia em 1655. A colonização da região de West Jersey pelos europeus foi reduzida até a conquista inglesa em 1664. A partir do final da década de 1670, os Quakers se estabeleceram em grande número nessa área, primeiro no atual Condado de Salem e depois em Burlington. Este último tornou-se a capital de West Jersey.[4]

Antes de 1674, os agrimensores de Nova Jérsei consideravam toda a sua extensão como um "Hundred" (centena) e a dividiam em "Tenths" (décimos). West Jersey compreendia cinco dos décimos. Mas a demarcação dos limites aguardava o assentamento definitivo, as taxas que os colonos pagariam e o levantamento de terras que o dinheiro pagaria. Assim, foram necessários anos e várias pesquisas para resolver disputas de fronteiras. O Condado de Burlington foi formado em 17 de maio de 1694, combinando "o primeiro e o segundo décimos".[5] Pelo menos três pesquisas caras foram realizadas em West Jersey. Richard Tindall foi o agrimensor geral da Colônia de Fenwick, o quinto décimo.

Disputas frequentes entre os moradores e os proprietários, em sua maioria ausentes, sobre propriedade e taxações da terra atormentavam a província até sua rendição ao governo da rainha Anne em 1702.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Weslager, Clinton Alfred (1989). The Delaware Indians: A History (em inglês). [S.l.]: Rutgers University Press. 546 páginas. ISBN 978-0-81351-494-9. Consultado em 29 de outubro de 2019 
  2. The Federal Writers' (Junho de 1938). The Swedes and Finns in New Jersey (em inglês). [S.l.]: Jersey Print. Company (publicado em 2007). 165 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2019 
  3. Janice A. Brown. «A Brief History of the Early Swedes in New Jersey» (em inglês). Gloucester County NJ. Consultado em 29 de outubro de 2019 
  4. Jean R. Soderlund (2015). «West New Jersey» (em inglês). Encyclopedia of Greater Philadelphia. Consultado em 29 de outubro de 2019 
  5. John P. Snyder (1969). «The Story of New Jersey's Civil Boundaries: 1606–1968» (PDF) (em inglês). Bureau of Geology and Topography. p. 93-101. 294 páginas. Consultado em 29 de outubro de 2019 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Winfield, Charles H. History of the County of Hudson, New Jersey (New York: Kennard & Hay Printing Company, 1874)
  • Harvey, Cornelius B. ed. Genealogical History of Hudson and Bergen Counties, New Jersey (New York: The New Jersey Genealogical Publishing Co., 1900)
  • Fiske, John The Dutch and Quaker Colonies of America. Vol. I (New York: Houghton, Mifflin and Company, 1903)
  • Lovero, Joan D. Hudson County: The Left Bank (Sun Valley. CA: American Historical Press, 1999)
  • Weslager, C. A. Dutch Explorers, Traders, and Settlers in the Delaware Valley, 1609–1644. (Philadelphia, University of Pennsylvania Press, 1961).
  • Johnson, Amandus The Swedish Settlements on the Delaware Volume I: Their History and Relation to the Indians, Dutch and English, 1638–1664 (Philadelphia: Swedish Colonial Society. 1911)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.