Nova Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nova Suécia em 1650

Nova Suécia (em sueco, Nya Sverige) foi uma pequena colónia sueca na costa oriental da América do Norte durante o século XVII que incluía partes dos actuais estados de Delaware, Nova Jersey e Pensilvânia.

Fundada em 29 de Março de 1638 pelo explorador Peter Minuit, o principal povoado da colónia era Forte Cristina, assim chamado em homenagem à Rainha Cristina da Suécia. Cerca de 600 colonos suecos residiam na área nesse ano. Depois, este povoado converter-se-ia na actual cidade de Wilmington, no estado de Delaware. Outras zonas onde se estabeleceram colonos suecos foram o sudeste da Pensilvânia e o sudoeste de Nova Jersey. A economia da Nova Suécia estava baseada na agricultura e no comércio de peles.

O controlo sueco sobre a região durou apenas 17 anos, já que em Setembro de 1655, sob a direcção do governador Johan Risingh, a Nova Suécia foi atacada pela vizinha colónia neerlandesa dos Novos Países Baixos, e foi anexada a esta última. Finalmente, a região inteira tornou-se parte do Império Britânico quando foi invadida por uma frota inglesa em 1664.[1]

Referências

  1. Bojs, Karin; Peter Sjölund. Svenskarna och deras fäder: De senaste 11 000 åren (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers, 2016. Capítulo: Till Afrika och Amerika.  232 p. p. 156. ISBN 9789100167547

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um distrito ou povoado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.