Atos Intoleráveis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde junho de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Esta caricatura britânica representando as leis como uma violação de Boston personificada foi rapidamente copiada e distribuída por Paul Revere em todas as colônias.

As Leis Intoleráveis (em inglês: Intolerable Acts ou Coercive Acts) foi o nome dado pelos colonos das Treze Colônias a uma série de leis promulgadas pelo Parlamento britânico em 1774. Essas leis desencadearam ultraje e resistência nas colônias e foram um importante fator de crescimento da Revolução Americana.

Uma dessas leis fez com que o porto de Boston fosse interditado e o governador de Massachusetts obtivesse poderes excepcionais; os colonos arcariam com as despesas das forças inglesas na América e o julgamento de funcionários ingleses se daria fora da jurisdição das colônias.

O que as leis estipulavam[editar | editar código-fonte]

  1. Fechamento do porto de Boston (garantido por uma guarda armada), até que a Companhia Britânica das Índias Orientais fosse indenizada dos prejuízos decorrentes do lançamento do carregamento de chá ao mar;
  2. Suspensão das reuniões das colônias de Massachusetts
  3. O impedimento de toda e qualquer manifestação pública contra a metrópole;
  4. Que todos os julgamentos de crimes cometidos em território americano fossem a critério das autoridades britânicas em suas propriedades;
  5. Que os colonos estavam obrigados a proporcionar alojamento e estadia de soldados britânicos em suas propriedades;
  6. A redução das colônias norte-americanas em favor da ampliação do território canadense;
  7. A colônia de Massachusetts foi ocupada por tropas do exército britânico;

Reação[editar | editar código-fonte]

Os colonos americanos se revoltaram contra estas leis, afirmando que elas violavam seus direitos constitucionais como cidadãos. Eles também viam as recentes ações britânicas como uma ameaça a liberdade em toda a América Britânica. Em Boston, área mais afetada pela lei, a dessatisfação com a administração inglesa da colônia se intensificou. Uma das principais respostas as Leis Intoleráveis foi a convocação do Primeiro Congresso Continental de 1774.[1]

Referências

  1. Middlekauff, Robert (2005). The Glorious Cause: The American Revolution, 1763–1789 Revised and expanded ed. Nova York: Oxford University Press. ISBN 0-19-516247-1 
Ícone de esboço Este artigo sobre História dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.