Urubici

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Urubici
"Terra das Hortaliças"
Igreja no centro da cidade

Igreja no centro da cidade
Bandeira indisponível
Brasão de Urubici
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 6 de dezembro de 1956 (60 anos)
Gentílico urubiciense
Prefeito(a) Antonio Zilli (PSDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Urubici
Localização de Urubici em Santa Catarina
Urubici está localizado em: Brasil
Urubici
Localização de Urubici no Brasil
28° 00' 54" S 49° 35' 31" O28° 00' 54" S 49° 35' 31" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Serrana IBGE/2008 [1]
Microrregião Campos de Lages IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Bom Retiro, Rio Rufino, Urupema, São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Orleans, Grão Pará, Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima, Anitápolis
Distância até a capital 167 km
Características geográficas
Área 1 019,232 km² [2]
População 10 702 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 10,5 hab./km²
Altitude 915 m
Clima subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,785 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 109 164,253 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 126,55 IBGE/2008[5]
Página oficial
Igreja Matriz
Termômetro no Morro da Igreja
Maçãs

Urubici é um município do estado de Santa Catarina, no Brasil. Localiza-se a uma latitude 28º00'54" sul e a uma longitude 49º35'30" oeste, estando a uma altitude de 915 metros. Sua população estimada em 2010 era de 10 702 habitantes. Possui uma área de 1019,1 km². No cume do Morro da Igreja (1.822 metros), o ponto mais alto habitado do sul do Brasil, localizado no município, foi registrada, extra-oficialmente, a temperatura mais baixa do país: −17,8 °C, em 29 de junho de 1996. Urubici também é conhecida pelas suas diversas belezas naturais, estando incluída no Caminho das Neves.

Localizada no Vale do Rio Canoas, Urubici, a Terra das Hortaliças, é o maior produtor de hortifrutigranjeiros de Santa Catarina [carece de fontes?] . Também se destaca pelo cultivo de maçã, especialmente com a variedade gala [carece de fontes?] . Outro aspecto importante é o cultivo de erva-mate, produto básico do tradicional chimarrão, e apreciado nos países do Mercosul. Com paisagens muitas vezes comparada à Europa [carece de fontes?] , Urubici está situada no ponto mais elevado de Santa Catarina [carece de fontes?] , possuindo Inúmeras as cascatas [carece de fontes?] . Um exemplo é a Cascata do Avencal, com água despencando em queda-livre a mais de 100 metros de altura [carece de fontes?] .

Outro local de destaque é o Morro da Igreja, com 1 822 metros de altitude, que permite enxergar todo o Litoral Sul Catarinense [carece de fontes?]. Nesse morro, encontra-se a Pedra Furada, uma escultura natural em forma de janela. Outros atrativos turísticos são as inscrições rupestres dos tempos das cavernas, na Serra do Corvo Branco [carece de fontes?] , a Gruta Nossa Senhora de Lourdes e a Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens [carece de fontes?] .

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Existem várias hipóteses etimológicas para o topônimo "Urubici":

História[editar | editar código-fonte]

Por marcar a história de várias civilizações, Urubici exibe, até hoje, a passagem de seus primeiros habitantes [carece de fontes?] . São sinais registrados em pedras há pelo menos 40 séculos, comparável às inscrições encontradas em alguns outros pontos do litoral catarinense. Segundo historiadores, o ano de 1711 é data base para Urubici, quando dom João V ordena que os jesuítas procurem minas e catequizem índios até o rio Caçadores. Com essa missão, os padres José Mascarenhas e Luís de Albuquerque traçam marcos na região - marcos do Maranhão até Laguna, a considerada "região do ouro". O primeiro marco foi colocado no Morro Pelado (comando indígena), o segundo no Morro da Mala (onde moravam os padres) e o terceiro no Morro do Panelão (onde ficavam as tropas que carregariam o ouro). Conta-se que grande porção do ouro foi enterrada nas rochas pelos jesuítas. Os índios, na maioria tupi-guarani, foram catequizados em grupos e já eram remanescentes de outras regiões [carece de fontes?] .

Conta-se que existem mapas em originais e cópias, nunca vistos [carece de fontes?] . Urubici registrava um pinheiral espantoso, um "mar de pinheiros", e em outras regiões, não em todas, alguns banhados, com sumidouros de animais e pessoas não orientadas [carece de fontes?] . Alguns índios já conheciam missionários e orientavam jesuítas pelas andanças [carece de fontes?] . Padre Luís relata que, ao fincar uma grande cruz no dia 1 março, ela mergulhou no pântano, mais de um metro, sem nenhuma força [carece de fontes?] . Em cada marco, foi plantada uma cruz jesuítica, com ramos amarrados na altura de Cristo [carece de fontes?] . Nos anais do livro 12 Jesuítas no Estado de Santa Catarina (Biblioteca dos Jesuítas do Rio de Janeiro), além desse relatório, existe o seguinte:

O município era habitado por índios xoclengues quando os primeiros colonizadores de origem europeia, vindos de Tubarão, São Joaquim e Bom Jesus, chegaram na região. Os novos habitantes logo expulsaram os índios, cujos vestígios ainda podem ser encontrados as e inscrições rupestres espalhadas por todo o território. De 1903 a 1911, imigrantes agricultores e madeireiros fixam-se na região.[7]

Em 1924, sabendo da fertilidade no solo do vale do rio Canoas, chegaram, à região, imigrantes italianos, alemães e letões, que tornaram, a agricultura e pecuária, as principais atividades econômicas da região.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

As montanhas da Serra Catarinense, região com altitudes próximas aos 1 800 metros, registram as temperaturas mais baixas do Brasil [carece de fontes?] . Foram os fazendeiros da região que criaram o turismo rural, adaptando suas fazendas centenárias para receber hóspedes.

A Serra Catarinense é a região mais fria do Brasil [carece de fontes?] , sendo o único lugar do país onde neva todos os anos [carece de fontes?] , mesmo que por poucos dias, durante o inverno. A paisagem de araucárias, campos e taipas (muros de pedra basalto) cobre-se inteiramente de branco e até as águas das cachoeiras podem congelar. Cascata do Avencal é um ponto turístico da cidade, possui queda de água de cem metros, é bastante utilizada para a prática do rapel. Fazendas centenárias, a cultura gaúcha, a culinária campeira, cavalgadas complementam o cenário da natureza agreste da Serra Catarinense.


Acessos[editar | editar código-fonte]

Acesso pelas rodovias SC-430 ligando o município à rodovia BR-282 em Bom Retiro. Pelo sul, há a SC-430, dando acesso a São Joaquim e Bom Jardim da Serra. Ao leste, a SC-439 desce a serra chegando ao município de Grão Pará, ligação com a BR-101 em Tubarão. A oeste, SC-439 levando ao município de Rio Rufino.

Bairros e distritos[editar | editar código-fonte]

  • Águas Brancas
  • Baiano
  • Brasília
  • Canudo
  • Centro
  • Consolação
  • Feti
  • Santo Antônio
  • Santa Catarina
  • Santa Tereza
  • São José
  • São Pedro
  • Traçado
  • Vacas Gordas
  • Campestre
  • São Francisco
  • Rio do Engano
  • Rio dos Bugres
  • Rio Vacarianos

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. a b NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 605.
  7. a b Que tal viajar? Disponível em [1] Acesso em 18 de março de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Urubici


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.