X-Men: Pryde of the X-Men

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Pryde of the X-Men (ou Orgulho dos X-Men) foi um episódio piloto, de forma que a série nunca tenha lançado no mundo.[necessário esclarecer]. Atualmente foi lançado em DVD.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O desenho começa com um exército que pretende prender Magneto para pesquisas, mas a Rainha Branca (Emma Frost) ataca-os e liberta Magneto. Kitty Pryde vai até o Instituto Xavier Para Jovens Super Dotados a mando de uma carta escrita pelo Professor Charles Xavier. Ele explica como funciona sua base de operações secreta, explica sobre a mutação e sobre seu grupo secreto, os X-Men (Ciclope, Wolverine, Colossus, Crystal, Tempestade e Noturno), jovens com poderes sobrenaturais. Blob e Pyro, membros do grupo terrorista Irmandade de Mutantes, que é aliado a Magneto, chamam a atenção dos X-Men, ameaçando matar humanos, mas na verdade o plano era de conseguir as coordenadas do cometa Scorpion. Os X-Men vão atrás deles e Magneto aproveita e invade a mansão com Juggernaut, para roubar a caixa de controle do cérebro. No Asteroide M, Magneto conecta a caixa de controle do cérebro com o cometa Scorpion para controlá-lo e arremessá-lo à Terra e destruir os humanos. Wolverine acha que Kity deve ficar na mansão, mas ela secretamente entra na nave com seus poderes e ajuda o grupo a enfrentar a Irmandade de Mutantes (Groxo, Juggernaut, Rainha Branca, Pyro e Blob). os X-Men conseguem desativar o asteróide e salvar a humanidade, agora tendo um novo e importante membro.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O título do desenho é uma mistura do sobrenome da Lince Negra (Pryde) com a palavra inglesa para orgulho (pride).