Boeing B-50 Superfortress

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Boeing B-50 Superfortress
O B-50 A - Lucky Lady II, o primeiro avião do mundo a dar volta ao mundo sem escalas. Isso só foi possível graças ao reabastecimento aéreo.
Descrição
Fabricante Boeing
Primeiro voo 25 de junho de 1947
Entrada em serviço 1948
Missão Bombardeiro, Reabastecimento aéreo, Reconhecimento aéreo,

guerra electrónica, reconhecimento meteorológico

Tripulação 8
Dimensões
Comprimento 30,2 m
Envergadura 43,1 m
Altura 10,0 m
Propulsão
Motores 4x radiais Pratt & Whitney R-4360 de 3 500 cv
Performance
Velocidade máxima 636 km/h
Teto máximo 11170 m
Armamento
12 metralhadoras de 12,7mm Browning .50 1 canhão de 20mm. / 3600 kg de bombas

O Boeing B-50 Superfortress foi um avião militar do tipo multiuso dos Estados Unidos.

História[editar | editar código-fonte]

O B-50 foi um avião multiuso da USAF. Acima o único EB-50B construído, um dos primeiros aviões de guerra eletrônica do mundo

O Boeing B-50 foi uma evolução do protótipo XB-44 Superfortress que fora derivado do Boeing B-29 Superfortress. Seu primeiro voo ocorreu em 25 de junho de 1947, sendo que no ano seguinte entraria em serviço na USAF. Foi empregado na Guerra da Coreia como avião de reconhecimento aéreo. Em meados da década de 1950, o B-50 começou a ser retirado das linhas de frente da USAF, sendo alguns aviões convertidos em aviões de reabastecimento aéreo (KB-50). O KB 50 foi a última versão construída do B-50 e prestou serviços no início da Guerra do Vietnam em 1965, até ser retirado de serviço após problemas de corrosão.

A produção total do Boeing B-50 foi de 371 aviões, construídos entre 1947 e 1953

Operadores[editar | editar código-fonte]

 Estados Unidos
Commons
O Commons possui multimídias sobre Boeing B-50 Superfortress

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.