Caribe anglófono

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo Caribe anglófono (português brasileiro) ou Caraíbas anglófonas (português europeu) é usado para referir-se a países da região do Caribe que têm a língua inglesa como idioma oficial. Após a independência do Reino Unido, o termo Caribe anglófono passou a ser tradicionalmente usado, substituindo Antilhas britânicas.

As ilhas independentes que formam o Caribe anglófono são Antígua e Barbuda, Bahamas, Barbados, Dominica, Granada, Jamaica, St. Kitts e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas e Trinidad e Tobago. O termo também engloba outras localidades fora do Caribe, Guiana (situada no território da América do Sul) e Belize.

Todos estes países foram colônias britânicas. Os primeiros juntaram-se a outros países do Caribe, que ainda são território britânico, como Anguilla, Ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Cayman, Ilhas Turks e Caicos e Montserrat, além das Ilhas Virgens, que atualmente é território oficial dos Estados Unidos da América.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]