Cinema catástrofe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cinema catástrofe é um gênero cinematográfico muito popular, que mistura três elementos principais: enredo apocalíptico, apelo melodramático e cenas de ação, de preferência com efeitos especiais que enfatizem o clima de tensão.

O gênero compreende uma mistura de ficção científica e fantasia, permitindo ao roteirista abordar todo e qualquer tema capaz de causar pânico, que vão desde acidentes nucleares, passando por ataques de extraterrestres, colisão com cometas, incêndios, grandes acidentes ou intempéries da natureza, como terremotos, maremotos e erupções vulcânicas. Essa amplitude de assuntos colocou os filmes-catástrofe como um dos preferidos das produções de segunda linha, já que não exigem um roteiro muito original ou orçamentos fabulosos. Contudo, existem exceções. O alemão Roland Emmerich, diretor e roteirista de O Dia Depois de Amanhã, só faz filmes-catástrofe de primeira linha. Alguns destes filmes têm o elenco encabeçado por atores conhecidos do público, como Independence Day, com Bill Pullman, Armageddon, com Bruce Willis, ou Volcano, com Tommy Lee Jones.

O primeiro longa-metragem que pode ser considerado um genuíno filme-catástrofe foi Aeroporto, de 1970, que tinha no elenco Burt Lancaster e Jacqueline Bisset.

Alguns filmes famosos do gênero[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]