Crossover thrash

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Crossover thrash
Origens estilísticas Thrash metal, hardcore punk, thrashcore
Contexto cultural Meados de 1980s, Estados Unidos
Instrumentos típicos Vocais - Guitarra eléctrica - Baixo elétrico - Bateria
Popularidade Underground em meados de 1980s, moderada no final 1980s para início de 1990s, desde então underground. Menor em meados de 2000s.
Formas derivadas Metalcore - Hatecore
Subgêneros
Skate punk - Youth crew
Gêneros de fusão
Grindcore - Groove metal
Formas regionais
New York Hardcore - Nardcore

Crossover thrash ou simplesmente crossover foi um termo utilizado nos anos 80 para descrever a primeira onda de bandas que misturavam o Hardcore punk com o thrash metal, a partir de 1982 e cristalizado por volta de 1986.

Enquanto o thrash metal nasceu quando parte da cena metal incorporou influências vindas do hardcore punk, o crossover thrash nasceu pelo caminho inverso, quando bandas hardcore punk passaram a metalizar sua música.

Apesar de algumas bandas de hardcore punk, como Bad Brains, SSD e Black Flag já apresentarem algumas influências vindas do heavy metal, o crossover propriamente dito só se deu através da influência do thrash metal/speed metal, particularmente na adoção de solos, estruturas mais complexas e, é claro das marcantes palhetadas abafadas na guitarra. Algumas bandas adotaram a velocidade do fastcore, sendo que algumas das primeiras bandas desse estilo com o passar do tempo passaram a tocar crossover thrash.

Alguns pioneiros do gênero são as bandas americanas Suicidal Tendencies, Cryptic Slaughter, D.R.I., C.O.C., S.O.D. e M.O.D. e as brasileiras Ratos de Porão, D.F.C. e Lobotomia. No início, a mistura trouxe uma grande dose de polêmica, que algumas vezes se transformou em violência vinda da ala mais radical do punk, que considerava a influência heavy uma traição.

Ainda na primeira metade dos anos 80, bandas inglesas como Discharge, English Dogs e Broken Bones já estavam incorporando influências metálicas sobre uma base hardcore sob o rótulo de "metal punk". Alguns consideram o EP "State Violence, State Control" do Discharge, de 1982, como o marco inicial do estilo.

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.