Dingux

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dingux  v  e 

Captura de tela
Dingux - Tela de boot
Desenvolvedor Booboo
Arquiteturas mips x86
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Lançado em 25 de junho de 2009 (5 anos)
Família Rockbox
Núcleo Linux
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Corrente
Website www.dingux.com (em inglês)., acessado pela última vez há 261 semanas e 5 dias
Origem comum Flag of Spain.svg Espanha
Portal do Software Livre

Dingux é uma distribuição Linux baseada no Rockbox para chips Injenic.

O Dingux foi iniciado em meados de Maio de 2009.Inicialmente consistia apenas no código do Rockbox com adaptações para o LCD do Dingoo.

O Linux foi gerado e liberado por Booboo no Google Code em 18 de maio de 2009.
Um instalador do dual boot chamado Dingux foi lançado em 24 de junho. Isto permite a dupla arrancada, pelo firmware original ou Linux, sem a necessidade da ligação com um PC. Atualmente o Dingux só pode ser instalado por cartões MiniSD formatados com particionamento FAT32, diferente de sua versão inicial que necessitava de partições ext3/ext2 como em instalações convencionais do Linux.

Características[editar | editar código-fonte]

O Dingux gerou uma grande reviravolta no mundo dos portáteis, pois inicialmente foi portado para o Dingoo, o que atraiu uma grande legião de programadores da cena homebrew de diversos portáteis.

Atualmente o Dingux está sendo portado para o Gemei x760+, e futuramente poderá ser portado para os mais diversos aparelhos baseados no chip Injenic.

O Sistema[editar | editar código-fonte]

O objetivo do Dingux é ser uma distribuição destinada ao uso em Soquetes Injenic, fácil de usar e instalar e que resolva problemas com seus firmwares nativos.

O Futuro[editar | editar código-fonte]

Além de diversos emuladores, jogos, ports de PC e aplicativos a ideia é transformar o dingux em sistema nativo, atualmente ele não é rodado diretamente da memória interna do player, e sim de uma memória externa, em um futuro será possível rodar diretamente da memória interna.

Dingux Rodando

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


 ver·editar Portal do LinuxTux.svg