GnuLinEx

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
gnuLinEx  v  e 
Logotipo
Desenvolvedor Junta da Estremadura
Arquiteturas x86
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Versão estável 2013RC1 / 11 de fevereiro de 2013; há 116 semanas e 2 dias
Língua natural Língua Castelhana
Mercado-alvo Escolas e instituições oficiais de Estremadura
Família debian
Núcleo Linux
Método de atualização APT
Gerenciamento de pacotes dpkg
Interface GNOME
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Corrente
Website LinEx (em espanhol). Página principal., acessado pela última vez há 50 semanas
Posição no Distrowatch 264ª (em inglês, em espanhol, em francês, em alemão, em tcheco/checo, em japonês e em chinês).
Origem comum Flag of Spain.svg Espanha
Portal do Software Livre

gnuLinEx, ou LinEx, é uma distribuição GNU/Linux baseada no Debian e patrocinada pelo governo regional da Estremadura (comunidade autônoma da Espanha), que utiliza o GNOME como seu ambiente de trabalho. Uma iniciativa do governo da Estremadura, gnuLinEx deve ser utilizada em escolas da região, assim como instituições oficiais. É promovida ativamente para uso doméstico e laboral, sendo compatível apenas com arquiteturas baseadas na i386.[1] O alvo do projeto é a promoção de uma sociedade baseada em informação instruída em tecnologia para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

Vantagens[editar | editar código-fonte]

  1. Estabilidade
  2. Instalação fácil
  3. Distribuição e usos livres (sem custos associados com pagamento de licenças)
  4. Inexistência de pragas virtuais
  5. Específico para a língua castelhana (os programas representam importantes figuras da literatura, ciência, etc)

Limitações[editar | editar código-fonte]

  1. A opção de realizar compras casadas de hardware com gnuLinEx do modo como o Microsoft Windows é comprado ainda é incomum.
  2. A Estremadura mudou os nomes de muitos programas instalados por padrão com a distribuição, o que causa confusão entre os usuários. Alguns veem isto como uma virtude ao ajudá-los a lembrar o nome de seus aplicativos favoritos, ao invés de utilizar seus nomes em inglês. A versão 2004 inclui a possibilidade de escolher nomes e ícones originais.

LinEx Escolar[editar | editar código-fonte]

A LinEx escolar é uma variação da gnuLinEx orientada a professores, ela consiste de três perfis de uso, cada perfil é personalizado para um estudante particular, com conteúdo e software para cada estudante.

Usuários[editar | editar código-fonte]

Desde Maio de 2003, 200 000 CDs da LinEx foram distribuídos livremente pelos jornais locais, e 70 000 cópias do sistema operativo foram descarregadas do sítio oficial. Estima-se que cerca de 10% dos habitantes da Estremadura utilizam a LinEx atualmente.

Consagrações[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu um prêmio dado pela Associação das Telecomunicações dos Usuários (em espanhol: AUTEL) ao desenvolvimento de serviços avançados de tecnologias da informação e comunicação (Setembro de 2002)
  • Prêmiação da Associação de Usuários Espanhóis de Linux (em espanhol: Hispalinux) para o Encontro de Estremadura, pelo desenvolvimento da gnuLinEx (Dezembro de 2002).
  • Foi premiada " Computerworld 2003 " ao Conselho de Educação, Ciência e Tecnologia do Encontro de Extremadura pela criação da gnuLinEx (Março de 2003).
  • " Vettonia, voice Castúa " prêmio ao conselheiro de Educação, Ciência e Tecnologia, dado pelo Grupo Alcorcón's Extremaduran, pelo desenvolvimento da gnuLinEx (Junho de 2003).
  • Prêmio europeu de Inovação Regional, Categoria Sociedade da Informação, dado pela Comissão Europeia no arcabouço do Programa Regional Europeu de Ações Inovadoras e entregue na sessão do plenário do Comitê das Regiões, em Bruxelas, em 22 de Abril de 2004.

gnuLinEx em escolas secundárias[editar | editar código-fonte]

Nos dias atuais a gnuLinEx é encontrada principalmente nos institutos públicos de educação secundária da comunidade da Estremadura, contando com um computador (com gnuLinEx instalado) para cada dois alunos, ou para cada mesa.

Referências