GnuLinEx

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
gnuLinEx  v  e 
Logotipo
Desenvolvedor Junta da Estremadura
Arquiteturas x86
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Versão estável 2013RC1 / 11 de fevereiro de 2013; há 85 semanas e 1 dia
Língua natural Língua Castelhana
Mercado-alvo Escolas e instituições oficiais de Estremadura
Família debian
Núcleo Linux
Método de atualização APT
Gerenciamento de pacotes dpkg
Interface GNOME
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Corrente
Website LinEx (em espanhol). Página principal., acessado pela última vez há 18 semanas e 6 dias
Posição no Distrowatch 264ª (em inglês, em espanhol, em francês, em alemão, em tcheco/checo, em japonês e em chinês).
Origem comum  Espanha
Portal do Software Livre

gnuLinEx, ou LinEx, é uma distribuição GNU/Linux baseada no Debian e patrocinada pelo governo regional da Estremadura (comunidade autônoma da Espanha), que utiliza o GNOME como seu ambiente de trabalho. Uma iniciativa do governo da Estremadura, gnuLinEx deve ser utilizada em escolas da região, assim como instituições oficiais. É promovida ativamente para uso doméstico e laboral, sendo compatível apenas com arquiteturas baseadas na i386.[1] O alvo do projeto é a promoção de uma sociedade baseada em informação instruída em tecnologia para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

Vantagens[editar | editar código-fonte]

  1. Estabilidade
  2. Instalação fácil
  3. Distribuição e usos livres (sem custos associados com pagamento de licenças)
  4. Inexistência de pragas virtuais
  5. Específico para a língua castelhana (os programas representam importantes figuras da literatura, ciência, etc)

Limitações[editar | editar código-fonte]

  1. A opção de realizar compras casadas de hardware com gnuLinEx do modo como o Microsoft Windows é comprado ainda é incomum.
  2. A Estremadura mudou os nomes de muitos programas instalados por padrão com a distribuição, o que causa confusão entre os usuários. Alguns veem isto como uma virtude ao ajudá-los a lembrar o nome de seus aplicativos favoritos, ao invés de utilizar seus nomes em inglês. A versão 2004 inclui a possibilidade de escolher nomes e ícones originais.

LinEx Escolar[editar | editar código-fonte]

A LinEx escolar é uma variação da gnuLinEx orientada a professores, ela consiste de três perfis de uso, cada perfil é personalizado para um estudante particular, com conteúdo e software para cada estudante.

Usuários[editar | editar código-fonte]

Desde Maio de 2003, 200 000 CDs da LinEx foram distribuídos livremente pelos jornais locais, e 70 000 cópias do sistema operativo foram descarregadas do sítio oficial. Estima-se que cerca de 10% dos habitantes da Estremadura utilizam a LinEx atualmente.

Consagrações[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu um prêmio dado pela Associação das Telecomunicações dos Usuários (em espanhol: AUTEL) ao desenvolvimento de serviços avançados de tecnologias da informação e comunicação (Setembro de 2002)
  • Prêmiação da Associação de Usuários Espanhóis de Linux (em espanhol: Hispalinux) para o Encontro de Estremadura, pelo desenvolvimento da gnuLinEx (Dezembro de 2002).
  • Foi premiada " Computerworld 2003 " ao Conselho de Educação, Ciência e Tecnologia do Encontro de Extremadura pela criação da gnuLinEx (Março de 2003).
  • " Vettonia, voice Castúa " prêmio ao conselheiro de Educação, Ciência e Tecnologia, dado pelo Grupo Alcorcón's Extremaduran, pelo desenvolvimento da gnuLinEx (Junho de 2003).
  • Prêmio europeu de Inovação Regional, Categoria Sociedade da Informação, dado pela Comissão Europeia no arcabouço do Programa Regional Europeu de Ações Inovadoras e entregue na sessão do plenário do Comitê das Regiões, em Bruxelas, em 22 de Abril de 2004.

gnuLinEx em escolas secundárias[editar | editar código-fonte]

Nos dias atuais a gnuLinEx é encontrada principalmente nos institutos públicos de educação secundária da comunidade da Estremadura, contando com um computador (com gnuLinEx instalado) para cada dois alunos, ou para cada mesa.

Referências