Duquecaxiense Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Duquecaxiense
Escudo do Duquecaxiense FC.gif
Nome Duquecaxiense Futebol Clube
Alcunhas Aurianil Caxiense
Fundação 2 de janeiro de 1997 (17 anos)
Estádio Mestre Telê Santana (Maracanãzinho de Duque de Caxias)
Presidente Brasil Octávio Gutemberg Falcão Rodrigues
Treinador Brasil Jorge Perreco
Competição Rio de Janeiro Campeonato Carioca - Série C
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Duquecaxiense Futebol Clube é uma agremiação esportiva da cidade de Duque de Caxias no estado do Rio de Janeiro, fundada a 2 de janeiro de 1997.

Equipe profissional do Duquecaxiense em 2011

História[editar | editar código-fonte]

Estréia no profissionalismo na Terceira Divisão de Profissionais, em 1997, como Associação Atlética Duquecaxiense. Tinha as cores vermelha e branca. É o líder na primeira fase, mas acaba o campeonato em terceiro lugar, atrás de CFZ do Rio Sociedade Esportiva e Associação Desportiva Cabofriense, mas à frente do Real Esporte Clube. No mesmo ano vence a Copa Rio, ao derrotar na final o Rodoviário Piraí Futebol Clube. É o seu único título até o momento como profissional. Posteriormente, muda de nome, escudo e cores, passando à denominação atual.

Duquecaxiense em ação na Terceira Divisão do Rio, em 2009. Foto de Paulo Roberto Rodrigues

Em 1998, disputa a Segunda Divisão de Profissionais como convidado, mas não se classifica para a fase final, ficando em terceiro em seu grupo na fase inicial, atrás de Associação Atlética Portuguesa e Campo Grande Atlético Clube.

Em 1999, a campanha é semelhante. O clube não avança à segunda fase ao ficar em quinto lugar em seu grupo. Os classificados foram CFZ do Rio Sociedade Esportiva, Serrano Foot Ball Club, Bonsucesso Futebol Clube e Volta Redonda Futebol Clube.

Atleta juvenil do Duquecaxiense em 2009. Foto de Paulo Roberto Rodrigues

Em 2000, é quinto, último, em sua chave na fase inicial e não consegue se classificar da primeira fase, ao ficar atrás de Goytacaz Futebol Clube, Botafogo de Macaé, Centro Esportivo Arraial do Cabo, que se classificam, e o eliminado Campo Grande Atlético Clube.

Em 2001, termina como quarto colocado, último, em seu grupo e também não se classifica à segunda fase, ao ficar atrás de Entrerriense Futebol Clube, Heliópolis Atlético Clube e Casimiro de Abreu Esporte Clube.

Atleta juvenil do Duquecaxiense em confronto com o Olaria, em 2009. Foto de Paulo Roberto Rodrigues

Em 2002, se licencia das competições de âmbito profissional. Volta apenas, em 2005, na Terceira Divisão de Profissionais. Fica em quarto lugar em seu grupo e se classifica para a fase seguinte, ao ficar atrás de Villa Rio Esporte Clube, Esporte Clube Tigres do Brasil e Estácio de Sá Futebol Clube e à frente dos eliminados Campo Grande Atlético Clube, Teresópolis Futebol Clube e Nilópolis Futebol Clube. A agremiação acaba eliminada nas quartas-de-final pelo Esporte Clube Miguel Couto.

Em 2006, se retira novamente das competições profissionais. Após três anos afastado dos campeonatos, disputa o campeonato de Juniores e Profissional da Terceira Divisão do Rio de Janeiro, através do apoio financeiro e logístico do Prefeito de Duque de Caxias, José Camilo dos Santos Filho, o Zito.

Em 2009, retorna ao profissionalismo para a disputa da Terceira Divisão de Profissionais do Rio de Janeiro, mas não se classifica para a segunda fase.

Em 2014, voltou ao profissionalismo, disputando à Série C do Carioca. Chegou a segunda fase, mas não conseguiu se classificar para o play-off de acesso, após um péssimo desempenho, no qual venceu apenas 1 partida e empatou 2. Terminou em 11º colocado na classificação final, com 6 vitórias, 3 empates e 10 derrotas.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.