Resende Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Resende Futebol Clube
Resende FC.png
Nome Resende Futebol Clube
Alcunhas Gigante do Vale
Mascote Lobo-guará
Fundação 6 de junho de 1909 (105 anos)
Estádio Estádio do Trabalhador
Capacidade 7 500 [1]
Localização Resende, (RJ), Brasil
Presidente Brasil Ricardo Jorge Simão
Treinador Brasil Alfredo Sampaio
Patrocinador Brasil Prefeitura de Resende
Alemanha MAN Latin America
Brasil Unimed
Brasil Figliotti Logística
Brasil Rede Graal
Material esportivo Brasil Kickball
Competição Rio de Janeiro Campeonato Carioca
Brasil Série D
Rio de Janeiro Copa Rio
Rio de Janeiro A 2015
Brasil D 2015
Rio de Janeiro CR 2015
Em fevereiro
A definir
A definir
Rio de Janeiro A 2014
Brasil D 2014
Rio de Janeiro CR 2014
14° colocado
Não disputou
Campeão
Website Resende Futebol Clube
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Resende Futebol Clube é uma agremiação esportiva de Resende, no estado do Rio de Janeiro, fundada a 6 de junho de 1909.

História[editar | editar código-fonte]

Equipe júnior do Resende em 2013

Sua atual sede social possui um campo com dimensões oficiais e está localizada no Centro da cidade. Seu estádio começou a ser erguido no ano de 1916, durante os festejos da visita de Santos Dumont, o "Pai da Aviação", à cidade. Localizado no Centro hoje cercado de prédios, o Estádio dos Eucaliptos e a sua sede social, além da prática do futebol do time profissional, agasalhou e ainda recebe atividades sociais, recreativas e educacionais com grande participação na vida dos cidadãos de Resende.

O retorno da equipe resendense a uma competição estadual, depois de cerca de 30 anos, foi possível devido à parceria de 21 anos entre o Resende Futebol Clube e a empresa Gol de Placa Marketing Esportivo, firmada no dia 29 de julho de 2006. A idéia era levar o Resende a vencer a Terceira Divisão, para disputar, no ano seguinte, a Segunda Divisão.

No dia 9 de setembro de 2006, o Resende começou sua subida meteórica, estreando no Campeonato Fluminense da Terceira Divisão. No final, a equipe conseguiu o acesso à Segunda Divisão, ficando em terceiro lugar no campeonato.

Já em 2007, o clube foi presenteado com a maior conquista de toda a sua história. Após uma vitoriosa campanha, em um campeonato marcado pela igualdade do nível técnico das equipes, o Resende Futebol Clube venceu a segunda divisão do Estadual do Rio de Janeiro, conquistando uma das cinco vagas para a elite do futebol fluminense.

Sob o comando do técnico Carlos Roy, o Resende terminou a competição com 49 pontos, ganhando 14 jogos, empatando sete e perdendo outros sete. O time encerrou a temporada com saldo positivo de seis gols, sofrendo 30 e marcando 36, conquistando, assim, o acesso à primeira divisão do Campeonato Fluminense.

O Resende, no Campeonato Estadual de 2008, ficou na 9ª posição, invicto, depois de uma série de 45 jogos.

No Estadual de 2009, conseguiu a classificação as semifinais da Taça Guanabara, ficando com a vaga que era do Vasco da Gama, que perdeu 6 pontos por escalar um jogador em situação irregular, e conseguiu a histórica classificação para a final ao vencer o Flamengo na semifinal, pelo placar de 3 a 1, em pleno Estádio Jornalista Mário Filho. Na final, perdeu para o Botafogo por 3 a 0, ficando com o vice-campeonato.

Em 2014, o Resende sagrou-se campeão da Copa Rio pela primeira vez. Após uma campanha regular, o time chegou a final e após perder o primeiro jogo por 1x0 para o Madureira fora de casa, o Gigante do Vale, com um gol do goleiro Arthur aos 50 minutos do segundo tempo, igualou os resultados, e, assim como na semifinal, levou a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, o Resende não perdeu nenhuma e viu três jogadores do Madureira desperdiçarem as suas para chegar ao seu primeiro título da competição.

Ídolos[editar | editar código-fonte]

Com uma história curta no futebol profissional, nada mais natural que os grandes ídolos da história do Resende Futebol Clube façam parte do elenco que conseguiu a proeza de, pela primeira vez, colocar o time na elite do futebol estadual.

Dentre os atletas que fizeram parte da campanha vitoriosa de 2007, um dos destaques foi o atacante Raphael. O jogador, que marcou 11 gols na competição, ficou entre os quatro maiores artilheiros do campeonato, perdendo apenas para Pipico (17), do Floresta, Roberto (15), do Macaé, e Alan Barreto (13), do Olaria.

O experiente volante Márcio Costa, de 35 anos, que conquistou títulos importantes por Corinthians (Mundial Interclubes de 2000) e Fluminense (Estadual de 1995), foi a principal referência no meio-campo da equipe, que conseguiu o inédito acesso para a primeira divisão do Rio de Janeiro.

Na zaga, o defensor Edinho, que atuou na maioria dos jogos como titular, foi um guerreiro da grande área e ajudou o seu time evitando as tentativas de gol dos adversários.

Debaixo da trave, o goleiro Rodolpho trouxe a segurança necessária para a conquista do título. Sua regularidade ajudou o Resende a terminar a competição com um saldo de gols positivo, seis no total.

Já o grande responsável por dirigir o elenco vencedor foi o técnico Carlos Roy. O treinador, com um time sem estrelas, conseguiu formar um elenco unido e capaz de chegar ao título da segunda divisão do Estadual do Rio de Janeiro.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Torneios amistosos[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Últimas dez temporadas[editar | editar código-fonte]

Resende Futebol Clube
Brasil Nacionais Rio de Janeiro Estaduais
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Campeonato Carioca Copa Rio
Div. Pos. J V E D GP GC Fase Máxima Div. Taça GB Taça Rio Pos. Pos.
2006 C
2007 B
2008 A 1F 1F 14º
2009 A F 1F
2010 A 1F 1F 14º 11º
2011 A 1F 1F
2012 A 1F 1F
2013 D 12º 10 5 2 3 13 8 2F A 1F SF 10°
2014 1F A 14° 14°
2015 D A disputar A Em disputa A/d


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal
     Classificado à Copa Libertadores da América
     Classificado à Copa Sul-Americana
     Classificado à Copa do Brasil
     Rebaixamento
     Acesso

Jogadores destacados[editar | editar código-fonte]

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Treinador Período
Brasil Marcelo Buarque 2011
Brasil Paulo Campos 2011
Brasil Wendel Timóteo[2] 2011
Brasil Paulo Campos 2012
Brasil Eduardo Allax 2012-2013
Brasil Paulo Campos 2013-2014
Brasil Aílton Ferraz 2014
Brasil Édson Souza 2014-2015
Brasil Paulo Campos 2015-
Brasil Alfredo Sampaio 2015-

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]