Copa do Brasil de Futebol de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Evento desportivo atual
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo atual.
A informação apresentada poderá mudar rapidamente. Editado pela última vez em 26 de julho de 2014.
XXVI Copa do Brasil
Copa Sadia do Brasil de 2014
Copa Sadia do Brasil 2014.
Dados
Participantes 87
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 19 de fevereiro26 de novembro
Gol(o)s 301
Jogos 134
Média 2,25 gol(o)s por partida
Maiores goleadas
(diferença)
Pará Remo 1–6 Rio Grande do Sul Internacional
MangueirãoBelém
12 de março
 
Rio de Janeiro Fluminense 5–0 Ceará Horizonte
MaracanãRio de Janeiro
10 de abril
Público 36 347
Média 2 423,1 pessoas por partida
◄◄ Brasil 2013 Soccerball.svg 2015 Brasil ►►

A Copa Sadia do Brasil de 2014 é a 26ª edição dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol, cuja estreia foi em 12 de março, com seu término em 26 de novembro.[1]

Com inclusão do campeão da Copa do Nordeste para a Copa Sul-Americana de 2014, a classificação para a Copa Sul-Americana de 2014 será dará novamente como da edição passada, só que com sete equipes eliminadas até a terceira fase. Caso as 16 melhores equipes da Série A não sejam suficientes para completar as setes vagas, os quatro melhores da Série B completarão as vagas. Se ainda assim não for suficiente, serão convidados os clubes rebaixados na Série A.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Estaduais e seletivas[editar | editar código-fonte]

UF Clube Forma de classificação
Acre Acre Plácido de Castro Campeão do Estadual 2013
Rio Branco[d] Vice-campeão do Estadual 2013
Alagoas Alagoas CRB Campeão do Estadual 2013
CSA Vice-campeão do Estadual 2013
Santa Rita Campeão da Primeira Fase do Estadual 2013
Amapá Amapá Santos Campeão do Estadual 2013
Amazonas Amazonas Princesa do Solimões Campeão do Estadual 2013
Nacional-AM Vice-campeão do Estadual 2013
Bahia Bahia Vitória Campeão do Estadual 2013
Juazeiro Vice-campeão da Primeira Fase do Estadual 2013
Bahia de Feira Campeão da Copa Governador do Estado da Bahia de 2013
Ceará Ceará Ceará Campeão do Estadual 2013
Horizonte Campeão da Primeira Fase do Estadual 2013
Barbalha Campeão da Copa Fares Lopes de 2013
Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Brasiliense Campeão do Metropolitano 2013
Brasília Vice-campeão do Metropolitano 2013
Espírito Santo (estado) Espírito Santo Desportiva Ferroviária Campeão do Estadual 2013
Real Noroeste[d] Campeão da Copa Espírito Santo 2013
Goiás Goiás Goiás Campeão do Estadual 2013
Atlético Goianiense Vice-campeão do Estadual 2013
Goianésia 3º colocado do Estadual 2013
Maranhão Maranhão Maranhão Campeão do Estadual 2013
Sampaio Corrêa Campeão da Copa São Luís 2013
Mato Grosso Mato Grosso Cuiabá Campeão do Estadual 2013
Mixto[e] Vice-campeão do Estadual 2013
Rondonópolis Campeão da Copa Governador de Mato Grosso de 2013
Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul CENE Campeão do Estadual 2013
Naviraiense Vice-campeão do Estadual 2013
Minas Gerais Minas Gerais Villa Nova 3º colocado do Estadual 2013
Tombense 4º colocado do Estadual 2013
Tupi[b] 5° colocado do Estadual 2013
Caldense 6º colocado do Estadual 2013
Pará Pará Paysandu Campeão do Estadual 2013
Paragominas Vice-campeão do Estadual 2013
Remo 3º colocado do Estadual 2013
Paraíba Paraíba Botafogo-PB Campeão do Estadual 2013
Treze[a] Vice-campeão do Estadual 2013
Paraná Paraná Coritiba Campeão do Estadual 2013
Londrina 3º colocado do Estadual 2013
Paraná 4º colocado do Estadual 2013
J.Malucelli 5º colocado do Estadual 2013
Pernambuco Pernambuco Santa Cruz Campeão do Estadual 2013
Sport Vice-campeão do Estadual 2013
Náutico Campeão do Primeiro Turno do Estadual 2013
Piauí Piauí Parnahyba Campeão do Estadual 2013
Flamengo-PI Campeão da Copa Piauí de 2013
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Fluminense 3° colocado do Estadual 2013
Vasco da Gama 4° colocado do Estadual 2013
Resende 5º colocado do Estadual 2013
Boavista 6º colocado do Estadual 2013
Duque de Caxias Campeão da Copa Rio 2013
Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Potiguar de Mossoró Campeão do Estadual 2013
América de Natal Vice-campeão do Estadual 2013
ABC 3° colocado do Estadual 2013
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Internacional Campeão do Estadual 2013
Lajeadense Vice-campeão do Estadual 2013
São Luiz 3º colocado do Estadual 2013
Novo Hamburgo Campeão da Copa FGF 2013
Rondônia Rondônia Vilhena Campeão do Estadual 2013
Roraima Roraima Náutico-RR Campeão do Estadual 2013
Santa Catarina Santa Catarina Criciúma Campeão do Estadual 2013
Chapecoense Vice-campeão do Estadual 2013
Joinville Campeão da Copa Santa Catarina de 2013
São Paulo São Paulo Corinthians Campeão do Estadual 2013
Santos Vice-campeão do Estadual 2013
São Paulo 3º colocado do Estadual 2013
Portuguesa Campeão da Série A2 do Estadual 2013
São Bernardo Campeão da Copa Paulista 2013
Sergipe Sergipe Sergipe Campeão do Estadual 2013
Lagarto[c] 3° colocado da Copa Governo do Estado de Sergipe de 2013
Tocantins Tocantins Interporto Campeão do Estadual 2013
Notas
  • ^ a. O Treze ganhou a vaga na Copa do Brasil porque a Copa Paraíba 2013 foi adiada por ter inscrito apenas três clubes
  • ^ b. O Tupi ganhou a vaga na Copa do Brasil porque a Taça Minas Gerais de Futebol 2013 não teve inscritos
  • ^ c. O Lagarto ganhou a vaga na Copa do Brasil porque o Sociedade Esportiva River Plate pediu afastamento do Campeonato Sergipano de Futebol por dois anos, alegando problemas financeiros
  • ^ d. Os segundos representantes de Acre e Espírito Santo disputarão uma seletiva pré-Copa do Brasil nos anos de 2013 e 2014, devido a reformulação do ranking da CBF, ocorrida em 2013
  • ^ e. O Mixto ganhou a vaga na Copa do Brasil porque, com o ranking da CBF de 2014, o Mato Grosso ganhou uma vaga, tirando uma do Distrito Federal.[2]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Com a definição dos 70 representantes das federações estaduais e dos seis representantes classificados diretamente às oitavas de final, mais 10 clubes são apurados pelo Ranking da CBF.

Pos. Clube Pontos
11º São Paulo Palmeiras 12 680
17º Bahia Bahia 9 326
18º São Paulo Ponte Preta 7 952
23º Santa Catarina Avaí 7 136
25º Santa Catarina Figueirense 6 248
28º Minas Gerais América Mineiro 5 386
30º São Paulo Guarani 4 781
31º Alagoas ASA 4 732
33º São Paulo Grêmio Barueri 4 287
34º São Paulo Bragantino 4 054

Classificados diretamente às oitavas-de-final[editar | editar código-fonte]

UF Clube Forma de classificação
Minas Gerais Minas Gerais Atlético Mineiro Campeão da Copa Libertadores de 2013
Cruzeiro Campeão do Campeonato Brasileiro 2013
Paraná Paraná Atlético Paranaense 3º colocado do Campeonato Brasileiro 2013
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Botafogo 4º colocado do Campeonato Brasileiro 2013
Flamengo Campeão da Copa do Brasil 2013
Rio Grande do Sul Rio de Grande do Sul Grêmio Vice-campeão do Campeonato Brasileiro 2013
  • O Atlético Mineiro foi campeão da Copa Libertadores da América de 2013 e por isso disputará a Copa Libertadores da América de 2014, abrindo uma vaga em seu estado.
  • O Flamengo foi campeão da Copa do Brasil de 2013 e por isso disputará a Copa Libertadores da América de 2014, abrindo uma vaga em seu estado.
  • O Cruzeiro, campeão brasileiro de 2013, se classificou à Copa Libertadores da América de 2014, abrindo uma vaga em seu estado.
  • O Grêmio, vice-campeão brasileiro de 2013, se classificou à Copa Libertadores da América de 2014, abrindo uma vaga no ranking.
  • O Atlético Paranaense, 3º colocado do brasileiro de 2013, se classificou à Copa Libertadores da América de 2014, abrindo uma vaga em seu estado.
  • O Botafogo, 4º colocado do brasileiro de 2013, se classificou à Copa Libertadores da América de 2014, abrindo uma vaga em seu estado.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Desde 1999, A Rede Globo/SporTV detém todos os direitos de mídia (exceto radiofônicos) em território nacional da Copa do Brasil. Ainda assim, a Globo faz questão de revender os direitos para demais emissoras brasileiras. Esse ano a Rede Bandeirantes não irá transmitir a competição. As transmissões diretas para a região da realização da partida dependem da autorização do clube mandante.

Pela TV por assinatura SporTV, ESPN e o FOX Sports transmitem a competição.

Os direitos de propaganda nos estádios e de comercialização para o exterior pertencem a empresa TRAFFIC.

Fases de qualificação[editar | editar código-fonte]

Sorteio das primeiras fases[editar | editar código-fonte]

O sorteio das primeiras fases da Copa do Brasil foi realizado no dia 10 de janeiro de 2014 no Rio de Janeiro. Os 80 times classificados para a competição foram divididos em oito grupos (A a H) com dez clubes cada, de acordo com Ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os grupos foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H.[3] Na fase de oitavas-de-final, haverá um novo sorteio, já com a inclusão das seis equipes que disputam a Copa Libertadores da América de 2014.

Potes do sorteio[editar | editar código-fonte]

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Primeira fase
Pote A Pote B Pote C Pote D
Pote E Pote F Pote G Pote H
FP. ^ Rio Branco e Real Noroeste disputaram a fase preliminar. O Rio Branco ficou com uma vaga na primeira fase e no pote G, mesmo sendo o 61º colocado do Ranking da CBF.

Fase preliminar[editar | editar código-fonte]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Rio Branco Acre 2–1 Espírito Santo (estado) Real Noroeste 1–1 1–0

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ceará Ceará 5–1 Piauí Parnahyba 1–0 4–1
Chapecoense Santa Catarina 2–0 Acre Rio Branco 2–0
Internacional Rio Grande do Sul 6–1 Pará Remo 6–1
Cuiabá Mato Grosso 2–0 Ceará Barbalha 0–0 2–0
Bahia Bahia 3–1 Minas Gerais Villa Nova 1–1 2–0
América Mineiro Minas Gerais 3–0 Amapá Santos-AP 3–0
Corinthians São Paulo 2–0 Bahia Bahia de Feira 2–0
Nacional-AM Amazonas 4–3 Rio Grande do Sul São Luiz 2–2 2–1
São Paulo São Paulo 4–0 Alagoas CSA 1–0 3–0
CRB Alagoas 4–2 Mato Grosso Rondonópolis 2–2 2–0
Figueirense Santa Catarina 3–1 Acre Plácido de Castro 0–0 3–1
Bragantino São Paulo 1–0 Rio Grande do Sul Lajeadense 0–0 1–0
Palmeiras São Paulo 3–0 Rondônia Vilhena 1–0 2–0
Sampaio Corrêa Maranhão 5–3 Tocantins Interporto 2–2 3–1
Avaí Santa Catarina 4–1 Mato Grosso do Sul Naviraiense 4–1
ASA Alagoas 4–0 Pará Paragominas 4–0
Santos São Paulo 3–0 Mato Grosso Mixto 0–0 3–0
Brasiliense Distrito Federal (Brasil) 5–5 (gf) Amazonas Princesa do Solimões 1–3 4–2
Grêmio Barueri São Paulo 2–2 (gf) Goiás Goianésia 2–2 0–0
Criciúma Santa Catarina 2–3 Paraná Londrina 0–2 2–1
Vasco da Gama Rio de Janeiro 1–0 Rio de Janeiro Resende 0–0 1–0
Treze Paraíba 3–2 Minas Gerais Tombense 1–1 2–1
Ponte Preta São Paulo 4–1 Roraima Náutico-RR 4–1
Paraná Paraná 4–2 São Paulo São Bernardo 1–1 3–1
Fluminense Rio de Janeiro 6–3 Ceará Horizonte 1–3 5–0
Tupi Minas Gerais 2–0 Bahia Juazeiro 2–0
Náutico Pernambuco 1–1 (3–1 p) Sergipe Sergipe 0–1 1–0
América de Natal Rio Grande do Norte 4–1 Rio de Janeiro Boavista 2–1 2–0
Sport Pernambuco 3–1 Distrito Federal (Brasil) Brasília 3–1
Paysandu Pará 4–3 Maranhão Maranhão 2–2 2–1
Coritiba Paraná 4–2 Mato Grosso do Sul CENE 2–2 2–0
Duque de Caxias Rio de Janeiro 2–4 Minas Gerais Caldense 0–2 2–2
Santa Cruz Pernambuco 4–1 Sergipe Lagarto 1–0 3–1
Goiás Goiás 0–2 Paraíba Botafogo-PB 0–2 0–0
Portuguesa São Paulo 2–2 (gf) Rio Grande do Norte Potiguar de Mossoró 0–1 2–1
Guarani São Paulo 1–2 Alagoas Santa Rita 0–0 1–2
Vitória Bahia 2–2 (3–5 p) Paraná J.Malucelli 1–1 1–1
Joinville Santa Catarina 2–3 Rio Grande do Sul Novo Hamburgo 0–1 2–2
Atlético Goianiense Goiás 3–2 Piauí Flamengo-PI 1–0 2–2
ABC Rio Grande do Norte 4–2 Espírito Santo (estado) Desportiva Ferroviária 0–1 4–1

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ceará Ceará 3–2 Santa Catarina Chapecoense 2–1 1–1
Internacional Rio Grande do Sul 5–2 Mato Grosso Cuiabá 1–1 4–1
Bahia Bahia 2–1 Minas Gerais América Mineiro 0–0 2–1
Corinthians São Paulo 3–0 Amazonas Nacional-AM 3–0
São Paulo São Paulo 4–2 Alagoas CRB 1–2 3–0
Figueirense Santa Catarina 3–3 (3–4 p) São Paulo Bragantino 1–2 2–1
Palmeiras São Paulo 4–2 Maranhão Sampaio Corrêa 1–2 3–0
Avaí Santa Catarina 4–4 (gf) Alagoas ASA 2–3 2–1
Santos São Paulo 6–3 Amazonas Princesa do Solimões 2–1 4–2
Grêmio Barueri São Paulo 3–3 (gf) Paraná Londrina 0–0 3–3
Vasco da Gama Rio de Janeiro 3–2 Paraíba Treze 2–1 1–1
Ponte Preta São Paulo 2–2 (8–7 p) Paraná Paraná 1–1 1–1
Fluminense Rio de Janeiro 3–0 Minas Gerais Tupi 3–0
Náutico Pernambuco 2–3 Rio Grande do Norte América de Natal 0–3 2–0
Sport Pernambuco 4–4 (gf) Pará Paysandu 1–2 3–2
Coritiba Paraná 2–0 Minas Gerais Caldense 2–0
Santa Cruz Pernambuco 3–2 Paraíba Botafogo-PB 1–1 2–1
Potiguar de Mossoró Rio Grande do Norte 2–7 Alagoas Santa Rita 0–2 2–5
J.Malucelli Paraná 0–3 Rio Grande do Sul Novo Hamburgo 0–1 0–2
Atlético Goianiense Goiás 2–3 Rio Grande do Norte ABC 1–1 1–2

Terceira Fase[editar | editar código-fonte]

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Ceará Ceará Rio Grande do Sul Internacional 30 jul 13 ago
Bahia Bahia São Paulo Corinthians 0–3 6 ago
São Paulo São Paulo São Paulo Bragantino 30 jul 13 ago
Palmeiras São Paulo Santa Catarina Avaí 2–0 6 ago
Santos São Paulo Paraná Londrina 31 jul 14 ago
Vasco da Gama Rio de Janeiro São Paulo Ponte Preta 2–0 6 ago
Fluminense Rio de Janeiro Rio Grande do Norte América de Natal 30 jul 13 ago
Paysandu Pará Paraná Coritiba 31 jul 6 ago
Santa Cruz Pernambuco Alagoas Santa Rita 6 ago 13 ago
Novo Hamburgo Rio Grande do Sul Rio Grande do Norte ABC 0–1 30 jul

Qualificação para a Copa Sul-Americana[editar | editar código-fonte]

Os sete melhores times eliminados até a terceira fase estarão classificados para a Copa Sul-Americana de 2014.

Classificado
Poderá se classificar
Não classificado
Pos. Clube Campanha Pos. Brasileirão 2013
1 Bahia Vitória Eliminado (Primeira fase) 5º Série A
2 Goiás Goiás Eliminado (Primeira fase) 6º Série A
3 São Paulo Santos Na terceira fase 7º Série A
4 São Paulo São Paulo Na terceira fase 9º Série A
5 São Paulo Corinthians Na terceira fase 10º Série A
6 Paraná Coritiba Na terceira fase 11º Série A
7 Bahia Bahia Na terceira fase 12º Série A
8 Rio Grande do Sul Internacional Na terceira fase 13º Série A
9 Santa Catarina Criciúma Eliminado (Primeira fase) 14º Série A
10 Rio de Janeiro Fluminense Na terceira fase 15º Série A
11 São Paulo Palmeiras Na terceira fase 1º Série B
12 Santa Catarina Chapecoense Eliminado (Segunda fase) 2º Série B
13 Pernambuco Sport[Sp] Eliminado (Segunda fase) 3º Série B
14 Santa Catarina Figueirense Eliminado (Segunda fase) 4º Série B
15 São Paulo Portuguesa Eliminado (Primeira fase) 17º Série A
16 Rio de Janeiro Vasco da Gama Na terceira fase 18º Série A
17 São Paulo Ponte Preta Na terceira fase 19º Série A
18 Pernambuco Náutico Eliminado (Segunda fase) 20º Série A
  • Sp. ^ O Sport garantiu a oitava vaga brasileira na Copa Sul-Americana de 2014 por ter sido o campeão da Copa do Nordeste de 2014.[4] O Sport só perderia a vaga, se fosse até as oitavas-de-final da Copa do Brasil, pois não poderia participar das duas competições ao mesmo tempo. O Sport será o "Brasil 8" na tabela da Copa Sul-Americana, salvo se ficar entre os 7 primeiros eliminados até a terceira fase da Copa do Brasil e consequentemente tendo o seu número na tabela definido pela sua colocação entre os times classificados pra Copa Sul-Americana. Exemplo: O Sport foi a sexta melhor equipe eliminada até a terceira fase da Copa do Brasil e será o "Brasil 6" na tabela.

Fase final[editar | editar código-fonte]

Para esta fase, foi realizado um novo sorteio pela CBF. O sorteio definiu os confrontos das oitavas-de-final e os cruzamentos até a decisão. Os confrontos das oitavas foram representados por um time do pote 1 e outro do pote 2. No pote 1 estavam os times que participaram da Copa Libertadores da América de 2014, mais os dois melhores times no ranking da CBF que se classificaram as oitavas-de-final. No pote 2 estavam os outros oito times que classificaram para as oitavas-de-final. Depois, cada pote foi dividido em quatro duplas de acordo com o ranking da CBF pra evitar um confronto de um time com a sua "dupla" antes da final. O primeiro sorteio foi pra definir o lado do chaveamento que o clube melhor "ranqueado" da "dupla" iria ficar (o outro time da "dupla" ficaria no outro lado, obrigatoriamente). Depois, foi sorteado, aleatoriamente, o seu jogo de 1 a 4. Logo em seguida, foi feito o mesmo com a dupla daquele clube que ficou do outro lado da tabela. E o sorteio foi assim até definir a tabela inteira e os mandos de campo de cada confronto das oitavas-de-final. Depois, com o passar das fases, foi sorteado os mandos das quartas-de-final, semifinal e final.

Entre parênteses, o ranking da CBF. Duplas provisórias, pois depende-se dos clubes classificados para esta fase, que podem ter maior ranking que os clubes já classificados

Bloco A Grupo Bloco B
Rio Grande do Sul Grêmio (1)
Rio de Janeiro Flamengo (3)
1
Minas Gerais Cruzeiro (8)
Paraná Atlético Paranaense (10)
2
Rio de Janeiro Botafogo (12)
Minas Gerais Atlético Mineiro (15)
3
4
Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
       
                                                 
   
   
     
     
 
   
     
     
   
   
   
     
 
   
   
   
   
   
   
     
 
   
   
     
   
   
   
     
 
   

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 24 de Julho de 2014[5]

Gols Jogador Time
4 Brasil Luiz Carlos Distrito Federal (Brasil) Brasiliense
Brasil Rafael Moura Rio Grande do Sul Internacional
Brasil Léo Gamalho Pernambuco Santa Cruz
Brasil Gabriel São Paulo Santos
3 Brasil Luiz Goiás Atlético Goianiense
Brasil Wanderson Alagoas ASA
Brasil Luiz Eduardo Minas Gerais Caldense
Brasil Wellinton Alagoas CRB
Brasil Fred Rio de Janeiro Fluminense
Brasil Hyantony São Paulo Grêmio Barueri
Brasil Alex Rio Grande do Sul Internacional
Brasil Eliomar Rio Grande do Sul Novo Hamburgo
Brasil Felipe Menezes São Paulo Palmeiras
Brasil Giancarlo Paraná Paraná
Brasil Gladson Maranhão Sampaio Corrêa
Brasil Ananias Pernambuco Sport
Brasil Thalles Rio de Janeiro Vasco da Gama
2 40 jogadores
1 161 jogadores
GC Brasil Douglas Grolli Paraná Londrina para Santa Catarina Criciúma
Brasil Maximiliano Pará Remo para Rio Grande do Sul Internacional
Brasil Gilmar Piauí Parnahyba para Ceará Ceará
Brasil Clayton Amazonas Princesa do Solimões para São Paulo Santos
Brasil Oswaldo Pernambuco Sport para Pará Paysandu

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez maiores públicos da Copa do Brasil de 2014:

Público[i] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 40 189 Resende Rio de Janeiro 0–0 Rio de Janeiro Vasco da Gama Arena da Amazônia 3 de abril Primeira Fase [6]
2 35 773 Nacional-AM Amazonas 0–3 São Paulo Corinthians Arena da Amazônia 30 de abril Segunda Fase [7]
3 28 742 São Paulo São Paulo 3–0 Alagoas CSA Morumbi 9 de abril Primeira Fase [8]
4 26 257 Fluminense Rio de Janeiro 5–0 Ceará Horizonte Maracanã 10 de abril Primeira Fase [9]
5 24 252 Corinthians São Paulo 3–0 Bahia Bahia Arena Corinthians 23 de Julho Terceira Fase
6 22 095 Brasília Distrito Federal (Brasil) 1–3 Pernambuco Sport Mané Garrincha 1 de maio Primeira Fase [10]
7 20 853 São Paulo São Paulo 3–0 Alagoas CRB Pacaembu 7 de maio Segunda Fase [11]
8 19 475 Princesa do Solimões Amazonas 1–2 São Paulo Santos Arena da Amazônia 8 de maio Segunda Fase [12]
9 18 555 Sampaio Corrêa Maranhão 2–1 São Paulo Palmeiras Estádio Castelão 7 de maio Segunda Fase [13]
10 16 363 Cuiabá Mato Grosso 1–1 Rio Grande do Sul Internacional Arena Pantanal 1 de maio Segunda Fase [14]
  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante

Referências

  1. CBF divulga calendário para 2014 e antecipa principais estaduais do país. globoesporte.com (20 de setembro de 2013). Página visitada em 21 de setembro de 2013.
  2. FMF acaba com impasse e indica o Mixto para a Copa do Brasil. Página visitada em 19 de dezembro de 2013.
  3. Veja os critérios do sorteio. Página visitada em 10 de janeiro de 2014.
  4. A partir de 2014, o campeão da Copa do Nordeste se classifica pra Copa Sul-Americana, mas podia ficar sem a vaga..
  5. Artilheiros da Copa do Brasil de 2014.].
  6. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Resende 0x0 Vasco. CBF.com.br (3 de abril de 2014). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  7. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Nacional 0x3 Corinthians. CBF.com.br (30 de abril de 2014). Página visitada em 8 de maio de 2014.
  8. Boletim Financeiro Oficial da CBF: São Paulo 3x0 CSA. CBF.com.br (9 de abril de 2014). Página visitada em 13 de abril de 2014.
  9. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Fluminense 5x0 Horizonte. CBF.com.br (10 de abril de 2014). Página visitada em 13 de abril de 2014.
  10. Boletim Financeiro: Brasília 1x3 Sport. CBF.com.br (1 de maio de 2014). Página visitada em 8 de maio de 2014.
  11. São Paulo faz lição de casa, elimina o CRB e avança na Copa do Brasil. GloboEsporte.com.br (7 de maio de 2014). Página visitada em 8 de maio de 2014.
  12. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Princesa do Solimões 1x2 Santos. CBF.com.br (8 de maio de 2014). Página visitada em 9 de maio de 2014.
  13. Sampaio divulga público e renda do jogo entre Sampaio Corrêa e Palmeiras. sampaiocorreafc.com.br (7 de maio de 2014). Página visitada em 15 de maio de 2014.
  14. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Cuiabá 1x1 Internacional. CBF.com.br (1 de maio de 2014). Página visitada em 8 de maio de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]