Barcelona Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barcelona
Escudo do Barcelona EC.jpg
Nome Barcelona Esporte Clube
Alcunhas Barça Carioca
Mascote Cachorro
Fundação 5 de dezembro de 1999 (14 anos)
Presidente Brasil Augusto Vieira
Treinador Brasil Isaac Lopes
Competição Rio de Janeiro Campeonato Carioca - Série C
Website Site oficial
Kit left arm fcbarcelona0910h.png Kit body barcelona09h.png Kit right arm fcbarcelona0910h.png
Kit shorts.png
Kit socks barcelona09h.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body barcelona09a.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks barcelona09a.png
Uniforme
alternativo
editar

Barcelona Esporte Clube é uma agremiação esportiva da cidade do Rio de Janeiro, fundada a 5 de dezembro de 1999.

Equipe do Barcelona, em 2009. Foto de Danielle Esperon

História[editar | editar código-fonte]

Em realidade o Barça Carioca, como é carinhosamente conhecido, é o legítimo sucessor do antigo Internacional Futebol Clube, de Curicica, pois foi fundado pela mesma dupla de dirigentes: Valdeir Penudo e Augusto Vieira.

Agremiação que homenageia o prestigioso FC Barcelona, da Espanha, por conta do sucesso à epoca no clube catalão de Ronaldinho Gaúcho, o homônimo carioca estreou no profissionalismo em 2000, na disputa do Campeonato Estadual da Quarta Divisão, chamado à época de Série A-3, no mesmo ano. Fica apenas em quinto na classificação final da primeira fase ao ser superado pelo classificado à final Casimiro de Abreu Esporte Clube. Copacabana Sport Club e Esporte Clube Taquaral, Heliópolis Atlético Clube o superaram. Atrás ficaram Tomazinho Futebol Clube, União Central Futebol Clube e Centro de Futebol Miguel de Vassouras Sociedade Esportiva. O São João de Meriti Futebol Clube deixou o campeonato e seus resultados foram anulados. Na segunda fase, o Barça fica na última posição ao ser superado novamente pelo Casimiro de Abreu Esporte Clube, que por ter ganhado essa fase se sagrou campeão antecipadamente. União Central Futebol Clube, Copacabana Sport Club, Centro de Futebol Miguel de Vassouras Sociedade Esportiva, Esporte Clube Taquaral e Tomazinho Futebol Clube completam a lista. O Heliópolis acabou eliminado da competição e seus resultados foram anulados[1] .

Equipe profissional em 2011

Em 2001, é convidado a disputar a fase preliminar do Campeonato Estadual da Segunda Divisão de Profissionais. O clube fica em penúltimo no Grupo "C" e é eliminado ao ser superado pelos classificados Independente Esportes Clube Macaé, Rodoviário Piraí Futebol Clube e Canto do Rio Foot-Ball Club. O último da chave foi o União Central Futebol Clube[2] .

Em 2002, se licencia das competições profissionais.

Augusto Vieira, o presidente

Volta em 2003, na Segunda Divisão. Fica apenas em terceiro na chave, sendo logo eliminado da competição ao ser superado pelo classificado Volta Redonda Futebol Clube. O Bonsucesso Futebol Clube foi o segundo e o Esporte Clube Lucas o quarto e último[3] . Como não havia passado dessa fase preliminar, não consegue, por conseguinte, a participação para o ano seguinte na mesma divisão. No mesmo ano disputa a Terceira Divisão no Grupo "D". Fica em terceiro em sua chave e, portanto, não consegue se classificar para a fase final ao ser superado pelos classificados Bonsucesso Futebol Clube e Três Rios Futebol Clube. A União Esportiva Coelho da Rocha foi a quarta e o Esporte Clube Lucas, o lanterna[4] .

Em 2004, se licencia novamente da Terceira Divisão.

Somente em 2009, retorna às competições, participando da Terceira Divisão. Se classifica em segundo no Grupo "C" ao ser superado pelo Leme Futebol Clube Zona Sul. O terceiro colocado, Serrano Foot Ball Club também se classifica. Arraial do Cabo e Duquecaxiense Futebol Clube são eliminados. Na segunda fase, o Barça é inserido no Grupo II e fica em último ao término da fase. Se classificam Rio das Ostras Futebol Clube e Clube Atlético Castelo Branco. O Rubro Social Esporte Clube também não consegue a classificação.

Barcelona em 2013

Em 2010, participa do Grupo "C" do Campeonato Estadual da Série C. É eliminado ao ficar em quarto na primeira fase ao ser superado por Duquecaxiense Futebol Clube, Rubro Social Esporte Clube e Campo Grande Atlético Clube. Nilópolis Futebol Clube e Futuro Bem Próximo Atlético Clube também não conseguem a classificação.

Em 2011, é inserido no Grupo "D" e consegue a classificação à segunda fase ao ficar em quarto. Goytacaz Futebol Clube, Santa Cruz Futebol Clube e Associação Atlética Carapebus ocupam as três primeiras posições. Rubro Social Esporte Clube e Clube de Futebol São José são eliminados. Na segunda fase, participa do Grupo "H", permanecendo na última posição. Grêmio Mangaratibense e Sociedade Esportiva de Búzios são os classificados. O Centro Esportivo Arraial do Cabo fica na última posição.

Em 2012, o Barça se classifica em quarto no Grupo "A" ao ser superado por Clube Atlético da Barra da Tijuca, Villa Rio Esporte Clube e Queimados Futebol Clube. União de Marechal Hermes Futebol Clube e Centro Esportivo Social Arturzinho são eliminados. Na segunda fase, participa do Grupo "F" e acaba eliminado a ficar em terceiro na chave e ser superado pelos classificados Clube Atlético da Barra da Tijuca e América de Três Rios. O Rubro Social Esporte Clube ficou na última posição.

Sua mascote é um cachorrinho e as cores são as mesmas do homônimo espanhol. O clube também se tornou notório por revelar o zagueiro Thiago Silva, que joga atualmente no Paris Saint-Germain Football Club e na Seleção Brasileira.

Em março de 2011, a agremiação foi alvo de diversas reportagens do programa Globo Esporte.

Foi também um dos clubes que disputou a Liga dos Campeões do Globo Esporte, que contou com clubes do Rio homônimos de times europeus[5] .

Recentes campanhas no Campeonato Estadual[editar | editar código-fonte]

Ano Posição Campeonato
2012 12º Campeonato Carioca da Terceira Divisão
2011 14º Campeonato Carioca da Terceira Divisão
2010 16º Campeonato Carioca da Terceira Divisão
2009 11º Campeonato Carioca da Terceira Divisão

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.

Referências