Gonçalense Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gonçalense
Nome Gonçalense Futebol Clube
Alcunhas Tricolor Metropolitano
Fundação 13 de outubro de 2013 (1 ano)
Localização Flag of São Gonçalo.svg São Gonçalo, Rio de Janeiro RJ,  Brasil
Mando de jogo em Catarinão (em construção) [1]
Capacidade (mando) 43 000 [1]
Presidente Brasil Joacir de Oliveira Thomaz
Treinador Brasil Emanoel Sacramento
Patrocinador Brasil Macroaction Construtora
Material esportivo Brasil WA Sport
Competição Rio de Janeiro Campeonato Carioca - Série C
Website goncalensefc.com
Kit left arm.png Kit body goncalense14h.png Kit right arm.png
Kit shorts goncalense14h.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm goncalense14a.png Kit body goncalense14a.png Kit right arm goncalense14a.png
Kit shorts goncalense14a.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar


Gonçalense Futebol Clube é uma agremiação esportiva da cidade de São Gonçalo, fundada em 2013. Suas cores são azul, vermelho e branco. Em 2014 disputa pela primeira vez o Campeonato Estadual da Série C.

História[editar | editar código-fonte]

Tanguá[editar | editar código-fonte]

O Tanguá Esporte e Cultura, foi fundado na cidade de Tanguá, no estado do Rio de Janeiro, no dia 13 de março de 2006.

Equipe profissional do Tanguá em 2012. Foto de André Luiz Pereira Nunes

A cidade de Tanguá, situada a 69 quilômetros da capital, também ganhou um representante a partir da disputa da Terceira Divisão de Profissionais do estado do Rio de Janeiro, o TEC, Tanguá Esporte e Cultura, o qual participou em 2008, contudo, sem lograr êxito em ascender à Segunda Divisão, capitulando na primeira fase, à qual ficou em último no Grupo "B" que classificou Quissamã Futebol Clube, Sampaio Corrêa Futebol e Esporte e São João da Barra Futebol Clube.

Escudo do Tanguá

Em 2009, esteve ausente das disputas profissionais para se reestruturar. Em 2010, almejou o retorno ao certame, então já intitulado Série C, mas por falta de patrocínio ficou ausente, mas como já estava inserido na tabela, foi suspenso por um ano.

Sua volta finalmente ocorreu em 2012 sob o comando técnico de Marcelo Melo. A equipe ficou inserida no Grupo "C", o qual reuniu Centro Esportivo Arraial do Cabo, Bela Vista Futebol Clube, São Gonçalo Esporte Clube e São Gonçalo Futebol Clube. Ao final da primeira fase o clube se classificou na segunda posição, atrás somente o São Gonçalo Esporte Clube. O terceiro colocado foi o São Gonçalo Futebol Clube e o quarto, o Bela Vista Futebol Clube. O eliminado foi o Centro Esportivo Arraial do Cabo. Na segunda fase o time capitulou na última posição do Grupo "G" ao desistir no meio da competição por conta de incompatibilização entre os gestores e o presidente. Se classificaram pela ordem Paduano Esporte Clube e Grêmio Mangaratibense. O Bela Vista Futebol Clube também foi eliminado.

Sua mascote era a arara azul e seu presidente era Carlos Ubiraja Pereira.

Aquisição e criação do Gonçalense[editar | editar código-fonte]

Após se afastar da diretoria do São Gonçalo Futebol Clube, o empresário do ramo de construtoras Joacir de Oliveira Thomaz decidiu criar um clube na mesma cidade. Em 2013, comprou o Tanguá Esporte e Cultura[1] e ocupou seu lugar na Série C do Campeonato Carioca de 2014. Em 2014, o Gonçalense apresentou um projeto para a construção do seu estádio, o Catarinão.

O primeiro título estadual[editar | editar código-fonte]

No Campeonato Carioca de Futebol de 2014 - Série C, o novato time de São Gonçalo realizou uma boa campanha no qual foi o líder do grupo B na segunda fase e chegou a final. No primeiro jogo da final, o Gonçalense enfrentou o São Gonçalo FC. No primeiro jogo, o novato time venceu pelo resultado por 2x1. Já no jogo de volta, com um empate de 0x0, por ter vencido no jogo anterior, a equipe gonçalense se sagra campeão pela primeira vez e consegue o acesso à Série B do Carioca de 2015.[2]

Gonçalense em 2014. Foto de André Luiz Pereira Nunes

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Rio de Janeiro Campeonato Carioca - Série C 1 2014

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.