Eleição presidencial da França em 2012

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eleição presidencial da França em 2012
  2007 ← Flag of France.svg → 2017
22 de abril (primeiro turno)
6 de maio (segundo turno)
François hollande 2011 (cropped).jpg Nicolas Sarkozy - G8 2011.jpg
Candidato François Hollande Nicolas Sarkozy
Partido PS UMP
Votos 18 004 654 16 865 362
Porcentagem 51,63% 48,37%
Présidentielle française 2012 second tour de.svg
Resultados do segundo turno por departamento:


Armoiries république française.svg
Presidente da França

A décima eleição presidencial da Quinta República Francesa em 2012 foi realizada no primeiro turno em 22 de abril e a 6 de maio no segundo turno.[1] O presidente eleito recebe um mandato de cinco anos.

O primeiro turno, realizado em 22 de abril, terminou virtualmente empatado entre Nicolas Sarkozy e François Hollande, pois nenhum dos dois obteve os votos necessários para ser eleito. O segundo turno foi realizado em 6 de maio, e no mesmo dia a apuração das urnas apontou Hollande como novo presidente da França, eleito com 51,63% dos votos.[2]

Processo eleitoral[editar | editar código-fonte]

O presidente da República Francesa é eleito para um mandato de cinco anos por um escrutínio majoritário (50%+1) com dois turnos, ou seja, uma primeira votação com todos os candidatos representados por seus respectivos partidos, e se nenhum dos candidatos obtiver a maioria dos votos, duas semanas após o primeiro escrutínio, ocorre uma nova votação com os dois candidatos mais votados. De acordo com a reforma constitucional de 23 de julho de 2008, que limita o período na Presidência até dois mandatos consecutivos, Nicolas Sarkozy, Presidente da República Francesa desde 2007, é elegível para concorrer a um segundo mandato de cinco anos. O candidato eleito tomará posse em 17 de maio.[3]

O voto na França não é obrigatório, sendo que para ter este direito é preciso ter nacionalidade francesa, idade mínima de 18 anos e estar inscrito nas listas eleitorais, que somam atualmente 44 milhões de pessoas. Os políticos que quiserem se candidatar para a eleição presidencial francesa devem ter no mínimo 18 anos (até 2011, a idade mínima era de 23 anos) e precisam recolher 500 assinaturas de prefeitos eleitos.[3]

Apresentação de assinaturas[editar | editar código-fonte]

Os candidatos declarados à eleição presidencial tiveram até sexta-feira, 16 de março de 2012 para apresentar suas 500 parrainages (assinaturas de apoio de prefeitos franceses para o conselho constitucional).[4]

Depois de verificar a conformidade destas assinaturas por parte do Conselho, a lista de candidatos oficiais da eleição presidencial foi publicado no Jornal Oficial da terça-feira 20 de março de 2012, em uma ordem estabelecida por sorteio para ser respeitado durante toda a campanha oficial.[5]

Na quarta-feira, 7 de março de 2012, Nathalie Arthaud anunciou que conseguiu 521 assinaturas.[6] Na quinta-feira, 8 de março de 2012, Jacques Cheminade anunciou 538 assinaturas.[7] Na terça-feira, 13 de março, Philippe Poutou afirmou ter "entre 520 e 530 formulários oficiais",[8] [9] e Marine Le Pen disse em um comício em Henin-Beaumont que conseguiu reunir um número suficiente de assinaturas para se tornar candidata.[10] Na quarta-feira, 14 de março, Nicolas Dupont-Aignan alegou a apresentação de 708 assinaturas ao conselho constitucional.[11] Na quinta-feira, 15 de março, Eva Joly disse ter apresentado 639 assinaturas,[12] e Jean-Luc Mélenchon anunciou que recebeu cerca de 1 100 assinaturas.[13]

Campanha oficial[editar | editar código-fonte]

A campanha oficial começou na terça-feira, 20 de março. No entanto, o início da campanha oficial foi interrompida por uma série de assassinatos em Toulouse e Montauban, e os candidatos declararam a suspensão da campanha, com exceção de François Bayrou e Jean-Luc Mélenchon.[14] [15] De acordo com Jean-Luc Mélenchon, a continuação da campanha é "um ato de resistência moral, intelectual e afetiva".[16]

Nos trinta dias que antecedem o primeiro turno, todos os candidatos possuem o mesmo espaço conforme a lei. Assim, a mídia até então controlada pelos dois grandes partidos (PS e UMP) deve ser equilibrado com os pequenos. Os programas políticos e de generalidades, nas rádios e TVs, são obrigados a contar o tempo de intervenção de cada concorrente. O Conselho Superior Audiovisual define as regras para garantir a pluralidade da expressão política, determinando o tempo das intervenções, as análises e reportagens políticas. A imprensa escrita não está submetida a este tipo de regulamentação. Os candidatos são livres para criar acessos à comunicação virtual. Entretanto, na véspera das eleições todos os sites montados por eles são fechados.[17]

Os meios de comunicação se empenharam no destino do presidente Nicolas Sarkozy, que chegou a dizer que se perdesse a eleição, deixaria a política.[18] [19]

Candidatos[editar | editar código-fonte]

Eva Joly[editar | editar código-fonte]

Eva Joly, de 68 anos, é a primeira candidata estrangeira a Presidência na história da França. Ela é franco-norueguesa, e se naturalizou como francesa depois de se casar com um francês. Vive na Fraça desde os 18 anos de idade. Tornou-se juíza aos 37 anos, sendo que ficou famosa na década de 1990 após denunciar crimes do colarinho branco. Venceu as primárias do partido Europa Ecologia-Os Verdes, que teve os seguintes resultados:

Cartezes dos candidatos no primeiro turno.
Resultados
Candidatos Partido Primeiro turno Segundo turno
Votos % Votos %
Eva Joly EELV 12 571 49,74 13 223 58,16
Nicolas Hulot 10 163 40,22 9 399 41,34
Henri Stoll EELV 1 269 5,02
Stéphane Lhomme 1 172 4,64
Brancos 94 0,37 112 0,49
 
Inscritos 32 896 100 32 896 100
Participação 25 437 77,33 22 896 69,49
Abstenção 7 408 22,67
Expressos 25 274 99,36
(dos votantes)
Nulos 163 0,64
(dos votantes)

Em sua campanha eleitoral com o slogan "A ecologia, a verdadeira mudança"[20] pela coligação Europa Ecologia-Os Verdes, ela defende uma ecologia de combate e pragmática. Exerce a função de deputada do Parlamento Europeu. Defende a moralização da vida política e propõe o abandono progressivo da energia nuclear em benefício das energias renováveis.[3] [21]

Marine Le Pen em campanha em Paris em 19 de novembro de 2011.

Marine Le Pen[editar | editar código-fonte]

Marine Le Pen, de 43 anos, é advogada, considerada pela metade da população como sendo uma candidata de extrema-direita nacionalista e xenófoba e pela outra metade como uma patriota de direita que defende os valores tradicionais. Seu pai, Jean-Marie Le Pen, criou em 1972 o partido Frente Nacional, pelo qual ela é candidata. Exerce a função de deputada do Parlamento Europeu. Defende o abandono do euro e da União Europeia, e a expulsão dos imigrantes. Realizou uma campanha dirigida aos setores populares, acrescentando medidas sociais de proteção dos salários.[3] [21] A candidata teve maior apoio dos homens entre 35 e 49 anos, os mais afetados pela crise. A França, país berço do feminismo, mostra que ela não possui apoio das eleitoras do sexo feminino.[22]

Nicolas Sarkozy[editar | editar código-fonte]

Nicolas Sarkozy, de 57 anos, é o atual presidente da França que busca a reeleição. Eleito em 2007, defendeu seu lema "trabalhar mais para ganhar mais". Seu primeiro mandato foi marcado por crises econômicas, tanto mundialmente quanto na zona do Euro. Durante este período, a França registrou os piores índices de desemprego, 9,3%.[3] [21] O presidente criticou a imigração ilegal, e afirmou que para não enfraquecer o país, poderia tirá-lo do acordo de Schengen, que permite a abertura das fronteiras e a livre circulação de pessoas entre os países signatários.[23] Durante a campanha, Sarkozy declarou que se o socialista François Hollande chegasse ao poder, a França passaria pela mesma crise que atinge a Espanha e a Grécia, culpando os governos socialistas desses locais, e tal atitude irritou o Partido Socialista Operário Espanhol.[24]

Jean-Luc Mélenchon[editar | editar código-fonte]

Jean-Luc Mélenchon, de 60 anos, é candidato de esquerda nascido no Marrocos e mudou-se para a França com os pais aos 11 anos. Ex-membro do Partido Socialista, ajudou a fundar o partido Frente de Esquerda em 2008. É contra o liberalismo e defende uma Europa na contramão da economia de mercado. Exerce a função de deputado do Parlamento Europeu.[3] [21] Em várias ocasiões, o instituto TNS-Sofres considerou a campanha de Jean-Luc Mélenchon como a que teve "melhor dinâmica" por lotar espaços e locais públicos.[25] Durante a campanha, apesar de não estar entre os dois candidatos mais votados, Mélenchon apresentou uma grande ascensão política, fazendo os maiores comícios com cerca de 100 mil pessoas.[17] [26]

A Frente de Esquerda inclui comunistas, sociais-democratas radicais, ecologistas e trotskistas, uma coligação baseada nas tradições das lutas operárias, sindicais e de movimentos sociais. Jean-Luc Mélenchon cresceu quando iniciou uma luta contra a extrema-direita, recuperando votos de operários perdidos para o discurso xenófobo. Propõe a criação de um salário máximo, a nacionalização do sistema de energia, o aumento do salário mínimo para 17 mil euros.[27]

Poutou em Toulouse a 17 de abril de 2012.

Philippe Poutou[editar | editar código-fonte]

Phlippe Poutou, de 45 anos, é um operário de uma fábrica de automóveis. Candidato pelo partido Novo Partido Anticapitalista, defende o combate ao capitalismo e o liberalismo. Ele acredita na "democracia direta", afirma que, se for eleito, realizará uma "autodissolução, suprimindo a presidência da República", porque é "anormal" que "apenas uma pessoa tenha tanto poder".[21]

Nathalie Arthaud[editar | editar código-fonte]

Nathalie Arthaud, de 42 anos, é uma professora. Candidata de esquerda pelo partido Luta Operária. Diz não se importar com o resultado, devido que "os momentos eleitorais não são essenciais, o que é fundamental é que o povo saia às ruas".[21] Nathalie Arthaud apresentou um plano para abolir a economia de livre mercado e elogiou a ditadura do proletariado.[19]

Jacques Cheminade[editar | editar código-fonte]

Jacques Cheminade, de 71 anos, é candidato do partido Solidariedade e Progresso. Considera-se "gaulista de esquerda" e "adversário do mundo das finanças". Foi candidato a presidente em 1995, quando obteve 0,28% dos votos.[21] Jacques Cheminade prometeu colonizar o planeta Marte caso fosse eleito. Além dessa anedota, também comparou o presidente dos Estados Unidos Barack Obama com o ditador nazista alemão Adolf Hitler.[19]

Francois Bayrou-IMG 4426.JPG
Francois Bayrou-IMG 4432.JPG
François Bayrou cumprimenta eleitores e faz discurso em 15 de abril de 2012 em Marseille.

François Bayrou[editar | editar código-fonte]

François Bayrou, de 60 anos, é candidato centrista. Disputou a Presidência em 2002 obtendo 6,84% dos votos e em 2007, obtendo 18,57% dos votos. Exerce a função de deputado do departamento Pyrénées-Atlantiques, fundou o partido Movimento Democrata. Evita se mostrar como candidato de direita ou de esquerda, por isso é acusado muitas vezes de "ficar em cima do muro" querendo agradar a todos.[21] [3]

Nicolas Dupont-Aignan[editar | editar código-fonte]

Nicolas Dupont-Aignan, de 52 anos, é um deputado da direita. Defende o gaulismo, a monarquia, o protecionismo, a nacionalização do setor de energia e o abandono do euro. É presidente do partido Levantar a República.[21]

François Hollande[editar | editar código-fonte]

François Hollande, de 57 anos, é candidato pelo Partido Socialista. Promete uma reforma fiscal para introduzir mais igualdade e defende a retomada do crescimento na Europa. A direita o ataca por sua falta de experiência governamental e alguns criticam suas indecisões. Nunca exerceu um cargo ministerial, sendo deputado de Corrèze e presidente do conselho geral desse departamento. É considerado um político sem carisma, mas vem convencendo o eleitorado. O candidato foi escolhido nas primárias do partido, que pela primeira vez foram abertas. Os resultados da primária socialista foram:

Hollande fazendo campanha no Palais Omnisports de Paris-Bercy a 29 de abril de 2012.
Resultados
Candidatos Partido Primeiro turno Segundo turno
Votos % Votos %
François Hollande
PS
1 038 188 39,17% 1 607 268 56,57%
Martine Aubry
PS
806 168 30,42% 1 233 899 43,43%
Arnaud Montebourg
PS
455 601 17,19%
Ségolène Royal
PS
184 091 6,95%
Manuel Valls
PS
149 103 5,63%
Jean-Michel Baylet
PRG
17 055 0,64%
 
Votantes 2 661 231 100,00 2 860 157 100,00
Expressos 2 650 206 99,59 2 841 167 99,34
Brancos e nulos 11 025 0,41 18 990 0,66

* PRG = Partido Radical de Esquerda, em francês Parti radical de gauche.

Em maio de 2011, Dominique Strauss-Kahn, o então candidato preferido dos socialistas, envolveu-se em escândalos sexuais, o que provocou uma reviravolta no Partido Socialista e fez com que François Hollande fosse escolhido como candidato presidencial pelo Partido Socialista.[28] [21] [3] Hollande criticou o sistema financeiro, de forma a apagar a imagem de homem indeciso que havia sido criada pela oposição. Prometeu aprovar uma reforma fiscal e financeira e aumentar os impostos "aos que mais ganham, aos bancos e às grandes empresas".[29] O PS diz rejeitar um novo tratado europeu proposto por Sarkozy e a chanceler alemã Angela Merkel, privilegiando o crescimento do emprego e reorientando a função do Banco Central Europeu. Promete criar 60 mil empregos no setor da Educação, a criação de um banco público para o financiamento das pequenas e médias empresas, a construção de 2,5 milhões de novos imóveis. Demonstrou a intenção de reduzir a dependência à energia nuclear e investir em energias renováveis. O PS apoia o casamento entre pessoas do mesmo sexo, incluindo o direito à adoção; a legalização da eutanásia; e o direito de voto em eleições locais para os estrangeiros legais que vivam na França há pelo menos cinco anos.[30]

Sondagens[editar | editar código-fonte]

Instituto Datas Entrevistados Abstenção, branco, nulo Candidatos e a porcentagem de intenção de voto
Janeiro de 2012
Ifop
4 a 6
1 163
Hollande 28 | Sarkozy 26 | Le Pen 19 | Bayrou 12 | Mélenchon 6 | Joly 3 | Villepin 2,5 | Morin 1 | Lepage 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Boutin 0,5 | Chevènement 0 | Nihous 0
BVA
6 a 7
973
22 %
Hollande 28 | Sarkozy 24 | Le Pen 17 | Bayrou 11 | Mélenchon 8 | Villepin 4 | Joly 4 | Arthaud 1 | Lepage 1 | Chevènement 1 | Boutin 1 | Poutou 0 | Dupont-Aignan 0 | Morin 0 | Nihous 0
CSA
9 a 10
1 005[g]
21 %
Hollande 29 | Sarkozy 26 | Le Pen 19 | Bayrou 13 | Mélenchon 7 | Villepin 3 | Joly 2 | Boutin 0,5 | Poutou 0,5 | Arthaud 0 | Chevènement 0 | Dupont-Aignan 0 | Lepage 0 | Morin 0
OpinionWay
10 a 11
1 060
13 %
Hollande 27 | Sarkozy 25 | Le Pen 17 | Bayrou 15 | Mélenchon 6 | Joly 3 | Villepin 2 | Morin 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Lepage 0,5 | Chevènement 0,5 | Arthaud 0,5 | Boutin 0,5
Ifop
11 a 13
1 550[h]
-
Hollande 28 | Sarkozy 24,5 | Le Pen 19,5 | Bayrou 12,5 | Mélenchon 7,5 | Joly 2,5 | Villepin 1,5 | Morin 1 | Lepage 1 | Dupont-Aignan 0,5 | Chevènement 0,5 | Poutou 0,5 | Arthaud 0 | Boutin 0 | Nihous 0
LH2
13 a 14
966
20 %
Hollande 30 | Sarkozy 23,5 | Le Pen 17 | Bayrou 14 | Mélenchon 8,5 | Joly 3 | Villepin 2 | Lepage 0,5 | Chevènement 0,5 | Arthaud 0,5 | Boutin 0,5 | Morin 0 | Dupont-Aignan 0 | Poutou 0
Ipsos
13 a 14
949
20 %
Hollande 29 | Sarkozy 23 | Le Pen 18 | Bayrou 14 | Mélenchon 7,5 | Joly 3 | Villepin 3 | Arthaud 1 | Lepage 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Chevènement 0 | Morin 0 | Boutin 0 | Nihous 0
BVA
18 a 19
974
8 %
Hollande 30 | Sarkozy 23 | Le Pen 18 | Bayrou 13 | Mélenchon 7 | Joly 4 | Dupont-Aignan 1,5 | Villepin 1,5 | Morin 1 | Arthaud 0,5 | Boutin 0,5 | Chevènement 0 | Lepage 0 | Poutou 0 | Nihous 0
Harris
19 a 22
1 029
-
Hollande 27 | Sarkozy 23 | Le Pen 20 | Bayrou 14 | Mélenchon 8 | Joly 4 | Dupont-Aignan 1 | Villepin 1 | Morin 0,5 | Arthaud 0,5 | Boutin 0,5 | Nihous 0,5 | Chevènement 0 | Lepage 0 | Poutou 0
CSA
23 a 24
898
16 %
Hollande 31 | Sarkozy 25 | Le Pen 17 | Bayrou 15 | Mélenchon 9 | Joly 2 | Villepin 1 | Arthaud 0 | Boutin 0 | Chevènement 0 | Dupont-Aignan 0 | Morin 0 | Lepage 0 | Nihous 0 | Poutou 0
OpinionWay
23 a 25
1 087
13 %
Hollande 27,5 | Sarkozy 24 | Le Pen 17 | Bayrou 14 | Mélenchon 8 | Joly 3 | Boutin 1 | Dupont-Aignan 1 | Lepage 1 | Morin 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Chevènement 0,5 | Poutou 0,5
Ifop
29 a 30
1 387[g][h]
Hollande 31 | Sarkozy 24,5 | Le Pen 19 | Bayrou 11,5 | Mélenchon 7,5 | Joly 3 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Chevènement 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Lepage 0,5 | Nihous 0 | Poutou 0 | Boutin 0
TNS Sofres
30
1 000[g]
21 %
Hollande 31,5 | Sarkozy 26 | Le Pen 16 | Bayrou 12 | Mélenchon 9 | Joly 3 | Villepin 1,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Lepage 0,5 | Arthaud 0 | Chevènement 0 | | Nihous 0 | Poutou 0 | Boutin 0
BVA
30 e 31
1 448[h]
6 %
Hollande 34 | Sarkozy 25 | Le Pen 15 | Bayrou 12 | Mélenchon 8 | Joly 3 | Villepin 2 | Dupont-Aignan 1 | Lepage 0 | Arthaud 0 | Chevènement 0 | Nihous 0 | Poutou 0 | Boutin 0
Fevereiro de 2012
Ifop
31 a 3
922[h]
22 %
Hollande 33 | Sarkozy 33 | Bayrou 17 | Mélenchon 9 | Joly 3 | Dupont-Aignan 3 | Arthaud 1 | Poutou 1
LH2
3 a 4
955[g]
21 %
Hollande 34 | Sarkozy 25,5 | Le Pen 15 | Bayrou 12 | Mélenchon 7,5 | Joly 3 | Villepin 1,5 | Arthaud 1 | Lepage 0,3 | Boutin 0,2 | Morin 0
BVA
3 e 4
968[h]
9 %
Hollande 34 | Sarkozy 25 | Le Pen 16 | Bayrou 14 | Mélenchon 7 | | Joly 2 | Villepin 1 | Arthaud 0 | Dupont-Aignan 0 | Boutin 0 | Cheminade 0 | Lepage 0 | Morin 0 | Nihous 0 | Poutou 0
11 %
Hipóteses sem Marine Le Pen : Hollande 37 | Sarkozy 29 | Bayrou 18 | Mélenchon 8 | Joly 3 | Villepin 3 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Boutin 0 | Cheminade 0 | Lepage 0 | Morin 0 | Nihous 0 | Poutou 0
Ipsos
3 a 4
953
16 %
Hollande 32 | Sarkozy 25 | Le Pen 16 | Bayrou 12,5 | Mélenchon 8,5 | Joly 2 | Villepin 2 | Arthaud 1 | Poutou 0,5 | Lepage 0 | Dupont-Aignan 0 | Boutin 0 | Nihous 0
19 %
Hipóteses sem Marine Le Pen : Hollande 33,5 | Sarkozy 28,5 | Bayrou 16 | Mélenchon 10 | Arthaud 3 | Joly 3 | Villepin 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 1 | Morin 0,5 | Boutin 0,5 | Lepage 0 | Nihous 0
CSA
6 a 7
869[g]
16 %
Hollande 30 | Sarkozy 26 | Le Pen 17,5 | Bayrou 13 | Mélenchon 8 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Boutin 0,5 | Poutou 0,5 | Lepage 0 | Morin 0 Nihous 0
OpinionWay
6 a 8
1 346[h]
14 %
Hollande 29 | Sarkozy 25,5 | Le Pen 18 | Bayrou 13 | Mélenchon 7 | Joly 3 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Boutin 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Lepage 0,5 | Morin 0,5 | Nihous 0,5 | Poutou 0,5
Ifop
9 a 12
1 723
-
Hollande 30 | Sarkozy 25 | Le Pen 17,5 | Bayrou 12,5 | Mélenchon 8,5 | Joly 3 | Villepin 2 | Dupont-Aignan 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0,5 | Arthaud 0 | Morin 0 | Nihous 0
Harris
9 a 13
954[h]
-
Hollande 28 | Sarkozy 24 | Le Pen 20 | Bayrou 13 | Mélenchon 8 | Joly 4 | Dupont-Aignan 1 | Lepage 1 | Villepin 1 | Arthaud 0 | Boutin 0 | Morin 0 | Nihous 0 | Poutou 0
BVA
15 e 16
949[h]
4 %
Hollande 31 | Sarkozy 26 | Le Pen 15 | Bayrou 13 | Mélenchon 9 | Joly 3 | Villepin 2 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0 | Cheminade 0 | Lepage 0 | Morin 0 | Nihous 0 | Poutou 0
LH2
17 e 18
967[g]
18 %
Hollande 32 | Sarkozy 26 | Le Pen 14 | Bayrou 13 | Mélenchon 8 | Joly 3 | Villepin 1,5 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 0,5 | Nihous 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0
OpinionWay
17 a 18
975[h]
12 %
Hollande 29 | Sarkozy 27 | Le Pen 16,5 | Bayrou 13 | Mélenchon 8 | Joly 2 | Villepin 2 | Arthaud 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0,5
Ipsos
17 e 18
969[g]
14 %
Hollande 32 | Sarkozy 25 | Le Pen 16 | Bayrou 11 | Mélenchon 9 | Joly 3 | Villepin 1,5 | Lepage 1 | Arthaud 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Poutou 0,5 | Nihous 0
CSA
20
891[g]
17 %
Hollande 28 | Sarkozy 27 | Le Pen 17 | Bayrou 11 | Mélenchon 9 | Joly 3 | Villepin 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Nihous 0,5 | Poutou 0
Ipsos
24 e 25
959[g]
11 %
Hollande 31,5 | Sarkozy 27 | Le Pen 16 | Bayrou 11,5 | Mélenchon 8 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0,5
Ifop
23 a 26
1 723[g]
-
Hollande 28,5 | Sarkozy 27 | Le Pen 17 | Bayrou 12,5 | Mélenchon 8,5 | Joly 3 | Dupont-Aignan 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0,5
TNS Sofres
27
1 000[g]
22 %
Hollande 30 | Sarkozy 28 | Le Pen 17 | Bayrou 10,5 | Mélenchon 9,5 | Joly 2,5 | Lepage 1 | Villepin 1 | Cheminade 0,5 | Arthaud 0 | Dupont-Aignan 0 | Poutou 0
Março de 2012
LH2
2 e 3
971[g]
20 %
Hollande 30,5 | Sarkozy 23 | Bayrou 15 | Le Pen 15 | Mélenchon 8,5 | Joly 4,5 | Arthaud 1 | Poutou 1 | Villepin 1 | Dupont-Aignan 0,5 | Lepage 0
BVA
2 e 3
963[h]
11 %
Hollande 33 | Sarkozy 25 | Le Pen 14 | Bayrou 13 | Mélenchon 8 | Joly 2 | Villepin 2 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Cheminade 0 | Lepage 0
Ipsos
2 e 3
966[g]
13 %
Hollande 29,5 | Sarkozy 25 | Le Pen 17,5 | Bayrou 12,5 | Mélenchon 9,5 | Joly 2 | Villepin 1,5 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0,5
CSA
5
888[g]
17 %
Hollande 30 | Sarkozy 28 | Le Pen 15 | Bayrou 13 | Mélenchon 10 | Joly 2 | Villepin 1,5 | Lepage 0,5 | Dupont-Aignan 0 | Arthaud 0 | Poutou 0
Harris
1 a 5
975[h]
-
Hollande 27 | Sarkozy 25 | Le Pen 18 | Bayrou 13 | Mélenchon 9 | Joly 3 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Lepage 1 | Poutou 1 | Villepin 1
OpinionWay
5 a 7
1 221[h]
11 %
Hollande 29 | Sarkozy 26 | Le Pen 17 | Bayrou 13 | Mélenchon 8 | Joly 3 | Villepin 1,5 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Poutou 0,5
Ifop
11 a 12
1 638[h][g]
-
Sarkozy 28,5 | Hollande 27 | Le Pen 16 | Bayrou 13 | Mélenchon 10 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Cheminade 0 | Poutou 0
TNS Sofres
12
1 000[h]
20 %
Hollande 30 | Sarkozy 26 | Le Pen 16 | Bayrou 11,5 | Mélenchon 10 | Joly 3 | Villepin 1,5 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0 | Lepage 0
CSA
12 a 13
861[h]
14 %
Hollande 28 | Sarkozy 28 | Le Pen 16 | Bayrou 13 | Mélenchon 11 | Dupont-Aignan 1 | Joly 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Cheminade 0 | Poutou 0
OpinionWay
14 a 15
1 183[g]
9 %
Hollande 27,5 | Sarkozy 27,5 | Le Pen 16 | Bayrou 13 | Mélenchon 10 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Villepin 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5
Ifop
16 a 17
961[g]
-
Sarkozy 27,5 | Hollande 27 | Le Pen 17,5 | Bayrou 13 | Mélenchon 11 | Joly 2,5 | Arthaud 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
Ipsos
16 e 17
950[g]
16 %
Hollande 28,5 | Sarkozy 27,5 | Le Pen 15 | Bayrou 13 | Mélenchon 11,5 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 0,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
LH2
16 e 17
962[g]
19 %
Hollande 30,5 | Sarkozy 27,5 | Le Pen 14,5 | Bayrou 12,5 | Mélenchon 11 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Arthaud 0 | Cheminade 0
Harris
15 a 19
1 097[h]
-
Hollande 28 | Sarkozy 27 | Le Pen 16 | Bayrou 12 | Mélenchon 11 | Joly 3 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Arthaud 0,5 | Lepage 0,5 | Cheminade 0
CSA
19 a 20
888[g]
10 %
Sarkozy 30 | Hollande 28 | Le Pen 13,5 | Bayrou 13 | Mélenchon 13 | Joly 2 | Dupont-Aignan 0,5 | Poutou 0 | Arthaud 0 | Cheminade 0
A partir da campanha oficial (20 de março de 2012)
BVA
21 a 22
926[g],[h]
4 %
Hollande 29,5 | Sarkozy 28 | Mélenchon 14 | Le Pen 13 | Bayrou 12 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 0 | Arthaud 0 | Cheminade 0
Ipsos
23 a 24
978[g]
12 %
Hollande 28 | Sarkozy 27,5 | Le Pen 16 | Mélenchon 13 | Bayrou 11,5 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 0,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
Ifop
22 a 25
1 769[h]
-
Sarkozy 28,5 | Hollande 27 | Le Pen 15,5 | Mélenchon 13 | Bayrou 11,5 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 0,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0,5
Harris
22 a 26
1 231[h]
-
Sarkozy 28 | Hollande 27 | Le Pen 16 | Mélenchon 13 | Bayrou 11 | Joly 3 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 0,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
CSA
26 a 27
876[g]
14 %
Sarkozy 30 | Hollande 26 | Le Pen 15 | Mélenchon 12,5 | Bayrou 12,5 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Poutou 0,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
OpinionWay
26 a 27
1 448[h]
9 %
Sarkozy 28 | Hollande 27 | Le Pen 17 | Bayrou 12 | Mélenchon 11 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 1 | Cheminade 0,5 | Poutou 0,5
TNS Sofres
26 a 27
1 000[g]
22 %
Sarkozy 29 | Hollande 28 | Le Pen 15 | Mélenchon 13,5 | Bayrou 10 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
BVA
29 a 31
2 555[g],[h]
7 %
Hollande 28 | Sarkozy 27 | Le Pen 15 | Mélenchon 14 | Bayrou 11 | Joly 2 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Cheminade 0
LH2
30 a 31
973[g]
17 %
Hollande 28,5 | Sarkozy 27,5 | Mélenchon 15 | Le Pen 13,5 | Bayrou 12 | Joly 2 | Dupont-Aignan 0,5 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
Ipsos
30 a 31
881[g]
11 %
Sarkozy 29,5 | Hollande 27,5 | Mélenchon 14,5 | Le Pen 14 | Bayrou 10 | Joly 2 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
Abril de 2012
Harris
29 a 2
1 059[h]
-
Sarkozy 29 | Hollande 26 | Le Pen 16 | Mélenchon 14 | Bayrou 10 | Joly 3 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
CSA
2 e 3
884[g]
-
Sarkozy 30 | Hollande 29 | Mélenchon 15 | Le Pen 13 | Bayrou 10 | Joly 1,5 | Arthaud 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
OpinionWay
3 e 4
969[h]
9 %
Sarkozy 28,5 | Hollande 26 | Le Pen 16 | Mélenchon 14 | Bayrou 11 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
Harris
3 a 6
1 033[h]
-
Sarkozy 28 | Hollande 27 | Le Pen 16 | Mélenchon 13 | Bayrou 10 | Joly 3 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Cheminade 0
Ifop
5 a 7
1 869[g]
-
Sarkozy 28,5 | Hollande 27 | Le Pen 16,5 | Mélenchon 14 | Bayrou 9,5 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
Ipsos
6 e 7
955[g]
10 %
Sarkozy 29 | Hollande 28,5 | Le Pen 15 | Mélenchon 14,5 | Bayrou 9,5 | Joly 1,5 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
OpinionWay
10 e 11
1 007[h]
12 %
Sarkozy 28 | Hollande 27 | Le Pen 16 | Mélenchon 13 | Bayrou 10 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 2 | Arthaud 1 | Poutou 1 | Cheminade 0
LH2
10 e 11
977[g]
10 %
Hollande 29,5 | Sarkozy 27 | Le Pen 14 | Mélenchon 13 | Bayrou 10,5 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 1,5 | Arthaud 0,5 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
CSA
10 e 11
1 013[g]
-
Hollande 27 | Sarkozy 26 | Mélenchon 17 | Le Pen 15 | Bayrou 11 | Joly 1,5 | Dupont-Aignan 1 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0,5 | Poutou 0,5
BVA
11 e 12
885[g]
-
Hollande 30 | Sarkozy 27 | Le Pen 15 | Mélenchon 13 | Bayrou 11 | Joly 2 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0,5 | Dupont-Aignan 0,5 | Poutou 0,5
TNS Sofres
11 e 12
1 000[g]
27 %
Hollande 28 | Sarkozy 26 | Le Pen 16 | Mélenchon 16 | Bayrou 9 | Joly 2,5 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 0,5 | Cheminade 0
Ipsos
13 e 14
894[g]
14 %
Hollande 27 | Sarkozy 27 | Le Pen 15,5 | Mélenchon 14,5 | Bayrou 10 | Joly 2,5 | Arthaud 1 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Cheminade 0,5
Ifop
12 a 15
1808[g],[h]
-
Hollande 28 | Sarkozy 27 | Le Pen 15,5 | Mélenchon 14,5 | Bayrou 9,5 | Joly 3 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
Harris
12 a 16
991[h]
-
Sarkozy 28 | Hollande 27 | Le Pen 17 | Mélenchon 12 | Bayrou 11 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 1 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
CSA
16 e 17
886[g]
-
Hollande 29 | Sarkozy 24 | Le Pen 17 | Mélenchon 15 | Bayrou 10 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 1 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
BVA
16 e 17
1181[h]
-
Hollande 29,5 | Sarkozy 27,5 | Le Pen 14 | Mélenchon 13 | Bayrou 12 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1 | Poutou 1 | Arthaud 0 | Cheminade 0
OpinionWay
16 e 17
1002[h]
8 %
Hollande 27,5 | Sarkozy 27,5 | Le Pen 16 | Mélenchon 13 | Bayrou 10 | Joly 2 | Poutou 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
LH2
17 e 18
956[g]
28 %
Hollande 27 | Sarkozy 26,5 | Le Pen 15,5 | Mélenchon 15 | Bayrou 10 | Joly 2,5 | Dupont-Aignan 1,5 | Arthaud 1 | Poutou 1 | Cheminade 0
CSA
18 e 19
1005[g]
-
Hollande 28 | Sarkozy 25 | Le Pen 16 | Mélenchon 14,5 | Bayrou 10,5 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 1,5 | Arthaud 1 | Cheminade 0
BVA
18 e 19
2161[g],[h]
5 %
Hollande 30 | Sarkozy 26,5 | Le Pen 14 | Mélenchon 14 | Bayrou 10 | Dupont-Aignan 2 | Joly 2 | Poutou 1,5 | Arthaud 0 | Cheminade 0
Ipsos
18 e 19
1021[g]
14 %
Hollande 29 | Sarkozy 25,5 | Le Pen 16 | Mélenchon 14 | Bayrou 10 | Joly 2 | Dupont-Aignan 1,5 | Poutou 1,5 | Cheminade 0,5 | Arthaud 0
Harris
18 a 19
1 068[h]
-
Hollande 27,5 | Sarkozy 26,5 | Le Pen 16 | Mélenchon 12 | Bayrou 11 | Joly 3 | Dupont-Aignan 2 | Poutou 1,5 | Arthaud 0,5 | Cheminade 0
TNS Sofres
18 e 19
1 000[g]
-
Hollande 27 | Sarkozy 27 | Le Pen 17 | Mélenchon 13 | Bayrou 10 | Joly 3 | Dupont-Aignan 2 | Poutou 1 | Arthaud 0 | Cheminade 0
Resultados oficiais (22 de abril de 2012)
Hollande 28,63 | Sarkozy 27,18 | Le Pen 17,90 | Mélenchon 11,11 | Bayrou 9,13 | Joly 2,31 | Dupont-Aignan 1,79 | Poutou 1,15 | Arthaud 0,56 | Cheminade 0,25
Notas
  • g Sondagem realizada por telefone.
  • h Sondagem realizada por Internet.
Os franceses que vivem no Brasil se dirigiram para à embaixada a fim de participar da eleição. Na foto, um francês votando em Brasília no primeiro turno.
Resultados da eleição do primeiro turno por comunas:
Resultados da eleição do primeiro turno por departamento:
Candidato vencedor nos outros países em primeiro turno:        François Hollande   Marine Le Pen      Nicolas Sarkozy
Candidato vencedor nos outros países em primeiro turno:
Candidato vencedor nos outros países em segundo turno:        François Hollande      Nicolas Sarkozy
Candidato vencedor nos outros países em segundo turno:
Resultados da eleição do segundo turno por comunas:
Instituto Data Entrevistados Abstenção, branco, nulo Nicolas Sarkozy on October 28, 2010.jpg François Hollande (March 2010) 3.jpg
Nicolas Sarkozy
François Hollande
Após o primeiro turno (22 de abril de 2012)
Ifop
22 de abril
1 004
-
45,5 %
54,5 %
OpinionWay
22 de abril
7 900
-
46 %
54 %
Ipsos
22 de abril
1 090
-
46 %
54 %
CSA
22 de abril
1 009
-
44 %
56 %
BVA
22 de abril
678
-
47 %
53 %
Harris
22 de abril
1 088
-
46 %
54 %
OpinionWay
23 e 24 de abril
1 227
15 %
46 %
54 %
TNS Sofres
24 e 25 de abril
1 000
27 %
45 %
55 %
CSA
24 e 25 de abril
1 009
-
46 %
54 %
BVA
24 e 25 de abril
1 467
-
45,5 %
54,5 %
Harris
25 e 26 de abril
1 032
-
45 %
55 %
LH2
27 e 28 de abril
958
-
46 %
54 %
Ipsos
27 e 28 de abril
988
-
47 %
53 %
Ifop
27 e 29 de abril
1 962
-
46 %
54 %
BVA
30 e 1 de maio
1 387
-
46,5 %
53,5 %
LH2
30 a 2 de maio
1 565
-
47 %
53 %
OpinionWay
2 a 3 de maio
2 101
-
47,5 %
52,5 %
Harris
2 e 3 de maio
1 072
-
47 %
53 %
BVA
3 de maio
2 161
-
47,5 %
52,5 %
Ipsos
3 de maio
1 018
-
47,5 %
52,5 %
CSA
3 de maio
1 002
-
47 %
53 %
TNS Sofres
3 de maio
1 000
-
46,5 %
53,5 %

Resultados[editar | editar código-fonte]

Primeiro turno[editar | editar código-fonte]

Resultados do primeiro turno da eleição presidencial francesa em 2012 (22 de abril)
Partido Candidato Votos Votos (%)
  Partido Socialista François Hollande 10 273 582
 
28,63%
  União por um Movimento Popular Nicolas Sarkozy 9 753 844
 
27,18%
  Frente Nacional Marine Le Pen 6 421 773
 
17,9%
  Frente de Esquerda Jean-Luc Mélenchon 3 985 298
 
11,11%
  Movimento Democrata François Bayrou 3 275 349
 
9,13%
  Europa Ecologia - Os Verdes Eva Joly 828 451
 
2,31%
  Debout la République Nicolas Dupont-Aignan 644 086
 
1,79%
  Novo Partido Anticapitalista Philippe Poutou 411 178
 
1,15%
  Luta Operária Nathalie Arthaud 202 562
 
0,56%
  Solidariedade e Progresso Jacques Cheminade 89 572
 
0,25%
Totais 35 885 695  
Fonte: Ministério do Interior da França
Primeiro turno Valor  % de eleitores aptos  % de votantes
Eleitores aptos 46 037 545
Abstenção 9 451 687 20,53
Votantes 36 585 858 79,47
Votos brancos ou nulos 700 119 1,52 1,91
Votos expressos 35 885 739 77,95 98,09

Segundo turno[editar | editar código-fonte]

Resultados do segundo turno da eleição presidencial francesa em 2012 (6 de maio)
Partido Candidato Votos Votos (%)
  Partido Socialista François Hollande 18 004 654
 
51,63%
  União por um Movimento Popular Nicolas Sarkozy 16 865 362
 
48,37%
Totais 34 870 016  
Fonte: Ministério do Interior da França
Segundo turno Valor  % de eleitores aptos  % de votantes
Eleitores aptos 46 066 497
Abstenção 9 050 054 19,65
Votantes 37 016 443 80,35
Votos brancos ou nulos 2 146 407 4,66 5,80
Votos expressos 34 870 036 75,70 94,20

Referências

  1. Les dates de la présidentielle 2012 fixées dans Le Figaro du 11 mai 2011.
  2. "Sarkozy já admite derrota para Hollande na França". Folha Online
  3. a b c d e f g h Conheça os candidatos ao Palácio do Eliseu RFI portugueses (7 de março de 2012). Página visitada em 24/4/2012.
  4. « Parrainages - Élection présidentielle 2012 », présentation de l'élection présidentielle de 2012 sur le site du Conseil constitutionnel.
  5. Jornal Oficial da França, os candidatos. 20 de março de 2012. Acessado em 23/4/2012.
  6. « Nathalie Arthaud, candidate de LO, première à rendre publiques ses 500 signatures », AFP, 7 mars 2012
  7. « Cheminade a déposé ses 500 signatures », TF1 News, 8 mars 2012
  8. « Poutou: "l'Oscar du petit candidat" », Le Figaro, 13 mars 2012
  9. « Les candidats à la présidentielle déposent leurs parrainages », Le Nouvel Obs, 16 mars 2012
  10. « Marine Le Pen trouve ses 500 signatures et entre officiellement en campagne », La Voix du Nord, 14 mars 2012
  11. « Parrainages : le record de Nicolas Dupont-Aignan », Le Point, 14 mars 2012
  12. « Eva Joly a déposé jeudi 639 signatures au Conseil constitutionnel », Le Point, 15 mars 2012
  13. « Près de 1.100 signatures d'élus recueillies par Mélenchon », Libération, 15 mars 2012
  14. La campagne "suspendue", les candidats se précipitent à Toulouse tempsreel.nouvelobs.com. Página visitada em 21 mars 2012.
  15. Toulouse : campagne suspendue, vraiment ? marianne2.fr. Página visitada em 21 mars 2012.
  16. Ataque na escola judaica repercute na campanha presidencial francesa rfiportuguês (20 de março de 2012). Página visitada em 25/4/2012.
  17. a b França: a surpreendente maré vermelha Opera Mundi (31/3/2012). Página visitada em 01/5/2012.
  18. Sarkozy promete deixar a política se perder eleições francesas Estadão (8/3/2012). Página visitada em 3/5/2012.
  19. a b c Eleição francesa é marcada por grandes promessas e ilusões ainda maiores; veja algumas UOL (21/4/2012). Página visitada em 3/5/2012.
  20. Campanha francesa entra em nova fase, a 13 dias do primeiro turno Rfi português (9/4/2012). Página visitada em 3/5/2012.
  21. a b c d e f g h i j Os dez candidatos à eleição presidencial francesa UOL (20 de abril). Página visitada em 25/4/2012.
  22. Candidata à Presidência, Marine Le Pen não convence eleitorado feminino na França Opera Mundi (8/3/2012). Página visitada em 1/5/2012.
  23. Sarkozy ameaça tirar França do acordo europeu de livres fronteiras Opera Mundi (12/3/2012). Página visitada em 1/5/2012.
  24. Sarkozy culpa governos socialistas por crise na Europa e irrita PSOE Opera Mundi (6/4/2012). Página visitada em 2/5/2012.
  25. Candidatos à Presidência na França fazem megacomícios às vésperas das eleições Opera Mundi (16/4/2012). Página visitada em 27/4/2012.
  26. França: pesquisa consolida crescimento da esquerda e mostra estabilidade entre favoritos Opera Mundi (27/3/2012). Página visitada em 1/5/2012.
  27. A política nos extremos Carta Capital (19/4/2012). Página visitada em 3/5/2012.
  28. Les primaires du PS, un scrutin inédit Les Echos (6/10/2011). Página visitada em 26/4/2012.
  29. O giro à esquerda dos socialistas franceses Opera Mundi (6/2/2012). Página visitada em 2/5/2012.
  30. França: candidato socialista propõe aumento de impostos para os mais ricos Opera Mundi (26/1/2012). Página visitada em 2/5/2012.