Expresso de Hogwarts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Expresso de Hogwarts usado nos filmes.

O Expresso de Hogwarts é um trem que transporta os alunos de magia da Estação de King's Cross para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A viagem começa às 9h da manhã, partindo da Plataforma nove e tres quartos, uma plataforma mágica que se localiza entre as de número nove e dez na Estação de King's Cross, durando até o anoitecer, quando chega à estação de Hogsmeade. A plataforma fecha às 11 horas em ponto, e o trem parte na mesma hora.

Chegando em Hogsmeade, os alunos do primeiro ano vão de barco até a castelo de Hogwarts e os demais usam carruagens puxadas por testrálios.

Por volta do meio-dia, uma mulher passa pelos vagões com um carrinho com vários doces, como feijõezinhos de todos os sabores, sapos de chocolate, balas de goma, chicles de bola, tortinhas de abóbora, bolos de caldeirão, varinhas de alcaçuz, pastelões e vários outras comidas incomuns.

Plataforma Nove e Três Quartos.

O trem é bastante grande, pois já foram citados vários compartimentos, como o do professor Horácio Slughorn, e onde os monitores se encontram antes do começo do ano letivo.

Em geral, apenas alunos utilizam o Expresso, mas os professores Remo Lupin e Horácio Slughorn o utilizaram para chegar em Hogwarts nos terceiro e sexto anos, respetivamente.

O trem faz quatro viagens principais no ano. Em 1 de Setembro, quando leva os alunos para Hogwarts no começo do ano letivo, no Natal, quando os alunos saem para as férias, na Páscoa, quando as aulas recomeçam e em 30 de Junho, quando saem de férias novamente.

O trem é dirigido por um maquinista, citado por Lupin no terceiro livro, após o ataque dos dementadores.