Fortune (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fortune
Álbum de estúdio de Chris Brown
Lançamento 29 de Junho de 2012 (2012-06-29)[1]
Gênero(s) R&B, pop, eletrônica, hip hop
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) RCA
Produção David Banner, Kevin McCall, Tha Bizness, The Runners
Cronologia de Chris Brown
Último
Último
F.A.M.E.
(2011)
X
(2014)
Próximo
Próximo
Singles de Fortune
  1. "Turn Up the Music"
    Lançamento: 14 de fevereiro de 2012
  2. "Sweet Love"
    Lançamento: 10 de abril de 2012
  3. "Till I Die"
    Lançamento: 13 de abril de 2012
  4. "Don't Wake Me Up"
    Lançamento: 18 de maio de 2012

Fortune é o quinto álbum de estúdio do cantor norte-americano Chris Brown lançado a 29 de julho de 2012.[1] O álbum foi lançado pela RCA Records, após a dissolução da Jive Records em outubro de 2011. Vários produtores estavam envolvidos na produção do álbum, incluindo The Underdogs, Polow da Don, Brian Kennedy, The Runners, The Messengers, Danja e Fuego. Possui vários cantores convidados, entre eles Big Sean, Wiz Khalifa, Nas, Kevin McCall, Sevyn e Sabrina Antoinette. O álbum segue o conceito de "música revolucionário", que os produtores havia descrito e apresentado ao longo de 2012. Ele utiliza elementos de gêneros musicais populares, incluindo eletrônica, R&B, pop, soul, rap e hip hop.

O álbum foi precedido por "Turn Up the Music" que alcançou a décima posição na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos e a primeira no Reino Unido. "Sweet Love" e "Till I Die" foram lançados como segundo e terceiro single do álbum, respectivamente. Don't Wake Me Up foi a quarta faixa distribuída e alcançou as dez primeiras posições em vários países do globo. Brown promoveu o álbum em premiações, festivais musicais, programas televisivos e radiofônicos.

Após seu lançamento, Fortune recebeu críticas médias e desfavoráveis de críticos de música. Alguns dos críticos elogiaram a diversificação de Brown em gêneros musicais e o seu conteúdo lírico, enquanto a maioria repugnaram a falta de estrutura no álbum e as músicas que tratam de assuntos hediondos. O álbum estreou no topo da parada americana Billboard 200, vendendo 134.000 cópias em sua primeira semana, tornando-se o segundo álbum número um no país. Estreou na primeira posição da Nova Zelândia, Reino Unido e Holanda e entre as dez primeiras na França, Japão, Austrália, Suíça, Canadá e Irlanda.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em entrevista à revista Rap-Up em 2 de setembro de 2011, Kevin McCall revelou que ele tem colaborado "fortemente" com Brown no álbum, afirmando: "O álbum Fortune é realmente feito os outros quatro álbuns, se ele quiser para ... mas este é ótimo. Eu gosto mais do que o F.A.M.E., pessoalmente."[2] O produtor David Banner disse a NeonLimeLight em 20 de setembro que o álbum vai "trazer pessoas de volta aos clubes" e que irá "mudar a forma como as pessoas olham para R&B."[3] Em janeiro de 2012, Brown confirmou no seu Twitter que o álbum estava em fase final de gravação e que a música "Strip" era um single promocional. Ainda em janeiro Brown confirmou que estava no estúdio com Asher Roth, Wiz Khalifa, will.i.am e Kid Sister. Em entrevista a MTV news o grupo de produtores The Underdogs confirmaram que trabalharam na música "Turn Up the Music" é que ela seria o primeiro single do álbum.[4]

Em 20 de janeiro, Brown anunciou que Nas aparecerá no álbum.[5] Em entrevista à MTV News, o produtor Harvey Mason Jr., do duo The Underdogs, que escreveu e produziu "Turn Up the Music", falou mais sobre o álbum, afirmando que "o registro Fortune é o F.A.M.E. em outro nível. Material similar, mas ele está sendo realmente inovador com algumas das músicas que vocês ainda não ouviram, levando pedaços de outros gêneros e integrando-os em pop e R&B[6] , que eu acho que é muito legal em termos vocais, ele soa incrível (...) ele realmente está se descobrindo um cantor".[6] O produtor Damon Thomas, o outro membro do duo, acrescentou: "A única maneira que posso descrever Chris eo que ele está fazendo com esse álbum, é que ele é desta geração Michael [Jackson]"[6] , em 29 de fevereiro de 2012, Brown twittou:". Espero que este álbum mostre o crescimento e a positividade a todos os meus fãs e irá inspirar-los a viver a vida ao máximo! #FORTUNE".[7] Durante uma entrevista de rádio com Atlanta's Hot 107.9, o rapper 2 Chainz revelou que ele estaria aparecendo em Fortune.[8] Em maio de 2012, o compositor e produtor revelou que as melhores canções que foram descartados do álbum de Madonna, MDNA, seriam incluídas no Fortune.[9]

Mudança de versão e de rótulos[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2011, Brown twittou que tinha planos de lançar seu álbum o F.A.M.E., em formato de disco duplo, com o segundo disco a ser intitulado Fortune. Ele revelou que gravou muitas músicas para um disco e, portanto, planejava adicionar um segundo disco com o álbum.[10] No entanto, durante uma festa para o lançamento do F.A.M.E. em março de 2011, Brown disse aos fãs que ele iria lançar o disco Fortune em seis meses.[11] Em 23 de agosto de 2011, a RCA Music Group anunciou que estava dissolvendo com a Arista Records e a J Records. Com o desligamento, Fortune agora será lançado com a marca RCA Records.[12] Durante uma entrevista com a Rap-Up em setembro de 2011, Kevin McCall revelou que o conjunto de faixas teria lançamento em 2012.[2] Depois de dois meses, a Jive Records da França confirmou que o álbum seria lançado em março de 2012.[13] Fortune está sendo programado para ser lançado em 03 de julho de 2012, e será lançado em ambas as edições Standard e Deluxe.[14] [7]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Brown se apresentando no Supafest, Austrália, em abril de 2012.

Em janeiro de 2012, Brown lançou a primeira foto promocional para o Fortune, que o mostrava em uma cenário branco, vestindo um casaco cheio, comprimento dos pelos preto, capuz e calça jeans.[15] "Strip" conta com a participação de Kevin McCall e foi lançado como single promocional do álbum em 18 de novembro de 2011, e enviado as rádios rhythmic contemporary em 6 de dezembro.[16] [17] [18] [19] Em 12 de fevereiro de 2012, Brown realizou um medley de "Turn Up the Music" e "Beautiful People" nas concessões do 54 edição do Grammys Awards.[20] A apresentação foi disponibilizado para download digital através do iTunes Store em 15 de fevereiro de 2012.[21] Em 26 de fevereiro de 2012, ele executou uma versão remix de "Turn Up the Music" durante a apresentação do intervalo do NBA All-Star Game de 2012, em Orlando.[22]

A capa oficial do álbum estreou em 29 de fevereiro de 2012.[23] A arte da capa foi alvejado pelos fotógrafos Steven Gomillion e Leupold Dennis, e mostra Brown posando contra um pano de fundo azul, vestido em um terno-retrô preto, gravata preta fina e óculos de armação preta, com Fortune escrito em azulejos atrás dele em diferentes idiomas.[24] [23] Sarah Brotherton da MTV News escreveu que a capa mostra um "lado mais maduro e elegante" de Brown.[25] Brown começou a lançar uma série de webisodes das canções do disco, adiantando todo o álbum.[26] O primeiro episódio estreou online em 02 de março de 2012 e mostrava a apresentação de Brown com Pitbull cantando "International Love" no Lo Nuestro Awards.[27]

Em abril de 2012, Brown participou na Austrália como um dos artistas a se apresentarem para o festival de música urbana, Supafest.[28] O set list e composto por treze canções, incluindo as faixas "Turn Up the Music", "Till I Die", "Run It!", "Deuces", "Yeah 3x", "Look at Me Now", "Beautiful People", "She Ain't You", "Wet the Bed", "My Last", "Body 2 Body" e "Birthday Cake".[29] Em 8 de maio de 2012, Brown apareceu no Dancing with the Stars para cantar "Turn Up the Music", no passo que a 20 do mesmo mês ele cantou a mesma faixa no Billboard Music Awards.[30] [31] Em 8 de junho de 2012, Brown apareceu no The Today Show e interpretou "Turn Up the Music", "Don't Wake Me Up", "Yeah 3x" e "Forever", como parte da "Série de Concertos de Verão".[32]

Carpe Diem Tour[editar | editar código-fonte]

Carpe Diem Tour
Turnê mundial de Chris Brown
Álbum(ns) associado(s) Fortune
Data de início 14 de novembro de 2012
Data de fim 20 de dezembro de 2012
Número de
apresentações
17 no total
Cronologia de turnês de Chris Brown
Último
Último
F.A.M.E. Tour
(2011)
Próximo
Próximo

Para promover o disco, Brown embarcou na Carpe Diem Tour, sua terceira turnê como artista principal. Os concertos acontecerão em dezessete datas pelos continentes europeu e africano.[33] [34] As datas para o continente americano ainda não foram divulgados, mas a boyband britânica The Wanted revelou em entrevista à Capital FM que seriam o ato de abertura nas apresentações dos Estados Unidos e Canadá.[35]

Datas da turnê
Data Cidade/região País Local do evento
Europa[36] [33]
14 de novembro de 2012 Copenhagen  Dinamarca Forum Copenhagen
17 de novembro de 2012 Oslo  Noruega Oslo Spektrum
19 de novembro de 2012 Estocolmo  Suécia Ericsson Globe
22 de novembro de 2012 Berlin  Alemanha O2 World
23 de novembro de 2012 Stuttgart Schleyerhalle
25 de novembro de 2012 Katowice  Polónia Spodek Arena
27 de novembro de 2012 Dortmund  Alemanha Westfalenhalle
29 de novembro de 2012 Frankfurt Festhalle
30 de novembro de 2012 Basel Suíça St. Jakobshalle
3 de dezembro de 2012 Dublin  Irlanda O2
5 de dezembro de 2012 Antwerp  Bélgica Sportpaleis
6 de dezembro de 2012 Amsterdam  Países Baixos Ziggo Dome
7 de dezembro de 2012 Paris  França Bercy
Africa[34]
15 de dezembro de 2012 Johannesburg África do Sul Coca-Cola Dome
17 de dezembro de 2012 Durban Moses Mabhida Stadium
19 de dezembro de 2012 Cape Town Grand West Arena
20 de dezembro de 2012

Singles[editar | editar código-fonte]

Amostra de "Sweet Love", segundo single do álbum.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

A primeira canção do Fortune lançada como single foi "Turn Up the Music" em 26 de janeiro de 2012. Atingiu o topo da UK Singles Chart, compilação musical britânica publicada pela The Official Charts Company, com 83.777 cópias vendidas em sua semana de estreia.[37] Além do sucesso no país, ficou entre as quarenta primeiras posições em dezesseis nações, incluindo Estados Unidos, onde manteve-se na décima da listagem a principal parada a Billboard Hot 100 através da revista Billboard.[38] [39] [40] [41] [42] O vídeo acompanhante foi dirigido por Andrew Listermann e retrata o cantor em uma festa de máscaras onde Brown juntamente a quatro dançarinos que fazem rotinas de dança fortemente coreografadas.[43] Em setembro, "Sweet Love" foi sua segunda faixa distribuída. Teve desempenho inferior ao de sua antecessora atingindo apenas a octogésima nona posição na tabela exitosa americana.[44] Uma gravação audiovisual correspondente à "Sweet Love" foi orientado por Godfrey Taberez em um cenário de rua sobre a chuva em que o cantor se declara para uma garota.[45]

A canção de hip hop "Till I Die" com participação de Big Sean e Wiz Khalifa foi lançado como terceiro single.[46] Não tendo um bom desempenho comercial, posicionou-se apenas na décima oitava posição da tabela R&B/Hip-Hop Songs e a vigésima primeira Rap Songs.[47] [48] O trabalho veio a ter um vídeo com locações em Los Angeles, Estados Unidos e filmagem pelo diretor Colin Tilley.[49] A última música de promoção ao disco, Don't Wake Me Up conquistou a posições de número dois Reino Unido, a segunda na Austrália onde foi certificada de platina pela ARIA e a quinta na Nova Zelândia autenticada de ouro pela RIANZ.[50] [51] [52] [53]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 38/100[54]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2 de 5 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[55]
The A.V. Club D[56]
Chicago Tribune 2 de 4 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svg[57]
Entertainment Weekly C–[58]
Território da Música[59] 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg
musicOMH.com 0 de 5 estrelas.Star empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[60]
The New York Times desfavorável[61]
The Observer 2 de 5 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[62]
Spin 4/10[63]
Time desfavorável[64]

Fortune recebeu críticas geralmente médias ou desfavorável, recebendo uma média de 38/100 no Metacritic, que se baseou em catorze opiniões de publicações de páginas especializadas na área da música.[54] O editor Andy Kellman do site Allmusic, críticou o contéudo lírico do álbum, chamando as canções de "sem vergonha". Kellman encontrou poucas dimensões nas faixas, ecrevendo: "Fortune é um álbum de aventureiro apologético."[55] Kyle Anderson, do Entertainment Weekly encontrou as composição superficiais e comentou que o álbum "promove a desconexão desconfortável e frustrante entre a vida pessoal de Brown esquentada e seu personagem musical estranhamente ilimitado."[58] Jon Caramanica, do The New York Times, criticou a "desfaçatez" de Brown e disse: "Ouvir o Sr. Brown no nível mais profundo equilibra prazeres estéticos, quando acontecem, com superegolike a alta-proteção vai contra a tentativa de alinhar-se com alguém que fez coisas tão hediondas."[61]

Hermione Hoby ​​do The Observer chamou as músicas do álbum como "coisas feias".[62] Melissa Lockers da revista Time chamou o disco de "um dos álbuns mais suave de R&B recente em sua memória" e escreveu que "sente que as composições do álbum equivale em idéias de Chris de uma fase de lua de mel, exceto pelo fato de que é completamente sem remorsos."[64] Evan Rytlewski do The A.V. Club, criticou o álbum chamando-o de "obra inconfundível do mesmo mesquinho, bobo e violento, com temperamento duvidoso que os tablóides têm documentado tão bem."[56] Mic Wright, do musicOMH, usou a sua opinião sobre o álbum como um fórum sobre controvérsias públicas de Brown e declarou: "Fortune é o tipo de registro que vai agradar a muitos fãs iludidos de Brown principalmente as do sexo feminino, mas não podemos com boa consciência, dar-lhe uma única estrela."[60]

James Reed do The Boston Globe comentou: "Don't Wake Me Up" é como "a música dançante com batidas irresistíveis perdida em um álbum completamente diferente."[65] Para Greg Kot, escritor da Chicago Tribune, o álbum é "um doce de cana puro-pop, destinado a ser apreciado, consumido e esquecido", comentando que "o pensamento seria estragar tudo" e "sua mistura de sujeira, ameaça a vulnerabilidade das pista de dança, que nos diz nada sobre o que está acontecendo entre as orelhas de Brown, que é provavelmente o melhor."[57] Aaron M. do site brasileiro Território da Música, em sua avaliação positiva descreveu as faixas como beats cheios de groove, rimas e vocais com pegada que nos fazem imaginar as coreografias mirabolantes que serão apresentadas nos shows. O profissional notou que as letras dar a perceber que ele ainda se incomoda com à má reputação. Aaron M. defendeu o cantor, escrevendo: Sabe-se lá o que aconteceu de fato. Se Chris errou na vida pessoal, Brown tem créditos pelo seu trabalho.[59]

Comercial[editar | editar código-fonte]

Fortune fez a sua estreia nas tabelas de sucesso pela Irish Albums Chart em território irlandês ao atingir o número quatro na edição de 5 de julho de 2012.[66] [67] Dois dias após na Holanda, ficou na primeira colocação da lista publicada pela MegaCharts.[68] No Reino Unido, Fortune estreou na primeira posição a 14 de julho do mesmo ano, vendendo 29,980 e se tornando o primeiro trabalho do cantor a alcançar esta posição.[69] [70] Na Schweizer Hitparade, compilação suíça, atingiu a 10ª posição, ao passo que no mesmo dia desempenhou-se na sexta da canadense Canadian Albums Chart.[71] [68] Na classificação escocesa divulgada pela The Official Charts Company e na da empresa francesa Syndicat National de l'Edition Phonographique, situou-se nos segundo e oitavo postos enquanto nas das regiões belgas Flandres e Valônia permaneceu nos trigésimo quarto e 55° empregos da Ultratop, respectivamente.[72] [73] [68] [74]

Nos Estados Unidos, o conjunto de faixas estreou na primeira posição da Billboard 200 vendendo 134 mil cópias e se tornando o segundo número um de Brown no país.[75] Fortune é também o primeiro álbum de R&B em 2012 e o ultimo desde 4 de Beyoncé Knowles a estrear na primeira posição das tabelas britânicas e estado-unidense.[76] A partir de dados de julho de 2011, vendeu cerca de duzentas mil cópias apenas nos EUA.[77] Obteve devidamente os 28°, 21° e 13° espaços dos periódicos da versão austríacada Federação Internacional da Indústria Fonográfica, da empresa alemã Media Control Charts e da espanhola PROMUSICAE.[68] [78] [79] Na japonesa Japan Albums Chart teve seu valor na nona posição com vendas de 9 mil cópias.[80] No australiano Australian Albums Chart, o trabalho estreou na segunda posição e é o melhor auge já alcançando pelo cantor na tabela.[81] Na neozelandesa compilado pela RIANZ, veio a se tornar o primeiro álbum do cantor a estrear na primeira posição.[82]

Posições[editar | editar código-fonte]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Turn Up the Music"   Chris Brown, Harvey Mason, Jr., Damon Thomas, Alexander "Fuego" Palmer, Michael "Mike J" Jiminez, Terrance Coles The Underdogs, Fuego 3:48
2. "Bassline"   Brown, Andrew "Pop" Wansel, David Johnson, Warren "Oak" Felder, Ronald "Flippa" Colson, Robert Calloway, Andrea Simms Wansel, Dayvi Jae* 3:59
3. "Till I Die" (com Big Sean e Wiz Khalifa) Brown, Nathaniel "Danja" Hills, Marcella Araica, Sean Anderson, Cameron Jabril Thomaz Danja 3:56
4. "Mirage" (com Nas) Brown, Harmony Samuels, Eric Bellinger, Kevin McCall, Nasir Jones H-Money 4:17
5. "Don't Judge Me"   Brown, Nasri Atweh, Adam Messinger The Messengers 4:00
6. "2012"   Brown, Adonis Shropshire, Robert Newt, McCall, Meshawn Jones Adonis, McCall* 4:08
7. "Biggest Fan"   Brown, Andrew Harr, Jermaine Jackson, Andre Davidson, Sean Davidson, Amber Streeter The Runners, The Monarch* 3:59
8. "Sweet Love"   Brown, Jamal "Polow Da Don" Jones, Jason "JP" Perry, Greg Curtis, Cory Marks, Tommy Doyle, Jr. Da Don, Perry 3:20
9. "Strip" (com Kevin McCall) Brown, McCall, Streeter, J. Lonny Bereal, Christopher Whitacre, Justin Henderson Tha Bizness 2:47
10. "Stuck on Stupid"   Brown, Brian "BK" Kennedy, Dante Jones, Dewain Whitmore, Jr. Kennedy, Jones* 3:58
11. "4 Years Old"   Brown, J. Jones, Tommy Hitz, Samuel Jean Da Don, Hittz 3:49
12. "Party Hard / Cadillac (Interlude)" (com Sevyn) Brown, Kennedy, Matthew Samuels, Streeter, Whitmore, Jr., Shirley Murdock, Larry Troutman, Roger Troutman Kennedy, Boi-1da 5:14
13. "Don't Wake Me Up"   Brown, Jean-Baptiste, Ryan Buendia, Michael McHenry, Nick "Free School" Mash, William Orbit, Alain Whyte, Kennedy, Priscilla "Priscilla Renea" Hamilton, Marco "Benny" Benassi, Alessandro "Alle" Benassi Benny Benassi, Alle Benassi, Free School, William Orbit, Kennedy* 3:42
14. "Trumpet Lights" (com Sabrina Antoinette) Brown, J. Jones, Jerome "J Roc" Harmon Da Don, Harmon* 3:47

(*) Denota co-produtor

Créditos por amostras de músicas
  • "Party Hard / Cadillac (Interlude)" contém amostras de "Computer Love", escrita por Shirley Murdock, Larry Troutman e Roger Troutman.[90]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Fortune foi lançado em 29 de julho de 2012 foi lançado na Irlanda, Alemanha e Países Baixos através da Sony Music nas versões CD e download digital. Em 2 de julho, na França e Reino Unido e um dia depois no Canadá e Estados Unidos através de da RCA Records.

Referências

  1. a b Label/3064: Sony Music International Presse Newsletter · KW50/11 (Sony Music) (em alemão) Schattenblick.de. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2012.
  2. a b Rap-Up TV: Kevin McCall speaks on Chris Brown's 'Fortune,' solo debut Rap-Up Devin Lazerine (2 de setembro de 2011). Visitado em 20 de setembro de 2011.
  3. David Banner Says Chris Brown Will Bring People Back To the Clubs With New Album RTTNews (11 de setembro de 2011). Visitado em 24 de setembro de 2011.
  4. Lipshutz, Jason (26 de janeiro de 2012). Chris Brown Releases 'Turn Up The Music' Single: Listen Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 27 de janeiro de 2012.
  5. Chris Brown Enlists Nas for 'Fortune' Rap-Up Devin Lazerine (20 de janeiro de 2012). Visitado em 21 de janeiro de 2012.
  6. a b c Markman, Rob (31 de janeiro de 2012). Chris Brown 'This Generation's Michael Jackson', Duo Say 'MTV News' MTV Networks (Viacom). Visitado em 1 de fevereiro de 2012.
  7. a b Lipshutz, Jason (1 de março de 2012). Chris Brown Sharing His 'Fortune' in May Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 3 de março de 2012.
  8. 2 Chainz to Appear on Nicki Minaj and Chris Brown's Albums Rap-Up Devin Lazerine (8 de março de 2012). Visitado em 9 de março de 2012.
  9. Madonna's best 'MDNA' songs handed to Chris Brown, says William Orbit.
  10. Chris Brown Considers Releasing F.A.M.E. Double Disc RTTNews (3 de janeiro de 2011). Visitado em 2 de março de 2012.
  11. Eskridge, Sonya (15 de março de 2011). Chris Brown prepping another album S2S magazine. Visitado em 20 de setembro de 2011.
  12. Unveiling The New Look RCA Records FMQB (23 de agosto de 2011). Visitado em 3 de março de 2012.
  13. Chris Brown Sets March 2012 For F.A.M.E. Follow-Up Singersroom (16 de novembro de 2011). Visitado em 2 de março de 2012.
  14. Chris Brown to Release 'Fortune' On May 4th in Australia! Chrisbrownworld.com (12 de março de 2012). Visitado em 23 de março de 2012.
  15. Ballentine, Warren (J12 de janeiro de 2012). Chris Brown Shares His First 'Fortune' Promo Shot 'WERE' Interactive One. Cópia arquivada em 2 de março de 2012.
  16. Strip (feat. Kevin K-MAC McCall) – Single iTunes Store. Apple. Visitado em 24 de novembro de 2011.
  17. Corner, Lewis (26 de janeiro de 2012). Chris Brown debuts new single 'Turn Up The Music' 'Digital Spy' Hachette Filipacchi Médias. Visitado em 28 de janeiro de 2012.
  18. Chris Brown Releases 'Turn Up The Music' RTTNews (27 de janeiro de 2012). Visitado em 28 de janeiro de 2012.
  19. Top 40 Rhythmic Future Releases All Access Music Group. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2011.
  20. Markman, Rob (12de fevereiro de 2012). Chris Brown Returns To Grammys With Fancy Footwork MTV News. MTV Networks. Visitado em 14 de fevereiro de 2012.
  21. Turn Up The Music / Beautiful People (Live At The 54th Grammy Awards) feat. Benny Benassi – Single iTunes Store. Apple. Visitado em 21 de fevereiro de 2012.
  22. Lipshutz, Jason (27 de fevereiro de 2012). Pitbull, Chris Brown, Nicki Minaj Rock NBA All-Star Game: Videos Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 17 de março de 2012.
  23. a b Album Cover: Chris Brown – 'Fortune' Rap-Up Devin Lazerine (29 de fevereiro de 2012). Visitado em 1 de março de 2012.
  24. Brotherton, Sarah (March 1, 2012). Chris Brown Unveils 'Fortune' Album Art 'Rapfix' MTV Networks (Viacom). Visitado em March 3, 2012.
  25. Brotherton, Sarah (March 1, 2012). Chris Brown's Fortune Dropping May 8 'MTV News' MTV Networks (Viacom). Visitado em March 3, 2012.
  26. Chris Brown Takes Over Florida in First 'Fortune' Webisode Rap-Up Devin Lazerine (2 de março de 2012). Visitado em 12 de julho de 2012.
  27. Video: Chris Brown – 'How I Feel' Rap-Up Devin Lazerine (28 de março 2012). Visitado em 12 de julho de 2012.
  28. Gortan, Renata. "Chris Brown hits town for big bash Supafest", The Daily Telegraph, News Limited, 11 de abril de 2012. Página visitada em 12 de abril de 2012.
  29. Vout, Elise (17 de abril de 2012). Supafest Review Part II MTV Australia Viacom. Visitado em 30 de maio de 2012.
  30. Chris Brown Performs 'Turn Up the Music' on 'Dancing With the Stars' Rap-Up Devin Lazerine (8 de maio de 2012). Visitado em 20 de maio de 2012.
  31. Kindelan, Katie (22 de maio de 2012). Chris Brown Slammed Over Billboard Awards Lip-Syncing ABC News Yahoo! Inc. Visitado em 30 de maio de 2012.
  32. Devin Lazerine (8 de junho de 2012). Chris Brown Turns Up the Music on 'Today' Concert Series Rap-Up. Visitado em 11 de junho de 2012.
  33. a b Chris Brown Announces European Dates for 'Carpe Diem' World Tour Rap-Up Devin Lazerine (25 de setembro de 2012). Visitado em 26 de setembro de 2012.
  34. a b "Chris Brown brings Carpe Diem Tour to South Africa", Times Live, Avusa, 28 de setembro de 2012. Página visitada em 29 de setembro de 2012.
  35. The Wanted Tease Potential US Tour Plans With Chris Brown Capital FM (4 de maio de 2012). Visitado em 26 de setembro de 2012.
  36. Pittman, Sarah (26 de setembro de 2012). Chris Brown Seizes The Day Pollstar. Cópia arquivada em 29 de setembro de 2012.
  37. Dan Lane (27 de março de 2012). Chris Brown set to bag his first Official UK Number 1 with THAT track The Official Charts Company. Visitado em 31 de março de 2012.
  38. CHRIS BROWN - TURN UP THE MUSIC (NUMMER) Ultratop. Visitado em 22 de fevereiro de 2012.
  39. Canadian Hot 100: Week of March 3, 2012 Prometheus Global Media (3 de março de 2012). Visitado em 24 de fevereiro de 2012.
  40. Chris Brown – Turn Up The Music (single) (em French) Webedia. Visitado em 25 de fevereiro de 2012.
  41. TOP 50 SINGLES, WEEK ENDING 16 de fevereiro de 2012 IRMA. Visitado em 22 de fevereiro de 2012.
  42. CHRIS BROWN - TURN UP THE MUSIC Swiss Music Charts. Visitado em 7 de março de 2012.
  43. Devin Lazerine (14 de fevereiro de 2012). Behind the Video: Chris Brown – 'Turn Up the Music' Rap-Up. Visitado em 15 de fevereiro de 2012.
  44. Hot 100: Week of May 5, 2012 Billboard Prometheus Global Media (2012-05-05). Visitado em 2012-04-27.
  45. Devin Lazerine (25 de maio de 2012). Video: Chris Brown – 'Sweet Love' Rap-Up. Visitado em 25 de maio de 2012.
  46. Chris Brown Announces Two New Singles Rap-Up Devin Lazerine (28 de março de 2012). Visitado em 9 de abril de 2012.
  47. Chris Brown Album & Song Chart History: R&B/Hip-Hop Songs Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 13 de julho de 2012.
  48. Chris Brown Album & Song Chart History: Rap Songs Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 13 de julho de 2012.
  49. Devin Lazerine. Video: Chris Brown f/ Big Sean & Wiz Khalifa – 'Till I Die' Rap-Up. Visitado em 21 de junho de 2012.
  50. UK Singles Chart Week 12 August, 2012 (em inglês) The Official Charts Company. Visitado em 13 de julho de 2012.
  51. Don't Wake Me Up - Chris Brown (Song) (em inglês) australian-charts.com. Visitado em 13 de julho de 2012.
  52. Singles 09 July, 2012 (em inglês) RIANZ. Visitado em 13 de julho de 2012.
  53. ARIA Charts - Accreditations - 2012 Singles ARIA. Visitado em 8 de junho de 2012.
  54. a b Fortune Reviews, Ratings, Credits, and More Metacritic. CBS Interactive. Visitado em 12 de julho de 2012.
  55. a b Kellman, Andy. Fortune - Chris Brown Allmusic. Rovi Corporation. Visitado em 12 de julho de 2012.
  56. a b Rytlewski, Evan. "Chris Brown: Fortune", The Onion, July 10, 2012. Página visitada em 12 de julho de 2012.
  57. a b Kot, Greg. "Chris Brown album review; Fortune reviewed", Tribune Company, July 1, 2012. Página visitada em 2 de julho de 2012.
  58. a b Anderson, Kyle. (July 6, 2012). "Fortune Review". Entertainment Weekly (1214). Time Inc..
  59. a b Aaron M.. Chris Brown: Fortune Território da Música. Visitado em 5 de julho de 2012.
  60. a b Wright, Mic (2 de julho de 2012). Chris Brown - Fortune musicOMH. Visitado em 12 de julho de 2012.
  61. a b Caramanica, Jon. "Sifting Through Songs For the Man Underneath", The New York Times Company, July 1, 2012, p. AR17. Página visitada em 12 de julho de 2012.
  62. a b Hoby, Hermione. "Chris Brown: Fortune – review", Guardian News and Media Limited, June 30, 2012. Página visitada em 12 de julho de 2012.
  63. Walters, Barry. (3 de julho de 2012). "Chris Brown, 'Fortune' (RCA)". Spin. New York: Spin Media.
  64. a b Lockers, Melissa. (July 3, 2012). "Chris Brown's Fortune: A Mix of Beats and Ballads, But No Regrets". Time. Time Inc..
  65. Reed, James. "CD REVIEW: Chris Brown, 'Fortune'", The New York Times Company, July 2, 2012. Página visitada em 2 de julho de 2012.
  66. a b Top 75 Artist Album, Week Ending 5 July 2012 Chart-Track Irish Recorded Music Association (IRMA). Visitado em 7 de julho de 2012.
  67. Discography Chris Brown 'irish-charts.com' Hung Medien. Visitado em 7 de julho de 2012.
  68. a b c d e f g h i j k l Chris Brown – Fortune 'dutchcharts.nl' Hung Medien. Visitado em 7 de julho de 2012.
  69. Jones, Alan (9 de julho de 2012). Official Charts Analysis: No.1 Chris Brown LP sells 30k units in UK Music Week Intent Media. Visitado em 10 de julho de 2012.
  70. Lane, Dan (8 de julho de 2012). Chris Brown scores first Official UK Number 1 with Fortune Official Charts Company. Visitado em 9 de julho de 2012.
  71. a b Daniell, Mark (11 de julho de 2012). Chris Brown's latest CD flops 'Jam!' Sun Media. Visitado em 12 de julho de 2012.
  72. a b Top Albums : Shy'm détrônée par une compilation NRJ, Chris Brown démarre fort (em french) Charts in France (12 de julho de 2012). Visitado em 12 de julho de 2012.
  73. Discographie Chris Brown (em french) 'lescharts.com' Hung Medien. Visitado em 12 de julho de 2012.
  74. a b 2012-07-14 Top 40 Scottish Albums Archive Official Charts Company. Visitado em 9 de julho de 2012.
  75. a b Caulfield, Keith (11 de julho de 2012). Chris Brown's 'Fortune' Album Debuts at No. 1 on Billboard 200 Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 12 de julho de 2012.
  76. Grein, Paul (11 de julho de 2012). Week Ending July 8, 2012. Albums: Chris Brown, 2; Rihanna, 0 'Yahoo! Music' Yahoo! Inc. Visitado em 12 de julho de 2012.
  77. Langhorne, Cyrus (25 de julho de 2012). Nas Brings Life At No. 1, Frank Ocean Splashes In Top 5, Matisyahu Sparks The Chart SOHH. Visitado em 26 de julho de 2012.
  78. a b Album – Chris Brown, Fortune (em german) 'charts.de' Media Control Charts. Visitado em 10 de julho de 2012.
  79. a b Top 100 Albumes (PDF) (em spanish) Productores de Música de España. Visitado em 12 de julho de 2012.
  80. a b Chart Track (em japanese) Oricon. Cópia arquivada em 12 de julho de 2012.
  81. a b Chris Brown – Fortune australian-charts.com Hung Medien. Visitado em 15 de julho de 2012.
  82. a b Chris Brown – Fortune Charts.org.nz Hung Medien. Visitado em 16 de julho de 2012.
  83. Top 40 Urban Albums & Singles Chart Australian Recording Industry Association (ARIA). Cópia arquivada em 15 de julho de 2012.
  84. R&B/Hip-Hop Albums: Week of July 21, 2012 Billboard Prometheus Global Media.
  85. TOP50 Prodejní: Brown, Chris – Fortune International Federation of the Phonographic Industry (IFPI). Visitado em 21 de julho de 2012.
  86. 2012-07-14 Top 40 R&B Albums Archive Official Charts Company. Visitado em 9 de julho de 2012.
  87. Fortune (Deluxe Version) by Chris Brown iTunes Store (United Kingdom) Apple. Visitado em 6 de julho de 2012.
  88. Fortune (Deluxe Version) by Chris Brown iTunes Store (Ireland) Apple. Visitado em 6 de julho de 2012.
  89. a b Fortune Hmv.co.jp. Visitado em 14 de julho de 2012.
  90. (2012) Créditos do álbum {{{título}}} por Chris Brown [Booklet]. RCA Records.
  91. Devin Lazerine (22 de abril de 2012). Chris Brown Pushes 'Fortune' to July Rap-Up. Visitado em 23 de abril de 2012 2012.
  92. Grammy Award Winner Chris Brown to Release 'Fortune' on 29th June Sony Music Ireland. Visitado em 14 de julho de 2012.
  93. Fortune: Chris Brown (em german) Amazon.de. Visitado em 14 de julho de 2012.
  94. Fortune (Deluxe Version) von Chris Brown (em alemão) iTunes Store (Germany) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  95. Fortune, Chris Brown (em dutch) Bol.com. Visitado em 14 de julho de 2012.
  96. Fortune (Deluxe Version) van Chris Brown (em dutch) iTunes Stores (Netherlands) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  97. Nouvelle date de sortie pour Fortune de Chris Brown (em french) Sony Music France (14 de julho de 2012). Visitado em 14 de julho de 2012.
  98. Fortune (Deluxe Version) de Chris Brown (em french) iTunes Stores (France) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  99. Forune by Chris Brown iTunes Store (United Kingdom) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  100. Buy Chris Brown – Fortune (Deluxe Edition) Play.com. Visitado em 14 de julho de 2012.
  101. Fortune by Chris Brown iTunes Store (Australia) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  102. Buy Fortune: Deluxe Edition Chris Brown, R&B, CD Sanity. Visitado em 14 de julho de 2012.
  103. Fortune by Chris Brown iTunes Store (New Zealand) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  104. Fortune (Deluxe Version) by Chris Brown iTunes Store (New Zealand) Apple. Visitado em 14 de julho de 2012.
  105. Fortune: Chris Brown Amazon.ca. Visitado em 14 de julho de 2012.