Júlia (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Julia
Júlia (PT/BR)
 Estados Unidos
1977 • cor • 118 min 
Direção Fred Zinnemann
Roteiro Alvin Sargent
Elenco Jane Fonda
Vanessa Redgrave
Jason Robards
Maximilian Schell
Meryl Streep
Género drama
Idioma inglês / francês / alemão
Página no IMDb (em inglês)

Julia (br / pt: Júlia) é um filme dos estadunidense de 1977, do gênero drama, realizado por Fred Zinnemann. O roteiro foi escrito por Alvin Sargent, baseado na novela Pentimento, de Lillian Hellman.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Duas amigas de infância percorrem caminhos diferentes: a mais rica, Julia, foi estudar em Viena, e a outra, Lillian Hellman, tornou-se escritora, e quando alcança a fama é convidada a ir para a União Soviética.

Julia, que vive na Europa, pede-lhe que contrabandeie dinheiro através da Alemanha para ajudar as vítimas do regime nazista, que se encontrava em ascensão meteórica. A missão apresentava perigo, pois Lillian era uma intelectual judia que rumava para a Rússia comunista.

As duas têm um rápido encontro e a escritora toma conhecimento que Julia tinha uma filha. Logo após regressar para a América do Norte, Lillian fica a saber que a sua amiga rica foi assassinada. Ela então viaja para a Inglaterra, na esperança de encontrar a filha de Julia, a quem tinha prometido cuidar.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1978 (EUA)

Globo de Ouro 1978 (EUA)

  • Ganhou dois prêmios, nas categorias de melhor actriz - drama (Jane Fonda) e melhor actriz secundária (Vanessa Redgrave)
  • Recebeu ainda cinco nomeações, nas categorias de melhor filme – drama, melhor realizador, melhor actor secundário (Jason Robards e Maximilian Schell) e melhor argumento.

BAFTA 1979 (Reino Unido)

  • Ganhou quatro prémios, nas categorias de melhor filme, melhor actriz (Jane Fonda), melhor argumento e melhor fotografia.
  • Recebeu ainda seis nomeações, nas categorias de melhor realizador, melhor actor secundário (Jason Robards), melhor guarda-Roupa, melhor banda sonora, melhor edição e melhor direcção de arte.

Prêmio César 1979 (França)

  • Recebeu uma nomeação na categoria de melhor filme estrangeiro.

Prêmio David di Donatello1978 (Itália)

  • Venceu na categoria de melhor atriz estrangeira (Jane Fonda) e melhor diretor.

Prêmio NYFCC 1977 (New York Film Critics Circle Awards, EUA)

  • Venceu na categoria de melhor ator coadjuvante (Maximilian Schell).

Referências

  • Os Melhores Filmes de Todos os Tempos, de Alan Smithee, 1995

Ligações externas[editar | editar código-fonte]