A Rosa Púrpura do Cairo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Purple Rose of Cairo
A Rosa Púrpura do Cairo (PT/BR)
Pôster
 Estados Unidos
1985 • cor • 81[1] min 
Direção Woody Allen[2]
Roteiro Woody Allen
Elenco Mia Farrow
Jeff Daniels
Danny Aiello
Edward Herrmann
Van Johnson
Género comédia
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

A Rosa Púrpura do Cairo (em inglês The Purple Rose of Cairo) é um filme americano de 1985, do gênero comédia, dirigido por Woody Allen.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Durante a Grande Depressão, uma garçonete que sustenta o marido bêbado e desempregado e que só sabe ser violento e grosseiro, costuma fugir da realidade assistindo sessões seguidas de seus filmes prediletos. Ao assistir pela quinta vez o filme "A Rosa Púrpura do Cairo", ela tem uma grande surpresa quando vê o herói sair da tela e lhe oferecer uma nova vida.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

  • Mia Farrow .... Cecilia
  • Jeff Daniels .... Tom Baxter / Gil Shepherd
  • Danny Aiello .... Monk
  • Irving Metzman .... administrador do cinema
  • Stephanie Farrow .... irmã de Cecilia
  • Edward Herrmann .... Henry
  • John Wood .... Jason
  • Deborah Rush .... Rita
  • Van Johnson .... Larry
  • Zoe Caldwell .... condessa
  • Eugene J. Anthony (Arturo
  • Karen Akers .... Kitty Haynes
  • Annie Joe Edwards .... Delilah
  • Milo O'Shea .... padre Donnelly

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1986 (EUA)

Globo de Ouro 1986 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor roteiro.
  • Indicado nas categorias de melhor filme - comédia/musical, melhor atriz - comédia/musical (Mia Farrow) e melhor ator - comédia/musical (Jeff Daniels).

BAFTA 1986 (Reino Unido)

  • Venceu na categoria de melhor filme e melhor roteiro original.
  • Indicado nas categorias de melhor atriz (Mia Farrow) e melhores efeitos especiais.

Festival de Cannes 1985 (França)

  • Ganhou o Prêmio FIPRESCI.

Prêmio César 1986 (França)

Prêmio Saturno 1986 (Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films, EUA)

  • Indicado nas categorias de melhor atriz (Mia Farrow), melhor diretor (Woody Allen), melhor filme de fantasia e melhor roteiro.

Prêmio Bodil 1986 (Dinamarca)

  • Venceu na categoria de melhor filme não europeu.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]