Javier Pérez de Cuéllar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Javier Pérez de Cuéllar
Javier Pérez de Cuéllar
5º Secretário-Geral da ONU Flag of the United Nations.svg
Período de governo
de 1 de janeiro de 1982 a 31 de dezembro de 1991
Antecessor(a) Kurt Waldheim
Sucessor(a) Boutros Boutros-Ghali
28º Presidente do Conselho de Ministros do Peru
Período de governo de 22 de novembro de 2000 a 28 de julho de 2001
Vida
Nascimento 19 de janeiro de 1920 (94 anos)
Lima, Peru
Nacionalidade peruano
Dados pessoais
Cônjuge Marcela Temple Seminario
Religião Católico romano

Javier Pérez de Cuéllar GCL (Lima, 19 de janeiro de 1920 - ) é um diplomata e político peruano. Foi secretário-geral das Nações Unidas de 1982 a 1991.

Candidatou-se à presidência do Peru em 1995, mas foi derrotado por Alberto Fujimori. Em setembro de 2000, logo após a fuga do Presidente Alberto Fujimori para o Japão, foi encarregado pelo Presidente em Exercício, Valentin Paniagua, para liderar o Governo de Transição e organizar as eleições, com a dupla função de presidir ao Conselho de Ministros, bem como ao Ministério dos Assuntos Extrangeiros. No Governo que resultou das eleições, do Presidente Alejandro Toledo, foi nomeado Embaixador em Paris, terminando a sua carreira política e diplomática em 2004, e ficando em França, onde agora reside.

A 1 de Março de 1996 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.[1]

Referências


Precedido por
Kurt Waldheim
Secretário-geral das Nações Unidas
19821991
Sucedido por
Boutros Boutros-Ghali
Precedido por
Federico Salas
Primeiro-ministro do Peru
20002001
Sucedido por
Roberto Dañino
Precedido por
Fernando de Trazegnies
Ministro das Relações Exteriores do Peru
20002001
Sucedido por
Diego García-Sayán
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.