Joe Hart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joe Hart
Joe Hart
Informações pessoais
Nome completo Charles Joseph John Hart
Data de nasc. 19 de Abril de 1987 (27 anos)
Local de nasc. Shrewsbury, Shropshire,  Reino Unido
Altura 1,93 m[1]
Destro
Apelido Iron Claw, Steel Tongs, Número um[2]
Informações profissionais
Clube atual Inglaterra Manchester City
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
20022003 Inglaterra Shrewsbury Town
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20032006
2006
2007
2007
20092010
Inglaterra Shrewsbury Town
Inglaterra Manchester City
Inglaterra Tranmere Rovers (emp.)
Inglaterra Blackpool (emp.)
Inglaterra Birmingham City (emp.)
0054 0000(0)
0173 0000(0)[3]
0006 0000(0)
0005 0000(0)
0036 0000(0)
Seleção nacional3
20052007
20072009
2008
Flag of England.svg Inglaterra Sub-19
Flag of England.svg Inglaterra Sub-21
Flag of England.svg Inglaterra
0005 0000(0)
0021 0000(0)
0038 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 10 de fevereiro de 2014.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 10 de fevereiro de 2014.

Charles Joseph John Hart (Shrewsbury, Shropshire, 19 de abril de 1987) é um futebolista inglês que atua como goleiro. Atualmente, joga pelo Manchester City.

Apesar da pouca idade, ainda mais para os padrões de goleiros, Hart é hoje reconhecido como o principal jogador da posição na Inglaterra, tornando-se recentemente titular da Seleção Inglesa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em Shrewsbury, na Inglaterra, Hart começou a carreira no time de sua cidade, o Shrewsbury Town, um clube muito modesto e quase amador que atualmente está na terceira divisão inglesa. Em fevereiro de 2003, com apenas 15 anos de idade e ainda cursando o colegial, foi promovido às pressas ao time principal para compor o banco de reservas. Permaneceu nesta função por mais de um ano, fazendo sua estreia pela equipe apenas em 20 de abril de 2004, um dia após seu aniversário de 17 anos, num jogo contra o Gravesend & Northfleet.

Mais um ano se passou e, na temporada 2005-06, aos 18 anos de idade, Hart finalmente passou a ser o titular da equipe, recebendo a camisa número 1. Em sua primeira temporada como titular na carreira, jogou 46 partidas e sofreu 55 gols. Apesar de sofrer mais de um gol por jogo, Hart foi elogiado pelo seu desempenho, conquistando sua primeira convocação para a Inglaterra Sub-19, em outubro de 2005.

Após esta convocação, naturalmente seu nome ganhou destaque entre os clubes de mais expressão do país, e houve várias especulações de um provável destino para Hart ao final da temporada, como o Arsenal, o Everton, Chelsea e o Manchester City. Dentre todos estes, o City era o que parecia mais interessado no jogador, tendo inclusive enviado olheiros até Shrewsbury para acompanhar partidas da equipe local.

Manchester City[editar | editar código-fonte]

Em 22 de maio de 2006, aos 19 anos de idade, Hart foi oficialmente anunciado pelo Manchester City, que pagou inicialmente a quantia de 600 mil libras e mais um adicional baseado no número de partidas jogadas.[4]

Hart fez sua estreia pelo City, em 14 de outubro de 2006, após lesões do então titular, o sueco Andreas Isaksson, e do seu reserva, Nicky Weaver. A partida era contra o Sheffield United, pela Premier League, e terminou sem gols.

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Como Hart ainda era muito jovem, inicialmente o City usou os empréstimos como forma de mantê-lo em ritmo de jogo e também para que Joe obtivesse mais experiência em partidas de um nível superior ao que ele estava acostumado em seu clube anterior. Seu primeiro empréstimo foi muito rápido, permanecendo por apenas um mês, janeiro de 2007, no Tranmere Rovers. Neste curto período, ele atuou em seis partidas e sofreu oito gols.

Em abril de 2007, foi novamente emprestado, desta vez ao Blackpool, devido à carência de goleiros da equipe na época. Hart estreou pelo clube sem sofrer gols, na vitória por 2-0 sobre o Huddersfield Town, em 9 de abril de 2007.[5] O Blackpool venceu todos os cinco jogos em que Hart atuou, incluindo uma vitória por 6-3 sobre o Swansea City fora de casa, em seu último jogo,[6] ajudando a equipe a ser promovida em sua divisão.

Retorno ao Manchester City[editar | editar código-fonte]

Joe Hart em uma partida pelo Manchester City em 2008

Após este bem-sucedido período no Blackpool, o então técnico do Manchester City, Sven-Göran Eriksson, optou pelo retorno de Hart aos Citizens, inclusive colocando-o como titular em algumas partidas, deixando Andreas Isaksson no banco. Depois de uma partida contra o Newcastle United, Eriksson não poupou elogios a Hart:

Cquote1.svg É sem dúvidas um dos maiores talentos neste país como goleiro, e pode se tornar um jogador para a seleção no futuro. Cquote2.svg
Sven-Göran Eriksson, então técnico do Manchester City, sobre Hart.

Após a saída de Isaksson para o PSV Eindhoven, parecia que Hart assumiria de vez a vaga de goleiro titular do City para a temporada 2008-09, tendo inclusive recebido a camisa 1 na nova numeração oficial do clube. No entanto, sua posição foi ameaçada na metade da temporada, mais precisamente em fevereiro de 2009, após a chegada do bom e experiente goleiro irlandês Shay Given. Com muito mais anos de carreira que Hart, Given era um sério candidato para assumir agora a vaga de titular. Seis meses depois, com a abertura de uma nova janela de transferências e não tendo atuado em nenhum jogo pelo City desde a chegada de Shay Given, os boatos de um novo empréstimo de Hart começaram a surgir. O então recém-chegado técnico Mark Hughes mostrava-se indeciso sobre a situação.

Novo empréstimo: Birmingham City[editar | editar código-fonte]

Hart no Birmingham em 2009

Tal situação foi finalmente definida em 24 de junho de 2009, quando foi anunciado oficialmente o empréstimo de uma temporada ao Birmingham City.[7]

Sendo assim, Hart permaneceria no clube durante toda a temporada 2009-10, e mais do que nunca precisava mostrar serviço para que não fosse dispensado de vez pelo Manchester City. Fez sua estreia pelo clube de Birmingham na partida de abertura da temporada, uma derrota por 1-0 para o Manchester United em Old Trafford.[8] Em suas primeiras partidas pelo Birmingham, Hart cometeu erros que lhe custaram vários gols sofridos, e parecia que este empréstimo seria frustrante para ele. Entretanto, o treinador Alex McLeish manteve-o como titular nas partidas seguintes, e o Birmingham registrou uma expressiva sequência de doze jogos sem derrotas na Premier League, um recorde para o clube. A performance de Hart havia melhorado nitidamente, e sua afirmação veio numa partida contra o bilionário Chelsea, em dezembro, onde ele fez belas defesas. Ao fim da temporada, foi eleito o melhor jogador do Birmingham City e foi indicado ao prêmio de Jogador Jovem do Ano pela PFA. Embora James Milner tenha vencido este prêmio, Hart garantiu a sua vaga na Equipe do Ano, outro prêmio concedido pela PFA,[9] e ainda foi convocado por Fabio Capello para a Copa do Mundo de 2010, como terceiro goleiro do English Team.

Novo retorno ao Manchester City[editar | editar código-fonte]

Após mais uma excelente passagem por empréstimo, Hart retornou novamente ao Manchester City para a temporada 2010-11.

2010-11[editar | editar código-fonte]

Joe Hart e Kolo Touré

Agora sob o comando do técnico italiano Roberto Mancini, Hart foi escalado como titular no jogo de abertura da temporada, uma partida fora de casa contra o Tottenham Hotspur, pela Premier League 2010-11. Nesta partida, teve mais uma boa atuação, salvando várias chances claras de gol dos Spurs, e ajudou o City a segurar o empate em 0-0.[10] Hart também não sofreu gols em outra importante partida, contra o Liverpool, onde o City saiu vencedor por 3-0.[11] Veio a sofrer seu primeiro gol na temporada apenas na terceira rodada da Premier League, um tento marcado de pênalti por Darren Bent, que deu a vitória por 1-0 para o Sunderland.[12]

Nas partidas seguintes, Hart continuou a se apresentar em boa forma, sendo considerado por muitos especialistas como o melhor goleiro da Premier League na atual temporada. Suas grandes defesas ajudaram o City a garantir sua vaga na UEFA Champions League 2011-12, já que atualmente a equipe ocupa a quarta posição da liga e não pode mais ser alcançado pelo quinto colocado. Em 14 de maio de 2011, o Manchester City conquistou o título da FA Cup 2010-11, após uma vitória pelo placar mínimo sobre o Stoke City, gol marcado por Yaya Touré. Este título quebrou um longo e incômodo jejum de 35 anos sem títulos do clube.[13]

Seleção Inglesa[editar | editar código-fonte]

Hart na EURO 2012

Pela Seleção Inglesa, Hart recebeu sua primeira convocação no Sub-19, em outubro de 2005, quando ainda atuava pelo Shrewsbury Town.

Passou ainda pelo Sub-21 antes de ser convocado pela primeira vez para a seleção principal em maio de 2008, sob o comando do técnico italiano Fabio Capello. Esta convocação foi para os amistosos contra Estados Unidos e Trinidad & Tobago. Não utilizado no jogo contra os estadunidenses, estreou pelo English Team contra Trinidad & Tobago, em 1 de junho de 2008, substituindo o veterano David James no intervalo da partida, que terminou com a vitória dos ingleses por 3-0. Recebeu uma nova convocação dois meses depois, para um novo amistoso, desta vez contra a República Tcheca, em 20 de agosto, mas não atuou. No ano seguinte, em novembro, foi convocado para um amistoso contra o Brasil, mas novamente ficou apenas na reserva.

Suas atuações pelo Birmingham City durante a temporada 2009-10 convenceram Capello a convocá-lo para a Copa do Mundo de 2010,[14] onde ocupou a vaga de terceiro goleiro, junto aos mais experientes David James e Robert Green. Foi reserva durante todo o Mundial, não atuando em nenhuma partida.

Após a Copa, a Inglaterra passaria por uma renovação em seu elenco, e os veteranos James e Green agora seriam sacados para dar lugar a jovens goleiros. O nome de Hart surgiu como o principal deles, e agora ele havia se tornado o titular da posição no English Team. Um mês após o final da Copa do Mundo, em partida amistosa contra a Hungria, vencida por 2-1 pelos ingleses, Joe foi o titular.[15] Nas eliminatórias para a Euro 2012 também foi titular na maior parte dos jogos. A Inglaterra classificou-se para a UEFA Euro 2012 na primeira colocação de seu grupo, com 18 pontos e nenhuma derrota.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 11 de julho de 2012.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[16]

Clube Temporada Divisão Liga Copa¹ Competições
europeias
Outros² Total
Jogos S.G. Jogos S.G. Jogos S.G. Jogos S.G. Jogos S.G.
Shrewsbury Town 200304 Conference National 2 0 0 0 0 0 0 0 2 0
200405 League Two 6 2 0 0 0 0 0 0 6 2
200506 46 12 4 1 0 0 0 0 50 13
Manchester City 200607 Premier League 1 1 0 0 0 0 0 0 1 1
Tranmere Rovers 200607 League One 6 1 0 0 0 0 0 0 6 1
Blackpool 200607 5 1 0 0 0 0 0 0 5 1
Manchester City 200708 Premier League 26 7 6 3 0 0 0 0 32 10
200809 23 6 1 0 9 5 0 0 33 11
Birmingham City (loan) 200910 36 10 5 2 0 0 0 0 41 12
Manchester City 201011 38 18 8 6 9 6 0 0 55 30
201112 38 17 2 0 9 3 1 0 47 20
Total na carreira 221 73 26 12 27 14 1 0 272 97

¹ Incluindo a FA Cup e a Carling Cup.
² Incluindo a FA Community Shield.

Seleção Inglesa[editar | editar código-fonte]

[17]

Seleção
nacional
Ano Amistosos Copa do Mundo FIFA Competições europeias Total
Jogos G.S. Jogos G.S. Jogos G.S. Jogos G.S.
Inglaterra 2008 1 0 0 0 0 0 1 0
2009 0 0 0 0 0 0 0 0
2010 3 1 0 0 3 1 6 2
2011 4 2 0 0 5 4 9 6
2012 2 3 0 0 5 3 7 6
Total 10 6 0 0 13 8 23 14

Títulos[editar | editar código-fonte]

Manchester City

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perfil em Goal.com.
  2. Apodos del futbolista inglés Hart. Página visitada em 5 de Março de 2013.
  3. Hart - PREMIER LEAGUE - Games. Página visitada em 15 de Janeiro de 2011.
  4. BBC Sport (24 de maio de 2006). Man City complete Hart signature.
  5. BBC Sport (9 de abril de 2007). Huddersfield 0-2 Blackpool.
  6. BBC Sport (5 de maio de 2007). Swansea 3-6 Blackpool.
  7. BBC Sport (24 de junho de 2009). Birmingham sign Hart and Espinoza.
  8. BBC Sport (16 de agosto de 2009). Man Utd 1-0 Birmingham.
  9. football.co.uk (26 de abril de 2010). Hart Named In PFA Team Of The Year.
  10. Official Site of the Premier League (14 de agosto de 2010). Tottenham Hotspur 0-0 Manchester City.
  11. Official Site of the Premier League (23 de agosto de 2010). Manchester City 3-0 Liverpool.
  12. Official Site of the Premier League (29 de agosto de 2010). Sunderland 1-0 Manchester City.
  13. GloboEsporte.com: Yaya Touré decide de novo, City bate o Stoke e leva a Copa da Inglaterra. Página visitada em 14 de maio de 2011.
  14. Estadão.com.br: Walcott fica fora da convocação da Inglaterra para Copa. Página visitada em 1 de junho de 2010.
  15. BBC Sport: England 2-1 Hungary. Página visitada em 11 de agosto de 2010.
  16. Football : Joe Hart (em inglês). FootballDatabase.eu. Página visitada em 11 de julho de 2012.
  17. Player - Joe Hart (em inglês). National Football Teams. Página visitada em 11 de julho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]