Luís Carlos Quintanilha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luisinho Quintanilha
Informações pessoais
Nome completo Luís Carlos Quintanilha
Data de nasc. 17 de Março de 1965 (49 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Altura 1,70 m
Apelido Luisinho
Informações profissionais
Posição Treinador
Ex-volante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1982-1990
1991-1993
1993-1994
1994
1994
1995-2000
Brasil Botafogo
Brasil Vasco da Gama
Espanha Celta
Brasil Vasco da Gama
Brasil Corinthians
Brasil Vasco da Gama
188 (57)
58 (8)
30 (10)
6 (0)
16 (1)
116 (20)
Seleção nacional
1992-1993 Brasil Brasil 8 (1)
Times que treinou
2012 Brasil Rio Branco-SP

Luís Carlos Quintanilha (Rio de Janeiro, 17 de março de 1965), mais conhecido por Luisinho, é um ex-futebolista brasileiro que atuava como volante[1] . Ficou nacionalmente conhecido por suas passagens por Botafogo e Vasco da Gama.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Luisinho começou nas categorias de base do Botafogo e em 1982 foi promovido à equipe principal do clube. Ele esteve presente na conquista do Campeonato Carioca de 1989, que terminou com o jejum de títulos do alvinegro carioca. Ele conquistou também o título carioca no ano seguinte. Foi no Botafogo que ele marcou os seus sete gols.

Luisinho jogou pelo "Fogão" até o fim de 1990, quando acertou a sua transferência para outro clube carioca, o Vasco da Gama.

Após dois anos no Vasco, o volante voltou a conquistar outro título estadual. Ele repetiu o feito nos dois anos seguintes, atingindo a marca de cinco títulos estaduais.

Entre junho de 1993 e Janeiro de 1994, Luisinho esteve ao serviço do Celta de Vigo. O jogador ficou pouco tempo na equipe espanhola e regressou ao Brasil, novamente para o Vasco da Gama, onde ficou por três meses.

Em junho de 1994, transferiu-se para o Corinthians, num contrato de seis meses. Pelo clube paulista, Luisinho teve a oportunidade de disputar a sua primeira final do Campeonato Brasileiro, mas com a derrota do Corinthians para o Palmeiras, não pode comemorar o título, que seria inédito na sua carreira.

No ano seguinte, regressou pela segunda vez ao Vasco da Gama. Em 1997, voltou a disputar uma final do Campeonato Brasileiro, mais uma vez contra o Palmeiras, porém o resultado foi diferente e Luisinho conquistou o seu primeiro título nacional. Este feito repetiu-se em 2000, quando conquistou outro Campeonato Brasileiro, também pelo Vasco.

O jogador continuou no clube carioca até o fim da sua carreira e, mesmo sendo perseguido por lesões (a mais grave foi no tornozelo, que lhe rendeu até uma cirurgia) acumulou mais títulos, incluindo dois títulos internacionais, a Taça Libertadores da América, no ano do centenário do clube, e a Copa Mercosul de 2000. Depois da conquista da Mercosul, Luisinho encerrou a carreira, aos 35 anos. Foram 228 partidas e sete gols, todos marcados com a camisa do Botafogo.

Após encerrar a carreira, como jogador. Luisinho se tornou empresário de jogadores. nos anos 2000. logo depois, mudou-se prara o cargo de treinador, onde fez estágios e esteve como auxiliar-técnico. iniciando sua carreira de treinador à frente do Rio Branco de Americana. onde logo de cara, conquistou a Série A3 do Paulista.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Brasileira, Luisinho disputou oito jogos e marcou um gol, num jogo válido pela U.S. Cup contra a Seleção Alemã. Ele também esteve presente na participação brasileira na Copa América de 1993. foi sempre cotado para atuar na Copa de 1994. Mas ele não chegou a ser lembrado por Carlos Alberto Parreira na convocação dos 22 jogadores que iriam aos EUA. segundo o própio Luisinho, a transferência para o Celta de Vigo foi o principal motivo para sua não-convocação.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Botafogo
Vasco da Gama

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Rio Branco-SP

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]