Júnior Baiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Júnior Baiano
Informações pessoais
Nome completo Raimundo Ferreira Ramos Júnior
Data de nasc. 14 de março de 1970 (44 anos)
Local de nasc. Feira de Santana (BA),  Brasil
Altura 1,96 m
Destro
Informações profissionais
Posição Treinador
Ex-Zagueiro
Clubes de juventude
Brasil Flamengo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos)
1989–1993
1994–1995
1995–1996
1996–1998
1998–1999
2000–2001
2001
2002
2002–2003
2004–2005
2007
2007–2008
2009
2009
2009
Brasil Flamengo
Brasil São Paulo
Alemanha Werder Bremen
Brasil Flamengo
Brasil Palmeiras
Brasil Vasco da Gama
República Popular da China Shanghai Shenhua
Brasil Internacional
República Popular da China Shanghai Shenhua
Brasil Flamengo
Brasil América-RJ
Brasil Brasiliense
Brasil Volta Redonda
Brasil Macapá
Estados Unidos Miami FC
170 000(11)
99 000(11)
102 0000(21)
66 0000(10)
Seleção nacional3
1992–1998 Brasil Brasil 25 0000(2)
Times que treinou3
2012 Brasil Santa Helena

Raimundo Ferreira Ramos Júnior[1] , mais conhecido como Júnior Baiano (Feira de Santana, 14 de março de 1970[2] ), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como zagueiro e em 2012 iniciou a carreira de treinador de futebol. O jogador é irmão do também ex-zagueiro Jorginho Baiano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Júnior Baiano começou sua carreira em 1989, jogando no Flamengo, onde chegou a marcar 32 gols.

Além do Flamengo, Júnior Baiano também passou pelo São Paulo, Palmeiras e Vasco da Gama, e em todos esses clubes conseguiu conquistar títulos importantes.

Em 1997, integrou a Seleção Brasileira, que conquistou a Copa das Confederações, e depois juntou-se à equipe que foi à Copa do Mundo de 1998, retornando com o vice-campeonato. Sua passagem na Copa foi marcada pelo controverso pênalti sobre o norueguês Tore André Flo, e que acabou decretando a vitória dos nórdicos.

Ele foi um dos reforços contratados pelo Vasco da Gama em 2000, e fez uma série de revelações sobre o ex-clube: se declarou vascaíno e disse que todos que pensaram que seu clube de coração era o Flamengo tinham se enganado, e que seu primeiro clube a participar na infância se chamava "Vasquinho".

Longe dos gramados brasileiros, Júnior Baiano jogou no Werder Bremen, prestigiado clube da Alemanha, e no Shanghai Shenhua, um dos principais times da China.

Em 2004, após dois anos seguidos na China, retornou ao Flamengo, porém, no final de 2005, um grave desentendimento com a diretoria rubro-negra forçou-o a deixar o clube. Depois do episódio Júnior Baiano anunciou que estaria se aposentando.

Entretanto, após ficar sem jogar um ano inteiro, retornou à ativa, jogando pelo América do Rio, no Campeonato Carioca de 2007. Tendo feito um bom torneio pelo América, terminada a competição, acertou sua ida para o Brasiliense.

No time amarelo de Brasília, ele começou bem. No entanto, depois de algumas falhas foi para o banco de reservas. Anunciou novamente sua aposentadoria em 2008, e novamente voltou atrás e jogou o Campeonato Carioca pelo Volta Redonda. Entre o fim de junho e início de julho, ele acertou sua transferência para o Macapá, sendo esta sua primeira aventura fora do Centro-Sul do Brasil.

Em seguida, Júnior Baiano se transferiu para os Estados Unidos para disputar a USL First Division (antiga divisão de acesso à Major League Soccer), onde atuou pelo Miami FC, que era comandado por Zinho, seu amigo e ex-companheiro de Flamengo e Palmeiras.

Seu primeiro trabalho, após pendurar as chuteiras, foi como estagiário de Wanderley Luxemburgo e em 2012, começou a carreira de treinador, no modesto Santa Helena[3] [4] , da segunda divisão goiana.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
São Paulo
Palmeiras
Vasco da Gama
Internacional
Shanghai Shenhua
  • Supercopa China: 2002
  • Campeonato Chinês: 2003
Brasiliense
Seleção Brasileira

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ficha técnica de Júnior Baiano Globo.com. Futpedia.globo.com.
  2. Detalhes do atleta Br.sambafoot.com.
  3. Ex-zagueiro Júnior Baiano é o novo treinador do Santa Helena-GO Globo.com. Globoesporte.globo.com. Página visitada em 3 de maio de 2012.
  4. No Santa Helena (GO), Júnior Baiano quer usar Telê como inspiração Globo.com. Globoesporte.globo.com. Página visitada em 3 de maio de 2012.