Polícia Civil do Distrito Federal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Polícia Civil do Distrito Federal
Visão geral
Nome completo Polícia Civil do Distrito Federal
Fundação 1808 (206 anos)
Tipo Força policial civil – polícia judiciária
Subordinação Governo do Distrito Federal
Direção superior Secretaria de Estado da Segurança Pública
Chefe Diretor Geral da Polícia Civil
Estrutura jurídica
Legislação Constituição Federal, art. 144, IV e §§ 4º e 6º
Estrutura operacional
Sede Brasília, DF Brasil
Website http://www.pcdf.df.gov.br
Portal da polícia
editar

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) é uma das polícias do Distrito Federal brasileiro. É órgão do sistema de segurança pública ao qual compete, nos termos do artigo 144, § 4º, da Constituição Federal e ressalvada competência específica da União, as funções de polícia judiciária e de apuração das infrações penais, exceto as de natureza militar.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Descendente direta da Polícia Civil do Rio de Janeiro, cidade que hospedou a capital da República desde a sua proclamação em 1889, a Polícia Civil do Distrito Federal iniciou as suas atividades após a criação de Brasília, em 1960, com efetivos oriundos da polícia carioca.

A sua história remonta, portanto, à criação da Intendência Geral de Polícia da Corte e do Estado do Brasil, em 1808, quando da transmigração da família real portuguesa para o Brasil. Naquele ano nascia no bojo da Intendência Geral, o embrião do que mais tarde seria a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e modelo para as demais políciais judiciárias do país.

A atual Polícia Civil do Distrito Federal é subordinada ao Governador do Distrito Federal, nos termos do artigo 144, da Constituição Federal, e ligada à estrutura da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Principais funções institucionais[editar | editar código-fonte]

  • Praticar, com exclusividade, todos os atos necessários à apuração das infrações penais e elaboração do inquérito policial;
  • Promover o recrutamento, seleção, formação, aperfeiçoamento e desenvolvimento profissional e cultural do policial civil;
  • Organizar e executar o cadastramento da identificação civil e criminal;
  • Manter o serviço de estatística policial em adequação com os institutos de estatística e pesquisa, de maneira a fornecer informações precisas e atualizadas sobre índices de criminalidade, de violência e de infrações de trânsito;
  • Colaborar com a Justiça Criminal, providenciando o cumprimento dos mandados de prisão expedidos pelas autoridades judiciárias, fornecendo as informações necessárias à instrução e julgamento dos processos e realizar as diligências, fundamentadamente, requisitadas pelo juiz de direito e membros do Ministério Público nos autos do inquérito policial.

Carreiras policiais[editar | editar código-fonte]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Viatura da 1ª Delegacia de Polícia - Distrito Federal
  • Direção-Geral da Polícia Civil
  • Corregedoria-Geral da Polícia Civil
  • Departamento de Administração Geral
  • Departamento de Polícia Circunscricional (delegacias de polícia)
  • Departamento de Polícia Especializada (delegacias especializadas)
  • Departamento de Atividades Especiais
  • Departamento de Polícia Técnica (perícias)
  • Academia de Polícia Civil do Distrito Federal (formação profissional)
  • Conselho Superior da Polícia Civil

Departamento de Polícia Especializada[editar | editar código-fonte]

Veículos da Polícia Civil do Distrito Federal

O Departamento de Polícia Especializada é composto, atualmente, por 2 coordenadorias, 12 delegacias e 2 divisões:

  • Coordenação de Investigação de Crimes contra a Vida (CORVIDA)[2]
  • Coordenação de Repressão às Drogas (CORD)[3]
  • Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA)
  • Delegacia de Captura Policial Interestadual (DCPI)
  • Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT)
  • Delegacia de Defraudação e Falsificação (DEF)
  • Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA)
  • Delegacia de Repressão a Furtos (DRF)
  • Delegacia de Repressão a Pequenas Infrações (DRPI)
  • Delegacia de Repressão a Roubos (DRR)
  • Delegacia de Roubos e Furto de Veiculos (DRFV)
  • Delegacia do Consumidor (DECON)
  • Delegacia Especial de Atendimento á Mulher (DEAM)
  • Delegacia Especial do Meio Ambiente (DEMA)
  • Divisão de Cadastro de Roubos e Furtos de Veículos (DCRFV)
  • Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP)

Departamento de Atividades Especiais[editar | editar código-fonte]

Logotipo da Divisão de Operações Especiais
Utilitário da perícia criminal
Viatura do Instituto de Identificação
Utilitário Nissan da 1ª Delegacia de Polícia

O Departamento de Atividades Especiais (DEPATE) agrega as divisões de operações da PCDF e possui atualmente 11 divisões:

  • Divisão de Apoio Logístico Operacional (DALOP)
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Suporte Técnico em Tecnologia
-Seção de Tecnologia
  • Divisão de Controle de Armas, Munições e Explosivos (DAME)
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Registro de Armas
-Seção de Fiscalização
-Seção de Guarda e Controle de Armas
  • Divisão de Controle de Denúncias e Ocorrências Eletrônicas (DICOE)
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Ocorrências Eletrônicas
-Seção de Registro, Análise e Difusão de Denúncias
  • Divisão de Estatística e Planejamento Operacional (DEPO)
-Seção de Administração
-Seção de Análise Criminal
-Seção de Planejamento Criminal
-Seção de Pesquisa, Estatística e Informática
  • Divisão de Inteligência Policial (DIPO)
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Inteligência
-Seção de Contra-Inteligência
-Seção de Operações Técnicas
-Seção de Análise e Arquivo e Pesquisa
-Seção de Operação de Inteligência
-Seção de Inteligência Tecnológica
-Seção de Ações Especiais
  • Divisão de Operações Aéreas (DOA)
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Operações de Vôo de Asa Fixa
-Seção de Operações de Vôo de Asa Rotativa
-Seção de Instrução e Treinamento de Vôo
-Seção de Segurança de Vôo
-Seção de Suprimento de Manutenção de Aeronaves
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Operações Especiais I
-Seção de Operações Especiais II
-Seção de Operações Especiais III
-Seção de Operações Especiais IV
-Seção de Proteção a Pessoas
-Seção de Operações e Resgate
-Seção de Cinofilia
-Seção de Gerenciamento de Crises
  • Divisão de Repressão a Seqüestros (DRS)
-Cartório
-Seção de Localização de Pessoas Desaparecidas
-Seção de Investigações
-Seção de Operações Técnicas
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Negociação
  • Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT)
-Seção de Análise de Rede
-Seção de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Investigação
-Seção de Avanços Tecnológicos
  • Divisão Especial de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública (DECAP)
-Cartório
-Seção de de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Investigação
-Seção de Análise de Atividades Criminosas
  • Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado (DECO)
-Cartório
-Seção de de Apoio Administrativo, Estatística e Informática
-Seção de Operações Técnicas
-Seção de Análise de Atividades Criminosas
-Seção de Investigação
-Seção de Análise Financeira

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outras instituições[editar | editar código-fonte]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal
A Wikipédia possui o
Portal da Segurança do Brasil