SOS (canção de Rihanna)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"SOS"
Single de Rihanna
do álbum A Girl like Me
Lado A "SOS"
Lado B "Break It Off", "Let Me"
Lançamento Estados Unidos 7 de Fevereiro de 2006 (Rádio e download digital)
Estados Unidos 17 de Abril de 2009 (CD single)
Formato(s) 12" maxi single, digital download, CD single
Gravação 2005
Gênero(s) Dance-pop, electropop
Duração 4:00
Gravadora(s) Def Jam/SRP
Composição Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb
Produção Jonathan Rotem
Crítica profissional About.com - 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[1]

Virgin Media - 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[2]

Certificação(ões) Estados Unidos - Platinum.png Platina (RIAA)
Austrália - Platinum.png Platina (ARIA)
Brasil - Platinum.png Platina (ABPD)
(veja abaixo a lista completa de certificações)
Informações sobre o vídeo musical
Gravação 2006
Director(es) Chris Applebaum
Duração 4:01 (versão oficial)
4:33 (versão publicitária da Nike)
Cronologia de singles de Rihanna
Último
Último
"If It's Lovin' that You Want"
(2005)
"Unfaithful"
(2006)
Próximo
Próximo

"SOS" (também chamado de "SOS (Rescue Me)") é uma canção de Rihanna escrita por Evan Kidd Bogart e Jonathan Rotem, para o segundo álbum de estúdio de Rihanna, A Girl like Me.[3] Foi lançada em 2006 como o primeiro single do álbum e possui demonstrações da música "Tainted Love" da banda Soft Cell. Foi também o primeiro single da cantora a atingir o topo da Billboard Hot 100.[4] Alcançou também a primeira posição na Austrália e no Brasil.[5]

Escrita e lançamento[editar | editar código-fonte]

A canção foi escrita primariamente pelo produtor J. R. Rotem e Evan "Kidd" Bogart, mais tarde com a co-ajuda do fundador da Casablanca Records Ed Cobb. A colega de editora Christina Milian perguntou se podería gravar a canção para o seu terceiro álbum, So Amazin', mas a cantora recusou mais tarde, e a Island Def Jam ofereceu de imediato a Rihanna.[6] [7] Milian comentou que a faixa era demasiado "pop" para o seu histórico de artista de R&B.[7]

A parte "You got me tossin' and turnin' and I can't sleep at night" no refrão, é uma das encaixes da música de 1964 "Tainted Love", onde continua "And I've lost my light for I toss and turn - I can't sleep at night". A linha, "Just hold me close boy cos I'm your tiny dancer" é referenciada da música de 1971 de Elton John, "Tiny Dancer".

O tema da canção é baseado à volta da protagonista a chorar por ajuda. Foram feitos alguns remixes por Jason Nevins, que produziu outras misturas de canções de vários artistas. A música foi ainda usada na banda sonora do fime True Confessions of a Hollywood Starlet.[8]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Bill Lamb da About.com disse que era um "bom retorno de Rihanna às pistas de dança".[1] Na Virgin Media concluíram que "Rihanna tem de mostrar empenho para provocar mais impacto, se quiser reinar num mundo de "Britneys" e de "Beyoncés".[2]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

A canção teve à volta de três vídeos musicais; um deles foi produzido pela Agent Provocateur, como vídeo promocional que continha a cantora andando num hotel que se transformava numa discoteca. Outro vídeo promocional foi feito pela Nike, onde a artista dançava num ginásio junto com bailarinas. A versão oficial foi gravada para ser divulgada na televisão, onde estreou nos programas Total Request Live e MuchOnDemand da MTV e MuchMusic, respectivamente, no dia 23 de Março de 2006.[9] Alcançou o número um na tabela de posições do Total Request Live a 14 de Abril de 2006, e manteve-se na tabela por vinte dias.

O teledisco oficial, foi dirigido por Chris Applebaum, onde mostra Rihanna a fazer a dança do ventre enquanto as luzes acendem e apagam, e diz que vai ligar a pedir ajuda a um rapaz.[10] Também faz publicidade ao telemóvel Nokia 3250.[11]

Faixas[editar | editar código-fonte]

CD maxi-single no Canadá e Estados Unidos da América
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "SOS" (Edição de rádio) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
2. "SOS" (Nevin's Electrotek Club Mix) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
3. "Break it Off" (com Sean Paul) Sean Paul, D. Bennett, K. Ford 3:33
4. "SOS" (Vídeo)   4:01
Duração total:
15:34
CD single no Reino Unido
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "SOS" (Edição de rádio) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
2. "SOS" (Nevin's Glam Club Mix) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
Duração total:
8:00
Versão CD single na Europa/Austrália
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "SOS" (Edição de rádio) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
2. "Let Me" (Nevin's Glam Club Mix) Evan Rogers, Carl Sturken, Mikkel SE, Tor Erik Hermansen, Makeba Riddick 3:56
Duração total:
7:96
12" vinil do Reino Unido
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "SOS" (Lado A - Edição de rádio) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
2. "SOS" (Lado B - Remix) Jonathan Rotem, Evan Kidd Bogart, Ed Cobb 4:00
Duração total:
12:00

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, "SOS" alcançou o topo de algumas tabelas da Billboard, como a Hot 100, Billboard Pop 100, Hot Dance Music/Club Play, Hot Dance Airplay, Digital Songs e Hot Digital Tracks, a canção também atingiu o número dois no Pop 100 Airplay. A faixa foi disponibilizada como download digital após o lançamento do álbum, e na sua primeira semana de vendas digitais subiu da trigésima quarta posição à primeira, tornando-se um dos maiores saltos da história. O single permaneceu na primeira posição durante três semanas.[12]

Internacionalmente, "SOS" tornou-se o primeiro êxito de Rihanna. Na Austrália, é o maior sucesso, ficando no topo durante oito semanas consecutivas. A música também alcançou o número dois no Reino Unido e na Alemanha, número quatro no gráfico holandês, e do número sete, na Itália. Na Roménia, alcançou a vigésima oitava posição.

"SOS" foi removido das tabelas britânicas, após treze semanas consecutivas, porque havia um remix da canção contido no CD single de "Unfaithful". Devido às regras do Reino Unido, um novo e único single não pode ter um remix de uma música anterior, se a canção original ainda está na tabela, deixando assim o gráfico na vigésima sétima posição. No entanto, a música foi ainda um grande sucesso, sendo nono single mais vendido do ano.[13]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2006) Melhor
posição
 Austrália - Australia Singles Top 50[5] 1
 Alemanha - Germany Singles Top 100 [5] 2
 Áustria - Austria Singles Top 75[5] 4
 Bélgica - Belgium Singles Top 50[5] 2
 Chile - Chile Singles[14] 3
 Dinamarca - Denmark Singles Top 40[5] 10
 Estados UnidosBillboard Hot 100 [4] 1
 Estados Unidos Billboard Pop 100 [15] 1
 Estados Unidos Billboard Hot Dance Club Play [16] 1
 Estados Unidos Billboard Hot Digital Songs [17] 1
 Estados Unidos Billboard Hot Dance Airplay [4] 1
 Estados UnidosBillboard Hot Adult Contemporary Tracks [4] 1
 Finlândia - Finland Singles Top 20 [5] 3
 França - France Singles Top 100[5] 12
 Itália - Italy Singles Top 50[5] 9
 Irlanda - Ireland Singles Top 50[5] 3
 Israel [5] 3
 Nova Zelândia - New Zealand Top 40[5] 3
 Hungria - Hungarian Top 40 Airplay[18] 2
 Hungria - Hungarian Dance Top 40 Airplay[18] 6
 Noruega - Norway Singles Top 20[5] 3
 Países Baixos - Dutch Top 40[5] 4
 Reino Unido - UK Singles Chart [5] 2
 Suécia - Sweden Singles Top 60[5] 12
Suíça - Swiss Singles Top 100[5] 3
União Europeia 3 [5]
Mundo - World Singles Top 40 1 [5]

Precessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Stupid Girls" por P!nk
Single número um na United World Chart
7 de Maio de 2006 - 21 de Maio de 2006
Sucedido por
"Hips Don't Lie" por Shakira com Wyclef Jean


Precedido por
"Bad Day" por Daniel Powter
Single número um na Billboard Hot 100
13 de Maio de 2006 - 27 de Maio de 2006
Sucedido por
'"Ridin"' por Chamillionaire com Krayzie Bone

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificador Certificação Vendas
 Austrália ARIA Platinum.png Platina[19] +70,000 unidades
 Brasil ABPD Platinum.png Platina[20] +100,000 unidades
 Estados Unidos RIAA Platinum.png Platina[21] +1,000,000 unidades

Referências

  1. a b Bill Lamb. "Rihanna - S.O.S. (Rescue Me) (Def Jam)" (em inglês) About.com. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  2. a b "Rihanna - SOS review" (em inglês) Virgin Media. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  3. "S.O.S. » Rihanna" (em inglês) AllMusic. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  4. a b c d "Rihanna Album & Chart History » Hot 100" Billboard. Página visitada em 22 de Novembro de 2009.
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s "Rihanna - SOS" (em inglês) aCharts.us. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  6. "EURweb.com - Black Entertainment, Black News, Urban News, Hip Hop News" (em inglês) eurweb.com (13 de Junho de 2009). Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  7. a b Mark Lelinwalla (12 de Junho de 2009). "Island Def Jam Drops Christina Milian : VIBE.com" (em inglês) Vibe. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  8. "Soundtracks for True Confessions of a Hollywood Starlet" (em inglês) IMDb. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  9. "Rihanna Hooking Up With Ne-Yo When She's Done Crying 'S.O.S.'" (em inglês) MTV (5 de Abril de 2006). Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  10. "Rihanna - S.O.S." (em inglês) MTV. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  11. "Os artistas preferidos das marcas" (em português) Clipestesia. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  12. "Rihanna's 'SOS' Signals 3rd Week At No. 1" (em inglês) Billboard. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  13. "Top 40 Singles of 2006" (em inglês) BBC Radio 1. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  14. "RIHANNA - SOS (CHANSON)" (em francês) Les Charts. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  15. "Rihanna Album & Chart History » Pop Songs" Billboard. Página visitada em 22 de Novembro de 2009.
  16. "Rihanna Album & Chart History » Dance/Club Play" Billboard. Página visitada em 22 de Novembro de 2009.
  17. "Rihanna Album & Chart History » Digital Songs" Billboard. Página visitada em 22 de Novembro de 2009.
  18. a b "MAHASZ Archive" (em holandês) MAHASZ. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  19. "ARIA Charts – Accreditations – 2006 Singles" (em inglês) ARIA. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  20. "Rihanna » Todas as Mídias » Todas as Premiações » Todos os Anos » Todas as Gravadoras" (em inglês) ABPD. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.
  21. Certificação RIAA RIAA. Página visitada em 15 de Novembro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]