Seleção Iraquiana de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Seleção Iraquiana de Futebol
Flag of Iraq.svg
Alcunhas?  Leões da Mesopotânia
Asood Al-Rafidain (اسود الرافدين)
Associação الاتحاد العراقي لكرة القدم‎
Confederação AFC (Ásia)
Material desportivo?  Alemanha Adidas
Treinador Iraque Hakim Shaker
Capitão Younis Mahmoud
Mais participações Hussein Saeed (126)
Artilheiro Hussein Saeed (63)
Kit left arm.png Kit body greensides.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body whitesides.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

A Seleção Iraquiana de Futebol representa o Iraque nas competições de futebol da FIFA. Fundada em 1940, filiou-se à FIFA em 1950. É uma das seleções mais tradicionais do Oriente Médio e disputou uma Copa do Mundo. Mandam seus jogos no Franso Hariri Stadium e também no Al-Shaab Stadium.

História[editar | editar código-fonte]

Apesar de ficar de 1950 até 1962 sem contar com qualquer liga nacional, a seleção iraquiana iniciou sua história de competições internacionais participando da Copa dos Países da Arábia em 1964. Logo em sua primeira aparição, se sagraram campeões, faturando na edição seguinte, em 1966, o bicampeonato.

Os Leões da Mespotâmia disputaram as eliminatórias para as Olimpíadas a partir de 1960, não conseguindo, no entanto, a classificação. A primeira tentativa de disputar uma Copa do Mundo ocorreu em 1974. A partir de então a seleção foi capaz de iniciar a sua consolidação no cenário do futebol asiático, durante aquela que ficou conhecida como a era de ouro da seleção iraquiana.[2]

A Geração de Ouro e a Copa de 1986[editar | editar código-fonte]

Depois de conquistar o título da Copa do Golfo em 1979, o Iraque conseguiu se classificar para as Olimpíadas de Moscou em 1980, estreando em competições fora do continente asiático.

Em 1982, a equipe manteve a mesma equipe que disputara as Olimpíadas e faturou a medalha de ouro nos Asian Games. Já em 1984, os Leões ganharam pela segunda vez o título Copa do Golfo. Ainda no mesmo ano, participaram da Olimpíada de Los Angeles. Em 1985 a seleção ganha novamente a Copa dos Países da Arábia e os Pan Arab Games.

Apesar das inúmeras glórias regionais, o maior feito da seleção aconteceu em 1986, quando disputaram a Copa do Mundo sob o comando do treinador brasileiro Evaristo de Macedo. Os Leões, porém, caíram em um grupo difícil e acabaram sendo eliminados na primeira fase. Mesmo assim, somente o fato de participar do maior torneio de futebol do mundo já era uma consagração para aquele país.

Partidas na Copa de 1986:

Declínio[editar | editar código-fonte]

Em 1987 Uday Hussein, filho do então presidente Saddam Hussein, é nomeado chefe do comitê olímpico nacional. Utilizando seu poder dentro do governo, Uday deu início a uma administração de terror e ameaças na busca por melhores resultados. As "estratégias motivacionais" incluíam a prisão de jogadores em caso de ausência dos treinamentos e torturas. As punições, no entanto, não eram praticadas apenas contra atos de indisciplina, mas também de acordo com as performances dos jogadores dentro de campo. Caso um atleta perdesse um pênalti, ou marcasse um tento contra, a punição era ter os pés machucados e cortados por espinhos. Outros relatos dão conta de que os atletas eram espancados durante três dias quando tinham desempenho aquém do esperado.[2]

Os melhores resultados da administração de Uday foram em 1988, quando o Iraque se classificou para as Olimpíadas de Seul (sendo eliminado na primeira fase) e conseguiu os títulos da Copa do Golfo e da Copa dos Países da Arábia.

Depois da Guerra do Golfo (1990-1991), a seleção iraquiana foi banida das principais competições asiáticas e não conseguiu qualquer resultado expressivo até 2003, quando a invasão norte-americana tirou do poder Saddam Hussein e matou seu filho Uday.

Em busca do tempo perdido[editar | editar código-fonte]

Os Leões da Mesopotâmia voltaram a ter bons desempenhos em 2004, quando a seleção olímpica alcançou o quarto lugar nas Olimpíadas de Atenas. A base daquela equipe foi mantida e em 2007 alcançou a maior glória da história do futebol iraquiano, conquistando o título da Copa da Ásia e ganhando o direito de disputar a Copa das Confederações de 2009.

Copa das Confederações[editar | editar código-fonte]

O Iraque foi o representante asiático na competição, sendo eliminado na primeira fase.

resultado dos jogos:

Perspectivas Futuras[editar | editar código-fonte]

Embora os iraquianos enfrentem dificuldades em organizar o campeonato nacional de clubes, dada a situação de conflitos que o país enfrenta, a conquista da Copa da Ásia e a participação na Copa das Confederações colocou o Iraque em destaque no futebol mundial, possibilitando condições para um desenvolvimento ainda maior do esporte nos próximos anos. Além disso, cada vez mais iraquianos estão atuando em ligas exterior, principalmente no campeonato do Catar e na liga sueca, que ainda que de menor expressão devem dar mais experiência e qualidade à equipe nacional.[2]

Principais títulos[editar | editar código-fonte]

O Iraque foi retirado do futebol em 2010 devido a distúrbios e ameaças devido aos seus resultados. É uma equipa de calibre médio.

Desempenho em Copas do Mundo[editar | editar código-fonte]

  • 1930 a 1970 - não disputou
  • 1974 - não se qualificou
  • 1978 - não disputou
  • 1982 - não se qualificou
  • 1986 - qualificada - eliminada na primeira fase
  • 1990 a 2014 - não se qualificou

Campanha nos Jogos Olímpicos de Verão de 2004[editar | editar código-fonte]

1ª fase[editar | editar código-fonte]

Flag of Iraq.svg Iraque 4 x 2 Flag of Portugal.svg Portugal
Flag of Iraq.svg Iraque 2 x 1 Flag of Costa Rica.svg Costa Rica
Flag of Iraq.svg Iraque 1 x 2 Flag of Morocco.svg Marrocos

Classificação: líder do Grupo D

Quartas-de-Final[editar | editar código-fonte]



Flag of Iraq.svg Iraque 1 x 0 Flag of Australia.svg Austrália

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Flag of Iraq.svg Iraque 1 x 3 Flag of Paraguay.svg Paraguai

Decisão do 3º lugar[editar | editar código-fonte]

Flag of Iraq.svg Iraque 0 x 1 Flag of Italy.svg Itália

Referências

  1. a b c FIFA.com (abril de 2011). Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola (em português). Página visitada em 6 de maio de 2011.
  2. a b c [1] Trivela.com.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.