The Son of Neptune

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Son of Neptune
O Filho de Neptuno (PT)
O Filho de Netuno (BR)
Capa da edição brasileira do livro.
Autor (es) Rick Riordan
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Fantasia, Mitologia greco-romana
Série Os Heróis do Olimpo (Livro 2)
Ilustrador John Rocco
Arte de capa Joann Hill
Editora Disney Hyperion
Lançamento 4 de outubro de 2011
Páginas 513
ISBN 978-1-4231-4059-7
Edição portuguesa
Tradução Irene Daun e Lorena e Nuno Daun e Lorena
Editora Planeta Manuscrito
Lançamento 12 de novembro de 2014
Páginas 375
ISBN 978-989-657-578-6
Edição brasileira
Tradução Raquel Zampil
Editora Intrínseca
Lançamento 7 de maio de 2012
Páginas 432
ISBN 9788580571806
Cronologia
Último
Último
O Herói Perdido
A Marca de Atena
Próximo
Próximo

The Son of Neptune (no Brasil, O Filho de Netuno; em Portugal, O Filho de Neptuno) é um romance de fantasia inspirado na mitologia greco-romana, escrito por Rick Riordan. Ele é o segundo livro da série Os Heróis do Olimpo, que sucede a série Percy Jackson e os Olimpianos. O livro foi lançado nos Estados Unidos no dia 4 de outubro de 2011. No Brasil, o livro é publicado pela Editora Intrínseca e foi lançado em 07 de Maio de 2012.[1] Desde que foi lançado nos EUA, o livro permanece na lista de bestsellers do The New York Times[2] No Brasil, o livro também vêm batendo recordes de vendas nas lojas e livrarias, permanecendo desde seu lançamento, em 1º Lugar na Lista dos Livros Mais Vendidos do Brasil feita pela Revista Veja.[3]

Capa[editar | editar código-fonte]

A capa de O Filho de Netuno[4] mostra uma imagem de Percy, no Alasca, segurando o "Estandarte da Águia", símbolo de Júpiter (Zeus) em Roma, que acompanhava a legião romana em suas batalhas. Como era de grande importância, além de ser um símbolo religioso para o exército, o carregador do estandarte precisaria ter certas características: ser o guerreiro mais bravo e líder da legião, ser um guerreiro honrado e seu sangue ser 100% romano, sem ser misturado com de outros povos. Isso mostra que, no Acampamento Júpiter, Percy é visto como o herói do acampamento, assim como Jason no Acampamento Meio-Sangue.

No fundo mostra um momento da história, em que ao ir em busca de Tânatos ele encontra o gigante Alcioneu (que está aprisionando Tânatos) em um lugar que é uma réplica do Acampamento Júpiter. O momento retratado é quando Percy — para livrar seus amigos — quebra o gelo, e os espíritos dos Semideuses mortos do Acampamento Júpiter junto com Percy são afundados.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história de O Filho de Netuno começa mais ou menos seis meses após os acontecimentos de O Herói Perdido.

Percy atravessa o país ate a califórnia onde ele encontra o Acampamento Júpter , citado em O Herói Perdido, sem se lembrar de nada que não seja seu nome, e uma garota chamada Annabeth. Lupa, a chefe de atividades do acampamento romano, manda Percy em uma missão, dizendo que se ele tiver sucesso, ele seria recompensado com mais memórias sobre seu passado. No primeiro capítulo do livro, Percy está fugindo de Esteno e Euríale, as Górgonas, que querem vingança por Percy ter matado sua irmã Medusa. Apesar de Percy conseguir matá-las várias vezes, elas nunca ficam mortas por mais de duas horas. No final do capítulo, Percy desliza pela montanha em uma bandeja, tentando escapar das Górgonas.

Em outro capítulo, Percy chega ao pé da montanha, onde fica a entrada do Acampamento Romano (que é chamado de Acampamento Júpiter), que é guardado por dois semideuses da Legião Romana. No caminho até lá, Percy é interrompido por uma mulher de meia-idade que se apresenta como Juno (Hera), e dá a Percy uma escolha: fugir da luta, e se refugiar no oceano para continuar vivo, ou iniciar uma perigosa jornada para enfrentar Gaia, que iria levá-lo, entre outras coisas, a perder sua Maldição de Aquiles (que o torna invulnerável). No final do capítulo, as Górgonas chegam até Percy e tentam matá-lo. Percy então derrota as górgonas e ingressa no Acampamento Júpiter. Marte aparece e oferece a missão de libertar Tânatos (deus da morte) para Frank Zhang que convida Percy e Hazel para acompanhá-lo. Eles vão para o Alasca para libertar Tânatos. Hazel e Frank derrotam o gigante Alcioneu (nascido para matar Hades/Plutão e carcereiro de Tânatos) e libertam a Morte. A equipe volta para o Acampamento Júpiter que estava sendo atacado por Polibotes (nascido para matar Poseidon/Netuno). Percy confronta Polibotes e lhe disfere um golpe mortal com contracorrente e depois esmaga seu crânio com a cabeça da estátua de Término (deus das fronteiras). Os romanos reconhecem Percy como líder e ele se torna pretor/líder do acampamento. No fim a armada do Acampamento Meio-Sangue chega no Acampamento Júpiter para fazer um acordo de cooperação com os romanos.

Em O Filho de Netuno os "pontos de vista" dos personagens se alternam como em O Herói Perdido, sendo que no segundo livro da série, o ponto de vista irá alternar entre Percy, e outros dois semideuses romanos: Hazel Levesque e Frank Zhang. Foram divulgadas no site oficial da série [5] ilustrações dos personagens principais do livro: Frank (Semideus, Filho de Marte), Reyna (Líder do Acampamento), Octavian (Tem visões, como um tipo de oráculo), Ella (a Harpia), Tânato (o deus da morte) e Hazel (Semideusa, Filha de Plutão).

Personagens[editar | editar código-fonte]

* Percy Jackson: é um semideus grego de 16 anos, filho de Poseidon (netuno). Percy é o protagonista da primeira série, e volta como um dos 7 personagens principais em Heróis do Olimpo. No final de O Herói Perdido é revelado que Jason tinha trocado de lugar com Percy. Em O Filho de Netuno Percy chega ao Acampamento Júpiter, um acampamento de semideuses romanos, sem memória de quem é, lembrando apenas de alguém chamado Annabeth. Durante o livro, Percy perde a "Maldição de Aquiles", que ele tinha adquirido em O Último Olimpiano. Ele parte em uma missão com Hazel e Frank.

* Frank Zhang: é um semideus romano, filho de Marte (Ares), o deus da guerra. Ele aparece pela primeira vez quando Percy o salva das irmãs górgonas. A arma usada por Frank é um arco e flechas de ouro, e seu sobrenome significa "Mestre dos Arcos". Quando era pequeno, Hera falou para a mão de Frank que a vida dele dependia de um pedaço de madeira que estava em sua lareira. Após isso, Frank sempre carrega esse pedaço de madeira consigo, para evitar que ele seja destruído e que ele morra.

* Hazel Levesque: é uma semideusa romana, filha de Plutão, o deus dos mortos. Ela é irmã de Bianca e Nico di Angelo por parte de seu pai divino. Hazel nasceu em 1928, em Nova Orleans e morreu aos 13 anos em 1941, no Alasca, e foi ressuscitada por Nico di Angelo. Sua mãe pediu a Plutão que a transformasse em uma rainha e que tivesse todas as riquezas da terra. Plutão atendeu ao seu desejo, mas isso tornou-se uma maldição para Hazel. Onde Hazel está, sempre aparecem jóias da terra, mas elas trazem azar e sofrimento para quem às use.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]